Alemanha

Onde se hospedar em Berlim: os melhores bairros

Berlim é uma cidade grande, mas nem parece tanto, porque tem um bom sistema de transporte público. E em tempos de smartphones, é bem fácil descobrir como se deslocar por lá. Se você não está muito longe do centro e tem um metrô por perto, não tem muito erro. Mas é claro que o ideal é ficar numa localização realmente boa, né? Os bairros ao redor do “miolinho” da cidade vão tornar sua vida mais prática e ter mais lugarzinhos interessantes nos arredores. Pra ter uma ideia de como está dividida a cidade, veja esse mapinha. Depois confira o guia que preparei com as melhores regiões onde se hospedar em Berlim:

Onde se hospedar em Berlim

Mitte

Esse é o bairro mais central de Berlim e fica pertinho da maioria dos principais pontos turísticos da cidade. Por ali, você encontra a Catedral (Berliner Dom), a Ilha dos Museus, o Portão de Brandenburgo, a Alexanderplatz (onde fica a famosa Torre de TV) e o Memorial do Holocausto, por exemplo. Como o bairro é grande, você pode usar essas atrações como pontos de referência.

Um albergue muito recomendado por lá é o Generator Berlin Mitte, parte de uma rede de hostels com ótima reputação. Alguns amigos ficaram lá e curtiram muito, e a localização é mesmo ótima. Outro muito elogiado é o Circus Hostel. Pra quem procura um hotel, o Motel One Berlin-Hackescher Markt e o Ibis Styles Berlin Mitte são opções interessantes que não costumam custar uma fortuna, e numa faixa de preço um pouco acima o Radisson Blue tem boas avaliações.

Veja outras opções de hospedagem em Mitte

catedral de berlim

Tiergarten

A região do Tiergarten fica bem pertinho de Mitte, e nela você encontra o parque de mesmo nome (que é bem delícia), o Reichstag (prédio do Parlamento, que pode ser visitado) e a Potsdamer Platz, que é uma boa referência de localização se você for procurar hospedagem por lá.

Nessa região existem vários bons hotéis de grandes redes, como o Marriott Potsdamer Platz, que segue o alto nível da rede. Meus tios ficaram lá e adoraram, e eu fui tomar café da manhã com eles e curti tanto a comida quanto a localização.

Veja outras opções de hospedagem em Tiergarten

potsdamer platz

Não se esqueça que o seguro viagem é obrigatório para a entrada em quase todos os países da Europa, incluindo a Alemanha. Veja como contratar o seu com desconto.

Charlottenburg

Na época em que existia o Muro de Berlim, o bairro de Charlottenburg era o centro da parte Ocidental da cidade. Não existem tantos pontos turísticos por lá além do Palácio de Charlottenburg, mas é uma região bem agradável e perto de outros pontos de interesse. Fica coladinha com a área do Tiergarten.

Veja as opções de hospedagem em Charlottenburg

Prenzlauer Berg

As principais atrações de Prenzlauer Berg são, na minha opinião, os muitos restaurantes, bares e lojas interessantes. Além disso, por ali você encontra o Memorial do Muro de Berlim da Bernauer Strasse, que é um dos meus pontos turísticos preferidos na cidade, e o Mauerpark, onde rola um mercado de pulgas superlegal (e supermovimentado) aos domingos. O bairro é charmosinho e seguro e é rápido ir de lá pra Mitte de metrô.

Já fiquei hospedada por lá num quarto pra 4 com banheiro privativo no Pffefferbet Hostel, um albergue organizado, limpinho, confortável, com um bar legal (foto abaixo). Ele fica perto de uma estação de metrô e de bons cafés e restaurantes.

Veja outras opções de hospedagem em Prenzlauer Berg

hostel em prenzlauer berg

Leia também:
Berlim: os mercados de pulga do Mauerpark e de Neukolln

Friedrichshain

O Friedrichshain é um dos queridinhos dos hipsters, reunindo vários bares descolados e baladas. É uma região mais alternativa, sendo muito frequentada por jovens, e lá você encontra boas opções de albergues. Também fica ali a East Side Gallery, famoso pedaço do muro de Berlim que é coberto de pinturas.

Veja as opções de hospedagem em Friedrichshain

east side gallery

Leia também:
Berlim: explorando uma cidade que se transforma

Kreuzberg

O bairro vizinho, Kreuzberg, também tá “na moda”, tendo mudado bastante nos últimos anos: algumas décadas atrás ele era considerado perigoso, mas hoje as regiões mais movimentadas são seguras. Junto com o Friedrichshain, é um dos melhores lugares pra ficar caso você esteja a fim de curtir a vida noturna berlinense, porque várias das boates mais famosas ficam por ali. Essa região é tradicionalmente reduto de imigrantes, então é multicultural, colorida e interessante pra quem quer explorar uma Berlim além dos pontos turísticos.

Quase fiquei hospedada lá uma vez, no hostel The Cat’s Pajamas, que me foi recomendado. Precisei cancelar, mas parecia ótimo.

Veja mais opções de hospedagem em Kreuzberg

kreuzberg

E você, onde escolheu se hospedar em Berlim? Curtiu ou não? Conta aí nos comentários!

Fazendo sua reserva através dos links do post, o Janelas Abertas ganha uma pequena comissão que me permite trazer cada vez mais conteúdo e você não paga NADA a mais por isso. Transparência é um valor fundamental por aqui. Leia mais sobre as políticas de monetização do blog.

Contrate seu seguro viagem com desconto
Pesquise e reserve hotéis com os melhores preços no Booking
Alugue um carro nas melhores locadoras com a Rentcars e pague em até 12x
Procure a casa de câmbio com a melhor cotação da sua cidade 

Quando você usa esses links, o blog ganha uma pequena comissão pra se manter vivo e você não paga nada a mais por isso. <3 Saiba mais sobre as políticas de monetização do Janelas Abertas clicando aqui.

Pra conferir muito mais conteúdo sobre viagens todos os dias, siga o Janelas Abertas no Facebook, no Instagram e no Youtube. Espero você lá! :)

Posts Relacionados

0 Comentários

Deixe o seu comentário