França

Onde se hospedar em Paris: dicas bairro a bairro

França | 12/01/18 | Atualizado em 28/05/18 | 34 comentários

A capital francesa tem presença certa na maioria dos roteiros de quem vai à Europa pela primeira vez. Pudera, né? Além de deslumbrante e repleta de ícones que povoam nossa imaginação desde sempre, a cidade é fácil de explorar e oferece um monte de interessância em quase todos os bairros. Escolher uma hospedagem com bom custo-benefício, no entanto, pode ser uma tarefa difícil. Pra facilitar a vida de quem quer saber onde se hospedar em Paris, vou falar um pouco sobre as principais regiões pra ficar por lá.

Vai pra Europa? Não se esqueça que o seguro viagem é obrigatório pra entrar lá!
Clique aqui e saiba como contratar o seu com desconto.

Onde se hospedar em Paris

Talvez você já tenha ouvido falar nuns tais de arrondissements (se pronuncia “arrondiss mã”). Eles são números que demarcam as diferentes zonas da cidade: vão de 1 a 20 e a ordem começa no centrinho da cidade e vai se afastando pra periferia num formato de espiral. Pra entender melhor, dê uma olhada num mapa como esse aqui.

Mas o que isso significa pra você, turista? Que no geral, quanto menor o número do arrondissement, melhor. O ideal é ficar entre o 1 (onde fica o Louvre) e o 8 (região da Champs Elysées). Ou, pra opções mais em conta, até o 11 (Bastille). Mas é claro que existem exceções, e vou falar de algumas mais pra frente.

E como saber em que arrondissement fica aquele hotel ou albergue que você encontrou na internet? É só dar uma olhada no último número do código postal, que aparece no endereço. Por exemplo: um hotel com “CEP” número 75005 fica no 5º arrondissement, e um de número 75012 fica no 12º (que são escritos “5ème” e “12ème” em francês).

Mas não acaba por aí. Pra complicar um pouco as coisas, os parisienses também chamam diferentes regiões da cidade por nomes específicos, e algumas delas ocupam mais de um arrondissement. Alguns exemplos de “bairros” em que você já deve ter ouvido falar são Montmartre, Marais e Quartier Latin.

Na prática, ficando perto de uma estação de metrô você não terá problemas pra chegar a nenhum lugar. A escolha final sobre onde se hospedar em Paris é bem pessoal, mas em uma primeira visita à cidade e com pouco tempo eu priorizaria uma localização mais central, a não ser que o orçamento não permitisse. Numa segunda ocasião, ou com mais dias disponíveis pra fazer uma programação bem tranquila, escolheria um bairro com atmosfera mais charmosa e residencial.

Roteiro de 7 dias em Paris e arredores: guia completo em formato digital

Perto do Louvre

Numa das minhas quatro visitas a Paris fiquei hospedada a três minutos do Louvre, num apê que infelizmente não tá mais disponível pra aluguel. Foi incrível poder fazer muita coisa a pé, e nessa área não faltam opções de cafés, restaurantes, lojas e padarias (alguém falou em croissant fresquinho toda manhã?).

Além de mega central, essa região do 1º arrondissement também é muito bem comunicada, especialmente se você ficar perto da estação de metrô Châtelet-Les Halles: várias linhas de metrô e RER passam por lá. Se sua prioridade é se locomover da forma mais fácil possível, recomendo ficar por aqui.

Veja as opções de hospedagem no 1º arrondissement, perto do Museu do Louvre, e dê uma olhada também no 2º arrondissement, um pouco mais pra o norte.

louvre

Marais

O 3º e o 4º arrondissements abrigam o Marais, um dos bairros mais descolados da cidade. Por ali você encontra bons restaurantes, pâtisseries e lojas, além de uma vida noturna animada. A rua Vieille du Temple é a principal da região, que também é conhecida por ser uma das mais gay friendly da cidade.

Vale a pena ficar lá pra estar perto do centro e pela atmosfera agradável, apesar de o bairro não reunir muitos atrativos turísticos. Ainda assim, recomendo conferir a Place des Voges, onde morou Victor Hugo, e o Centre Pompidou, museu maravilhoso que fica entre os arrondissements 2 e 4.

Veja as opções de hospedagem no 3º arrondissement e no 4º arrondissement.

Quartier Latin e Saint-Germain

Perto dali você encontra outros dois bairros com atmosferas delícia: o Quartier Latin (Bairro Latino), que fica entre os arrondissements 5 e 6, e Saint-Germain-des-Près, entre o 6 e o 7.

O Quartier Latin tornou-se muito popular devido à efervescência intelectual que tomou conta dali por volta de 1968. Até hoje, ele tem como um de seus pontos centrais a universidade Sorbonne, além de abrigar várias outras universidades e escolas tradicionais.

Outras atrações na região são o Panthéon, o Jardin des Plantes, a Place de la Contrescarpe e a Rua Mouffetard (falei mais sobre elas neste post). Também é fácil ir andando de lá até a Catedral de Notre Dame e vários outros pontos turísticos nos seus arredores.

mercado no quartier latin

Coladinha com essa parte fica a área conhecida como Saint-Germain. Uma das regiões mais caras de Paris, ela aparece em filmes como Meia-Noite em Paris, de Woody Allen. Afinal, Sartre, Simone de Beauvoir, Hemingway, Zelda e Scott Fitzgerald e seus migos andavam muito por ali. Ainda hoje você encontra lá lugares famosos frequentados por esse pessoal, como o Café Flore e o Les Deux Magots.

Veja as opções de hospedagem no 5º arrondissement, no e no , ou então filtre sua busca por hotéis no Quartier Latin ou em Saint-Germain-des-Près. Também já falei aqui no blog de dois albergues com bom custo-benefício em que eu e um amigo ficamos pelo Quartier Latin: o Young and Happy e o Oops.

café les deux magots

Leia também:
24 horas em Paris: roteiro com as principais atrações

Perto da Torre Eiffel

Por mais que Paris seja cheia de atrações famosas, nada bate a Torre Eiffel, né? Não surpreende, então, que muita gente queira ficar hospedada pertinho dela. Além da torre em si, essa região do 7º arrondissement reúne outros pontos de interesse, como o Musée D’Orsay e o Musée du Quai Branly. É uma área bonita e segura, mas também uma das mais turísticas da cidade e cheia de ruas largas, com pouco charme.

Veja as opções de hospedagem no 7º arrondissement próximas à Torre Eiffel.

Champs-Elysées

Outro ícone parisiense que pode chamar sua atenção é a Champs-Elysées, avenida mais famosa de Paris (quiçá do mundo). Se hospedando por ali você fica perto do Arco do Triunfo, da Torre Eiffel e, claro, de várias lojas luxuosas. Essa região no 8º arrondissement reúne, além das lojas, vários escritórios. Por isso, ela região tá quase sempre agitada com trabalhadores indo pra lá e pra cá. Alguns dos hotéis mais célebres – e caros – da cidade ficam por ali. É uma área bem localizada e sofisticada, mas não acho o ideal pra quem procura uma atmosfera mais “autêntica”.

Veja as opções de hospedagem no 8º arrondissement, ou procure por hotéis na Champs-Elysées e imediações.

champs elysées

Canal Saint Martin

Antes uma área bem residencial e pacata, a região ao redor do Canal Saint Martin, no 10º arrondissement, tem se tornado mais jovem e animada nos últimos anos. É um bairro menos turístico e costuma-se encontrar preços melhores por lá do que nas áreas mais hypadas. Já fiquei num apê bem baratinho nessa região e achei um bom custo-benefício, apesar de demorar um pouco pra chegar nos pontos turísticos. Se for ficar por aí, priorize hospedagem perto do canal ou do metrô.

Veja as opções de hospedagem no 10º arrondissement.

Bastille

Outra opção pra quem procura bons preços e não faz questão de estar mega perto do centrinho é a área ao redor da estação de metrô Bastille, que fica perto do Marais e tem uma vida noturna cada vez mais agitada. No 11º arrondissement, quanto próxima a hospedagem for da Place de la Bastille e do Marais, melhor.

Veja as opções de hospedagem no 11º arrondissement.

Montmartre

Um dos bairros turísticos mais afastados do centro de Paris, Montmartre fica no 18º arrondissement. Apesar de distante, ele pode ser uma boa escolha pra hospedagem porque é muito charmoso. Conhecido por abrigar a linda basílica de Sacré Coeur e por ter servido de cenário pra boa parte do filme O Fabuloso Destino de Amélie Poulain, o bairro é cheio de ruelas e escadarias simpáticas.

Você também encontra por lá muitos bares e restaurantes legais, principalmente nos arredores da Place du Tertre, ainda que boa parte tenha preços bem turísticos. Não é tão fácil chegar em outros lugares a partir de lá, mas a atmosfera meio boêmia, meio “vilarejo” é interessante, e existem hotéis e albergues com preços razoáveis.

Veja as opções de hospedagem em Montmartre, no 18º arrondissement.

place du tertre em montmartre

Você é apaixonado pela Cidade Luz e tem dicas de onde se hospedar em Paris? Conta aí nos comentários!

Se quiser salvar este post para ler depois, pine a imagem abaixo no seu Pinterest! Aproveite e siga o perfil do Janelas Abertas por lá. :)

onde se hospedar em paris

Fazendo sua reserva através dos links do post, o Janelas Abertas ganha uma pequena comissão que me permite trazer cada vez mais conteúdo e você não paga NADA a mais por isso. Transparência é um valor fundamental por aqui. Leia mais sobre as políticas de monetização do blog.

Contrate seu seguro viagem com desconto
Pesquise e reserve hotéis com os melhores preços no Booking

Quando você usa esses links, o blog ganha uma pequena comissão pra se manter vivo e você não paga nada a mais por isso. <3 Saiba mais sobre as políticas de monetização do Janelas Abertas clicando aqui.

Pra conferir muito mais conteúdo sobre viagens todos os dias, siga o Janelas Abertas no Facebook, no Instagram e no Youtube. Espero você lá! :)

Posts Relacionados

34 Comentários

  1. Ótimas dicas.
    Estou indo com minha mãe que tem 79 anos. Quero ficar próximo aos pontos turísticos e onde não tenha ladeiras, para que ela possa bater pernas domingo. O que vc me aconselhar?

    • Oi, Lena! Os arredores do Louvre, Quartier Latin e Saint-Germain-des-Près são ótimas opções, e a região perto da Champs-Elisées também :) No geral, recomendo evitar Montmartre, porque lá é onde mais tem ladeiras. Boa viagem pra vocês!

  2. Suelem Salcedo Magalhaes Teles

    Olá!!
    Obrigada por compartilhar esse post conosco, realmente ele é bem explicativo.
    Me ajude por gentileza.
    Me chamo Suélem e vamos para Paris passar natal e reservamos Appart’City Paris Clichy – Mairie, na 17ª.
    Como é essa região? Podemos ficar tranquilos.
    Um super beijo e obrigada.

    • Oi, Suelem! Nunca fui a Clichy, que fica na periferia de Paris, mas pelo que conheço de outras regiões periféricas e pelo que ouvi falar de lá, não é perigoso. Só não é muito charmoso, sabe? Vocês vão ficar longe do centro turístico e provavelmente a região do entorno do apartamento é simples, mas se estiverem perto do metrô (linha 13, estação Mairie de Clichy), não terão problemas pra se deslocar até o centro. Um abraço!

  3. Suelem Salcedo Magalhaes Teles

    Boa tarde Luisa.
    Obrigada pelo post exlicativo.
    Me chamos Suélem e estarei indo a Paris passar natal.
    Estarei hospedada no Appart’city Paris Clichy-Mairie Apart-Hotel, ele fica na 17º.
    Podes me dar mais informações sobre sobre esta região?
    É tranquila ou precisamos ter cuidado?
    Obrigada.

  4. Juliana

    Ola boa noite, entrei nos links para ver o hoteis, porém vi bastante diferença de preço se for olhar pelo meu aplicativo do booking e perquisar o mesmo hotel e mesmos dias. Pelo link fica mt mais barato, sabe me dizer pq?

    Atr

    • Oi, Juliana! Que estranho, nunca vi isso. Obrigada por avisar. Vou procurar saber! Mas de qualquer forma, sugiro fazer as reservas pelo link mesmo pra aproveitar o preço melhor, né? :P Um abraço!

  5. Mila

    Olá!!
    Minha filha de 10 anos irá com o padrinho em Maio, gostaria de uma indicação sua, por favor

    Abraços.

    • Oi, Mila! Indicação de hotel, você quer dizer? Se for o caso, depende da faixa de preço com que vocês pretendem arcar! :)

  6. Mila

    É, rs.. desculpa.
    Tem muitas opções, mas, queria em uma boa localização. Lugar seguro, perto do metrô, sabe?
    Obrigada!!

    • Oi, Mila! Não tenho como te indicar um lugar específico sem saber o quanto você pode gastar, quantas pessoas vão com você e qual o período da viagem… Mas nas áreas mais turísticas como os arredores do Louvre, o Marais, Quartier Latin e Saint-Germain, praticamente todos os lugares são seguros e existem muitas estações de metrô (você pode verificar isso colocando o endereço do hotel/hostel/apto no Google Maps ou clicando no mapa de localização do próprio Booking) :) Nos outros bairros que mencionei no post também existem muitas opções boas, mas é preciso ter um pouco mais de atenção às avaliações dos hóspedes pra se certificar quanto à segurança e conveniência da localização. Se quiser escolher algum lugar e me mandar por aqui pra eu ver se parece legal, fique à vontade! Um abraço e boa viagem

  7. Vanessa

    Boa noite!!!
    Estou mtooo na duvida onde hospedar entre o hotel berne opera – 37 rue de berne, 75008 e o Ibis Paris Bastille faubourg saint antonie, 13 rue troussaud -75011. Vou viajar pela 1° vez a Paris e vou com meus filhos adolescentes de 15 e 17 anos. Por isso gostaria de uma região segura, boa e de fácil acesso aos pontos turisticos. Será que vc poderia me ajudar?

    • Oi, Vanessa! Ambos me parecem boas opções tendo em vista a localização e avaliações de hóspedes. Os dois ficam próximos a estações de metrô, o que torna o deslocamento tranquilo. Pessoalmente, acredito que escolheria o Berne Opera porque tem frigobar nos quartos (caso você queira comprar algo no supermercado, como vinho ou queijos, isso é muito útil) e muita gente diz que os quartos e banheiros do Ibis são pequenos. De qualquer forma, acredito que você não deve se arrepender da escolha :) Um abraço e boa viagem!

  8. LEILA ALI SAADI

    Olá Boa tarde !
    Estou indo com a minha mãe em Maio e gostaria de saber como é o clima em Paris nessa época? Onde vc nos indica a ficar que seja perto de metrô, e que os hotéis não sejam caros

    • Oi, Leila! Maio é primavera, mas o clima pode mudar muito de um ano pra outro. Geralmente faz entre 10 e 20 graus. É um mês gostoso pra visitar a cidade :) Sobre hospedagem, como falei no post, costuma haver opções mais em conta em regiões como o Canal Saint-Martin e Bastille. Sobre a proximidade do metrô, recomendo checar a localização específica do hotel no mapa :) Estando perto de uma estação não acho tão ruim ficar longe do centro, mas perde-se tempo no deslocamento, então pra uma estadia de poucos dias eu priorizaria algo mais central. Um abraço!

  9. LEILA ALI SAADI

    Queria ir de trem para Suíça ou para a Itália o que vc acha? Seria uma boa?

    • Oi, Leila! Saindo de Paris, você quer dizer? Me parece legal, sim! :) Acredito que nesses trechos tem trens de alta velocidade e comuns, e as paisagens devem ser bem bonitas. Eu amo viajar de trem; é meu meio de transporte preferido!

  10. SAMUEL LIMA

    Boa noite! Estamos indo em maio um grupo de 6 pessoas, gostamos de passear até a noite. Poderia me informar se é seguro se hospedar no 18 ou 19 arrondissement? Andar a noite com criança e pessoa idosa?

    • Oi, Samuel! Pelo que sei, nesses arrondissements existem algumas áreas um pouco menos seguras que outras. Pra ter uma ideia mais precisa, sugiro conferir os comentários de hóspedes anteriores dos lugares onde vocês estiverem pensando em ficar, através de sites como o Booking; normalmente as pessoas falam se sentiram insegurança nos arredores da hospedagem :) Um abraço!

  11. Márcia Cavalcanti

    Olá, pretendo ficar 6 dias em Paris, acha um tempo suficiente para explorar A capital?

    • Oi, Márcia! É suficiente pra ver a maior parte das atrações, sim! Se quiser ficar “de bobeira” e conhecer lugares menos turísticos, seria melhor passar alguns dias a mais, mas com 6 dias dá pra fazer bastante coisa :)

  12. Gisele

    Ola Luisa, pretendo ir pra Paris para ir pra Disney, onde vc sugere que me hospede? Qual bairro, isso tudo contando com poucos recursos de uma mochileira hehe

    • Oi, Gisele! O trem que vai para a Disney Paris é o RER A sentido “Marne-la-Vallée”. As estações em que o trem RER A passa em Paris, se não me engano, são La Défense, Charles de Gaulle – Étoile, Auber, Chatelet – Les Halles, Nation e Gare de Lyon. Eu procuraria um hostel perto de alguma delas :)

  13. Viviane Santos De Souza

    Bom dia!Iremos em Maio ficar 4 dias em Paris.Somos 5 adultos e 2 crianças. Optamos por ARBNB em Lê Chesnay.Seria uma boa localização?E em Maio que tipo de roupa usar?Meia estação?

    • Oi, Viviane! Em maio deve estar friozinho, mas o ideal é você checar a previsão do tempo nas semanas antes da viagem pra ter uma ideia melhor, porque hoje em dia varia muito. O Le Chesnay a que você se refere é uma comuna fora de Paris? Se for isso mesmo, acho meio longe pra uma viagem curta e com crianças…

  14. Gilvana

    Oi, Luisa . Gostaria de saber
    Se ficar na 27 Avenue de Lowendal BAT COUR, Paris, Ilha de França 75015, França é fácil de se locomover e se o bairro é tranquilo. Bjos

  15. Rose

    Olá, estou indo com minha filha e pretendo ficar em locação Airbnb, a região da Republique é segura? Parabéns pelo blog.

  16. Valéria s

    Olá! Estou querendo ir em outubro à Paris, com meu marido. A temperatura nessa época está muito fria? Conhece algum hotel que falem português? Obrigada

    • Oi, Valéria! A média nessa época geralmente é entre 10 e 16°C, mais ou menos, mas sempre pode variar. Acho legal o outono europeu e é bom que não tem TANTOS turistas :) Infelizmente não conheço hotéis onde falem português :/ Um abraço!

  17. Arlete Graciano

    Ola Luisa, boa tarde! Estaremos indo para Paris em familia no inicio de julho e ficaremos 9 dias. Dentre os passeios culturais que todos fazem, iremos na disney levar minha filha de 15 anos. Estamos pesquisando hospedagem pelo booking e airbnb. Voce tem dicas de lugares para ficar com baixo custo e acesso facil a metro e os passeios em geral? Sei que no centro e regiões até a 11ºArr é mais caro, mas será que compensa ficar muito longe pelos acessos e transportes?

    • Oi, Arlete! Não tenho dicas de lugares específicos pra se hospedar lá em família porque sempre fiquei em albergues ou em apartamentos que já não estão disponíveis pra aluguel. Mas em relação a compensar ficar longe, te dou minha opinião: com 9 dias, vocês vão poder fazer as coisas com calma, então acho que compensa ficar um pouco mais longe, sim – desde que perto de uma estação de metrô. :) Boa viagem!

  18. Mônica Cabral Cunha

    Olá Luisa, muito legal seu blog! Amei!!! Fui em dezembro pra Paris e amei tanto que estou indo de novo agora em Julho.
    Uma moça com nome de Valéria perguntou pra você se tem hotel que falam português em Paris e eu não consegui responder diretamente pra ela. Se você puder dizer, eu agradeço. Eu fiquei no Clony Square no 5. distrito e os recepcionistas não falam português, mas as meninas que trabalham lá e servem o café da manhã e e a outra que limpa os quartos, sim! Uma é Angolana e outra é Portuguesa. São umas graças de pessoas e nos ajudaram (porque sou intolerante a lactose e ninguém entendia nem em inglês…rs). Bjão grande

    • Ah, que legal! Muito obrigada pela dica, Mônica! Vou passar pra ela :) Um grande abraço!

Deixe o seu comentário