Dicas Práticas

Como viajar barato pela Europa: 14 dicas para economizar

Dicas Práticas | 08/04/19 | Atualizado em 23/09/19 | Deixe um comentário

A conversão não nos favorece, mas isso não significa que seja impossível viajar barato pela Europa. Digo isso por experiência própria: já visitei o continente umas 10 vezes, incluindo intercâmbios e mochilões, e sempre consegui viver experiências incríveis com orçamento enxuto.

O melhor é que viajar barato pela Europa não significa necessariamente passar perrengue. No meu último mochilão pela Europa, gastei uma média de 25 euros por dia, incluindo passagens internas, hospedagem, alimentação e tudo o mais. Durante 4 meses, visitei 41 cidades em 14 países e aproveitei muito sem abrir mão de um mínimo de conforto.

Neste post, vou compartilhar estratégias simples que permitem reduzir bastante o custo da sua viagem pelo Velho Mundo.

Leia também:
Guia completo para viajar gastando pouco
10 dicas para quem vai fazer um mochilão longo
30 sites e aplicativos para viagens

14 dicas para viajar barato pela Europa

1. Compre passagens aéreas baratas

Vamos começar pelo começo: a compra das passagens do Brasil pra Europa. Pra baratear esse item, a principal dica é ficar ligado nas promoções. Pra isso, sugiro baixar o aplicativo ou acessar diariamente algum site como o Melhores Destinos.

Outra dica pra conseguir passagens aéreas baratas é, se possível, ter flexibilidade de datas e destinos, ajustando seu planejamento de acordo com os melhores preços. Isso vale, por exemplo, pra decidir os destinos de chegada e saída da Europa de acordo com promoções e tarifas mais em conta.

No entanto, não adianta ficar esperando pra sempre por uma promoção incrível e acabar vendo os preços das passagens subirem vertiginosamente. Eu costumo comprar as passagens até três meses antes da data em que pretendo viajar, e fico sempre checando os preços em buscadores como o Google Flights – que permite, inclusive, configurar um alerta pra receber e-mails se o valor baixar ou subir.

Outra dica é não comprar passagens de ida e volta do mesmo lugar, a não ser que pretenda ficar só nessa cidade ou que encontre uma promoção MUITO boa. Geralmente, vale mais a pena fazer uma pesquisa por “múltiplos destinos” e comprar os bilhetes chegando por um país e saindo por outro, de um jeito que faça sentido pra seu roteiro.

A flexibilidade também vale pra ajustar o período da viagem: se você não tiver um limite de tempo muito específico pra tirar férias, vale checar os valores de passagens em diferentes dias ou mesmo épocas do ano.

viagem barata pela europa

2. Escolha um período bom

Falando em período, no entanto, preciso acrescentar que nem sempre vale a pena escolher as datas da viagem de acordo com os preços. Se você odeia frio, não vai curtir muito um rolê pela Polônia no inverno, né?

Com temperaturas baixas, também é mais difícil fazer passeios ao ar livre, que costumam ser gratuitos, e é maior a tentação de gastar com um café ou umas taças de vinho num lugar quentinho. Por outro lado, o verão europeu também não é a época ideal pra economizar, especialmente em destinos que ficam mais badalados nessa estação.

Se possível, prefira viajar no outono ou na primavera, quando as temperaturas costumam ser mais amenas, as atrações menos lotadas e as hospedagens mais em conta.

Vai pra Europa? Não se esqueça que o seguro viagem é obrigatório! Clique aqui e veja como contratar o seu com desconto.

3. Prefira países baratos

Outra decisão que impacta muito no orçamento é a própria configuração do seu roteiro. A Europa é um continente enorme, com muitos países diferentes. Se você quiser economizar sem se limitar muito no dia a dia, a dica pra viajar barato pela Europa é escolher destinos com custo de vida mais baixo.

Tá certo que países muito populares entre os viajantes, como França, Inglaterra e Holanda, são incríveis. Mas isso não significa que você não vá se divertir e aprender muito caso dê uma chance pra outros destinos menos conhecidos e mais baratinhos.

Bulgária, Romênia, Sérvia, Bósnia, Hungria, República Tcheca, Estônia, Letônia, Lituânia, Eslováquia, Polônia, Montenegro, Portugal e Turquia são alguns exemplos de lugares com ótimo custo-benefício.

budapeste é uma opção de destino barato na Europa

4. Viaje devagar

Essa dica vale pra qualquer lugar do mundo, mas é especialmente importante quando se fala em viajar barato pela Europa: vá devagar. Como o continente tem muitos países relativamente pequenos próximos uns dos outros, a maioria dos viajantes (especialmente numa primeira eurotrip) sente a tentação de incluir um monte de destinos no roteiro.

Meu conselho é se esforçar pra controlar esse impulso. Transformar a viagem numa maratona tipo “12 cidades em 15 dias” vai tornar suas férias super cansativas e te deixar com a sensação de não ter conhecido de verdade nenhum dos lugares por onde passou. E, como se não bastasse, também sai mais caro.

Isso porque deslocamentos entre destinos custam dinheiro e porque quanto mais tempo você passa num lugar, menores são as chances de desperdiçar dinheiro. Você vai poder explorar a cidade com mais calma, descobrir restaurantes com bom custo-benefício, usar transporte público, conhecer moradores que podem te dar valiosos conselhos sobre como economizar no lugar…

5. Viaje de ônibus

Tá, mas isso não quer dizer que você não pode combinar várias cidades ou países na mesma viagem, né? Caso você tenha montado um roteiro com destinos geograficamente próximos, a dica pra viajar barato pela Europa é usar e abusar dos ônibus.

Existem várias empresas de baixo custo por lá, como a Flixbus, a Eurolines e a Megabus, com passagens custando a partir de 1 euro. Cheguei a ir de um país a outro, comprando a passagem no mesmo dia da viagem, por 10 euros.

As viagens de ônibus obviamente são mais demoradas que de avião ou trens rápidos (outro motivo pra viajar sem muita pressa) e nem sempre são muito confortáveis. Por outro lado, você perde menos tempo e dinheiro se deslocando até o aeroporto, já que as rodoviárias costumam ser mais centrais, e tem maior consciência dos lugares por onde tá passando.

Leia também:
Tudo sobre viajar de ônibus pela Europa

guia para viajar só

6. Use companhias aéreas low cost

Se o seu roteiro incluir destinos distantes entre si, ou se você tiver pouco tempo pra viajar e quiser otimizar sua trip, uma boa forma de viajar barato pela Europa é usar as companhias aéreas low cost, ou seja, de baixo custo.

Elas oferecem passagens com preços bem baixos pra voar dentro do continente, com serviços superbásicos, mas razoáveis. Entre as empresas mais conhecidas desse segmento, se destacam Ryanair, Easyjet, Wizzair e Vueling. Pra descobrir qual delas (ou outras) faz os trechos que você quer, use um buscador online de passagens e depois acesse o site da companhia.

Não se esqueça de ficar atento às taxas extras, já que as low cost costumam cobrar pra qualquer coisa além do serviço básico que é te levar do ponto A ao ponto B. Você pode ser cobrado pra despachar bagagem, marcar assento e até pra fazer check-in presencial.

Leia também:
Como viajar com cias aéreas low cost na Europa

7. Compre passagens de trem com antecedência

Outro meio de transporte pra circular pela Europa é o trem, que confesso ser meu preferido. Em boa parte do continente, existem trens confortáveis, espaçosos e práticos. Infelizmente, muitas vezes eles são caros, como é o caso do Reino Unido – a rede ferroviária lá é incrível, mas tem preços bem salgados.

Pra economizar nas passagens de trem na Europa, a principal dica é pesquisar passagens com antecedência. Se possível, comece as buscas de 90 a 120 dias antes das datas da viagem, que é quando costumam aparecer valores promocionais, podendo chegar a 75% de desconto.

viagem de trem pela europa

8. Economize no transporte interno

Outro gasto que deve ser levado em consideração é a locomoção interna. Em muitas cidades da Europa, as atrações turísticas ficam concentradas num raio de poucos quilômetros (geralmente o centro histórico) e dá pra percorrer tudo a pé. Mas nas cidades maiores, nem sempre isso é possível.

Uma recomendação importante é, sempre que possível, escolher uma hospedagem bem localizada. Além disso, prepare-se pra usar e abusar do sistema de transporte público, que costuma ser excelente pelas bandas de lá.

Se for usar ônibus, metrô ou tramway, vale a pena pesquisar sobre passes de transporte. Presentes em muitas cidades europeias, eles permitem usar o transporte público de forma ilimitada durante um ou mais dias por um preço fixo, que muitas vezes sai mais em conta do que comprar passagens individuais.

Outras dicas são usar aplicativos que ajudam a entender o transporte público local, como o Moovit e o bom e velho Google Maps, e comparar os preços de Uber com os de outros apps similares que existam no destino, se for o caso.

Leia também:
Como economizar com transporte em viagens

9. Se hospede em albergues

Um custo que preocupa quase todo mundo que quer viajar barato pela Europa é a hospedagem. Felizmente, não faltam opções de albergues BEM legais na maioria dos países. E caso você torça o nariz pra ideia de ficar num hostel, vale pensar duas vezes.

Afinal, hoje em dia existem albergues tão charmosos e confortáveis quanto hotéis. Caso você não curta a ideia de dividir quarto com desconhecidos, a dica é procurar estabelecimentos que ofereçam quartos privativos.

Na hora de escolher um hostel, é importante pesquisar bastante. Eu uso o Booking, site de reservas online, pra procurar hospedagem em quase todas as minhas viagens. Lá você pode ver fotos, avaliações de hóspedes, localização no mapa e serviços incluídos.

Sempre que possível, recomendo fazer reserva com antecedência, pra ter mais opções pra escolher e poder garantir um preço melhor. Veja dicas pra reservar hospedagem online com bom custo-benefício.

albergue

Albergues onde já me hospedei na Europa e recomendo:

Dica de hostel em Lisboa
Dica de hostel em Paris
Dica de hostel em Edimburgo
Dica de hostel em Dublin
Dica de hostel em Viena
Dica de hostel em Estocolmo
Dica de hostel em Madri
Dica de hostel em Dubrovnik
Dica de hostel em Strasbourg
Dica de hostel em Berlim
Dica de hostel em Berna
Dica de hostel em Lausanne
Dica de hostel em Zagreb
Dica de hostel em Hvar
Dica de hostel em Riga
Dica de hostel em Tallinn
Dica de hostel em Amsterdam

Guias de bairros e dicas de hotéis e albergues na Europa:

Onde se hospedar em Barcelona
Onde se hospedar em Paris
Onde se hospedar em Helsinque
Onde se hospedar em Praga
Onde se hospedar em Bruxelas
Onde se hospedar em Berlim
Onde se hospedar em Budapeste

Leia também:
Albergues para iniciantes: tudo que você precisa saber

10. Se hospede de graça

Quer economizar ainda mais com hospedagem? Uma forma de se hospedar de graça na Europa (ou em vários outros lugares do mundo) e viver trocas culturais superlegal é usar o Couchsurfing.

Esse site (e aplicativo) reúne moradores dispostos a receber viajantes em suas casas gratuitamente. Há quem disponibilize um quarto inteiro, mas a maioria oferece uma cama, colchão ou sofá.

Outra opção, especialmente interessante caso você pretenda passar mais de uma semana na mesma cidade, é fazer um work exchange. Nesse tipo de viagem, você troca algumas horas de trabalho por hospedagem gratuita e outros benefícios como alimentação, bicicletas à disposição, passeios gratuitos e até aulas de idiomas.

Leia também:
Guia completo do work exchange
Como funciona o Couchsurfing

11. Procure passeios gratuitos

Outra forma legal de viajar barato pela Europa é procurar passeios e atrações grátis ou com preços reduzidos. Em muitos museus, existe ao menos um dia por semana em que a entrada é gratuita. Em países como a Inglaterra, quase todos os museus são grátis todos os dias. E em vários destinos, estudantes têm gratuidade ou preços especiais.

Também costuma ser fácil encontrar rolês gratuitos pra fazer ao ar livre. Ruas charmosas, parques e praças agradáveis, monumentos históricos e até exposições e eventos podem estar disponíveis no esquema 0800. É só pesquisar!

Além disso, as principais cidades turísticas costumam contar com free walking tours, passeios guiados a pé que não têm preço fixo: você paga o quanto puder no final do tour.

tour guiado gratuito em helsinque

12. Economize com alimentação

Outro jeito relativamente fácil de viajar barato pela Europa é economizar com alimentação. Na maior parte do continente, você encontra supermercados e feiras de rua com preços bem em conta e hostels ou apartamentos com cozinha disponível pra os hóspedes.

Além disso, fique de olho em restaurantes com menus executivos na hora do almoço, faça degustações em mercados e explore os restaurantes de imigrantes, que costumam ser mais baratos. Também vale a pena comer bastante no café da manhã, caso esteja incluído na sua hospedagem, e evitar restaurantes nas áreas mais turísticas.

Outras dicas são pedir o vinho “da casa”, que costuma ser bom e muito mais barato que outros rótulos, e pedir água da torneira, que na Europa costuma ser potável e oferecida gratuitamente pelos restaurantes.

Leia também:
Como comer bem em viagens gastando pouco

13. Use o tax free quando comprar

Pra viajar barato pela Europa ou por qualquer lugar do mundo, outra recomendação importante é pegar leve nas compras. Sei que é tentador se jogar nas lojas de departamento que não existem no Brasil, comprar souvenirs pra família toda ou renovar sua biblioteca, coleção de discos ou o que quer que seja. Mas pense que esses euros podem significar mais dias de viagem!

Quer fazer compras mesmo assim? Então aproveite pra reduzir os gastos em solo europeu graças ao “tax free”, que oferece isenção do Imposto sobre Valor Agregado. Você pode pedir reembolso do imposto cobrado sobre os produtos quando for sair da Europa. O processo é meio burocrático, mas dependendo do valor das suas compras pode valer muito a pena.

Leia também:
Você consegue viajar sem comprar?

como viajar barato pela europa

14. Faça o Seguro Viagem com desconto

A maioria dos países da Europa exige que os viajantes contratem um seguro viagem internacional pra ter sua entrada autorizada. Raramente o comprovante é pedido na imigração, mas não vale a pena arriscar. Além disso, caso você fique doente ou sofra um acidente durante a viagem (nunca se sabe!), a falta de seguro pode gerar gastos astronômicos.

Por isso, uma dica pra economizar na viagem pra Europa é fazer uma comparação entre seguros de várias empresas e usar um cupom de desconto. Eu uso o site Seguros Promo pra comparar cotações e escolher o plano com melhor custo-benefício. E com o cupom JANELASABERTAS5 você ainda ganha 5% de desconto ao contratar seu seguro pelo site.

Leia também:
Seguro viagem para a Europa: tudo que você precisa saber
Como contratar seu seguro viagem com desconto

Você tem outras dicas pra viajar barato pela Europa? Conta aí nos comentários! Sua contribuição pode ser acrescentada ao post pra ajudar mais viajantes. :)

Quando você os links do post pra fazer sua reserva de hospedagem ou contratar seguro viagem, o blog ganha uma pequena comissão pra se manter vivo e você não paga nada a mais por isso.

O Janelas Abertas preza pela transparência com os leitores e deixa claro sempre que há compensação financeira envolvida na menção de algum serviço ou produto. Saiba mais sobre as políticas de monetização do blog clicando aqui.

Contrate seu seguro viagem com desconto
Pesquise e reserve hotéis com os melhores preços no Booking

Quando você usa esses links, o blog ganha uma pequena comissão pra se manter vivo e você não paga nada a mais por isso. <3 Saiba mais sobre as políticas de monetização do Janelas Abertas clicando aqui.

Pra conferir muito mais conteúdo sobre viagens todos os dias, siga o Janelas Abertas no Facebook, no Instagram e no Youtube. Espero você lá! :)

Quer receber conteúdo exclusivo e gratuito sobre viagens?

Inscreva-se na lista de e-mails do Janelas Abertas e receba um e-book de 60 páginas com dicas para viajar só + check-lists para sua viagem + dicas inéditas a cada 15 dias.

Posts Relacionados

0 Comentários

Deixe o seu comentário

Inscreva-se na newsletter do Janelas Abertas

Receba dicas e recursos de viagem de graça!

  • E-book de 60 páginas com dicas para viajar só
  • Check-list para viagens internacionais
  • Check-list para arrumar a mala
  • Newsletter quinzenal com conteúdo exclusivo

É só se inscrever na lista: