Dicas Práticas

10 formas de viajar sem sair de casa

Dicas Práticas | 08/04/20 | Atualizado em 01/06/20 | Deixe um comentário

Enquanto escrevo esse post, uma pandemia nos está obrigando a ficarmos isolados em casa e não há previsão de quando vamos poder viajar novamente. Pra quem ama cair na estrada, limites à circulação podem ser bem difíceis. No entanto, felizmente existem muitas formas de viajar sem sair de casa.

Não só agora, mas em qualquer momento da vida em que você não possa se deslocar geograficamente, continua sendo possível viver boa parte do que as viagens trazem de bom.

Dá pra entrar em contato com outras formas de viver e de ver o mundo, conhecer pessoas de diferentes culturas, ver paisagens lindas, aprender muito e experimentar novos sabores aí mesmo, no seu sofá. É claro que nada substitui o prazer de viver tudo em primeira mão, mas viajar sem sair de casa também é uma delícia! Quer ver?

Leia também:
Como se sentir viajando no seu dia a dia
Como ser um turista na sua própria cidade

10 dicas para viajar sem sair de casa

1. Leia livros de viagem ou de outros países

Uma das minhas formas preferidas de viajar sem sair de casa sempre foi através dos livros. A literatura, afinal, tem esse poder de nos transportar pra realidades diferentes da nossa. Através do narrador, podemos viver aventuras incríveis a muitos quilômetros de distância de casa e até viajar no tempo pra outras épocas.

Já falei aqui sobre o projeto 198 livros, de Camila Navarro do blog Viaggiando, e acho ele uma ótima inspiração pra se aproximar de outras culturas através da literatura. O objetivo dela é ler um livro de cada país do mundo. Acho sensacional, até porque boa parte da literatura que a maioria de nós consome vem de alguns poucos países, né? É sempre bom ampliar perspectivas!

E além de fazer como Camila, que procura por obras que retratem aspectos da cultura do país em questão, você também pode ler livros que falam sobre viagens propriamente ditas.

Alguns dos meus preferidos são Ruína y Leveza e Na Natureza Selvagem. Outras sugestões são os títulos Livre, Mas você vai sozinha?, Não conta lá em casa, De moto pela América do Sul, On the Road e Cem dias entre o céu e o mar.

Saiba mais sobre esses e outros ótimos livros de viagem, de independentes a clássicos, nesse post que escrevi sobre o assunto. Além disso, a seção “Livros” aqui do blog tem mais dicas de obras que ajudam a viajar sem sair de casa.

Leia também:
Relatos inspiradores de viajantes mundo afora

livros de viagem

2. Veja filmes, documentários e séries

Uma das coisas que mais gosto nos livros é que boa parte da “viagem” fica à cargo da minha imaginação. Mas poder ver os lugares na tela também é uma excelente forma de viajar sem sair de casa, né? Melhor ainda se houver uma história instigante por trás, ou um conteúdo que nos faça aprender e refletir.

Pra quem ama viajar e não pode fazê-lo por enquanto, uma ótima alternativa é ver filmes, documentários e séries que falem sobre viagem. Já dei aqui algumas dicas de filmes sobre viagem e também listei documentários de viagem que estão disponíveis na Netflix.

Entre os meus preferidos estão os filmes Antes do Amanhecer, Antes do Pôr do Sol, Encontros e Desencontros, Albergue Espanhol e Diários de Motocicleta. Também vale a pena conferir os documentários Expedition Happiness, Tales by Light e A Magia dos Andes, entre outros tantos.

Sem falar nas séries que nos transportam pra outros países, né? Outlander nos leva pra Escócia, Downtown Abbey pra Inglaterra, Dix Pour Cent pra França, Friends pra Nova York, Sense 8 pra várias partes do mundo…

Outra dica é procurar produções cinematográficas estrangeiras. Netflix, Amazon Prime e outros sites de streaming têm muitos títulos de países árabes, africanos ou asiáticos, por exemplo, que revelam facetas interessantes sobre culturas diferentes da nossa. Sem falar nos filmes brasileiros, que mostram diferentes partes do nosso rico país.

Viajar sem sair de casa pode ser, também, uma ótima oportunidade pra descolonizar nosso olhar! Por que consumir sempre filmes e séries americanos se o mundo é tão grande, né?

3. Escute músicas de diferentes países

O mesmo vale pra outras artes, como a música. Tá passando os dias em casa e já começou a enjoar das suas playlists? Uma dica pra viajar sem sair de casa ao mesmo templo em que amplia seu gosto musical é buscar artistas de diferentes partes do mundo.

No Spotify, no Youtube e em outros players de música é possível encontrar várias coletâneas de países que não exportam tanto assim a sua produção musical. Se tiver amigos de outros países, aproveite e pergunte a eles quais artistas recomendam.

Descobrir outros ritmos e sons é uma delícia. E pode, inclusive, dar origem à curiosidade pra saber mais sobre algum país que você nunca pensou em visitar. Que tal experimentar?

música pra viajar sem sair de casa

4. Escute podcasts de viagem

Essa dica eu sigo muito enquanto estou viajando e quero passar o tempo no ônibus, trem ou avião, mas também é ótima pra quem quer viajar sem sair de casa: escutar podcasts sobre viagens.

Existem dezenas de podcasts de viagem pra os mais diversos estilos, tanto em português quanto em inglês. E essa é uma ótima opção de atividade pra fazer enquanto você faz faxina, lava os pratos, faz exercícios…

Enquanto alguns programas focam em causos curiosos, outros trazem debates sobre temas específicos, entrevistam pessoas que moram pelo mundo ou compartilham informações pra quem está montando um roteiro de viagem.

Meus preferidos são Mochileiros sem Pauta e Viajar pra Quê, mas dei mais 16 dicas de podcasts de viagem aqui.

5. Estude idiomas

Um dos meus hobbies mais antigos é aprender idiomas. Já falei aqui sobre várias razões pra estudar línguas estrangeiras, e uma das minhas preferidas é justamente a imersão em uma nova cultura.

Ao aprender como as pessoas de outros lugares se comunicam, descobrimos muito sobre seus hábitos, comportamentos e visão de mundo. A própria forma de usar a língua diz muito sobre um povo, já reparou? E esse conhecimento também nos abre várias portas, seja durante a viagem ou na preparação pra ela.

Pra que o aprendizado de idiomas seja prazeroso e eficaz, nada melhor que fazer uma imersão. Mas isso não significa que você precise estar in loco num país onde a língua é falada. É super possível mergulhar num idioma aí mesmo onde você está. E além de aprender, você aproveita pra viajar sem sair de casa.

Algumas dicas são assistir a programas de TV, filmes, séries ou escutar músicas e podcasts no idioma que você quer aprender. Também vale espalhar post-its na casa com o nome das coisas naquela língua, usar aplicativos e redes sociais, tentar ler as notícias e escrever um pouco no idioma todos os dias, mudar a língua do seu celular e computador…

Se mais pessoas na sua casa também estiverem animadas pra aprender idiomas, seja com algum objetivo específico ou só pra viajar sem sair de casa, melhor ainda! Experimentem conversar na língua entre si e fazer uma imersão na produção cultural daquele país.

Leia também:
Todos os posts sobre aprendizado de idiomas

estudar idiomas é uma boa forma de viajar sem sair de casa

6. Converse online com estrangeiros

Conversar com pessoas de outros países é outra coisa que ajuda muito a aprender novos idiomas, mas é também uma forma bem legal de viajar sem sair de casa. Afinal, uma das partes mais interessantes de ir pra outros cantos do mundo é conhecer pessoas e descobrir mais sobre sua cultura e hábitos, né?

“Mas como vou fazer isso se não posso sair de casa e não tenho amigos gringos, Luísa?”. Existem sites criados pra promover um intercâmbio linguístico (também chamado de “tandem”) entre pessoas que querem aprender um idioma que é nativo pra outra pessoa.

Por exemplo: você está estudando espanhol e aí entra em contato com um colombiano que quer aprender português. Marcam uma conversa e, nela, falam por meia hora em português e outra meia hora em espanhol. Simples assim! Alguns exemplos de sites que promovem esses intercâmbios de conversação são o Tandem.net e o Speaky.

Mas se o foco central não for a prática de um idioma, você pode também procurar amigos gringos em outras plataformas, como o Couchsurfing, o FriendMatch e o Global Friend. E se já tiver amigos estrangeiros, que tal marcar umas chamadas de vídeo com eles? Assim, você mata as saudades do amigo e dessa atmosfera de conexões internacionais. ;)

desconto worldpackers academy

7. Explore diversas culinárias

Além do idioma, outro elemento muito importante de uma cultura é a culinária. Por isso, uma forma literalmente deliciosa de viajar sem sair de casa é através da comida. É claro que ir num restaurante local onde se preparam comidas típicas com técnicas tradicionais e ingredientes fresquinhos é uma maravilha, né? Mas brincar de “cozinha do mundo” também é massa!

Se houver restaurantes de culinárias diferentes na sua cidade, dá pra apostar no delivery pra descobrir novos sabores. Mas se não for o caso, ou se você curtir cozinhar, uma excelente alternativa é procurar receitas online e tentar reproduzi-las.

Vale ir desde pratos mais familiares pra nós, como os da cozinha francesa e italiana, até comidas que parecem um pouco mais “exóticas”, como tailandesa ou etíope.

Sem esquecer, é claro, das muitas culinárias do nosso próprio país, que são variadíssimas. Imagina alternar entre pratos amazônicos, mineiros, gaúchos e nordestinos numa mesma semana? Fico com água na boca só de pensar!

Leia também:
Comidas típicas da Finlândia
Clássicos da culinária espanhola
Como é a culinária húngara
A forte relação dos mexicanos com o milho

comida mexicana

8. Revisite viagens antigas

Rever viagens antigas também é uma forma superlegal de viajar sem sair de casa. Que tal, por exemplo, organizar, fazer back-up ou simplesmente rever as fotos de lugares aonde já foi? Caso você escreva num diário ou caderninho enquanto viaja, reler esse material também pode ser muito interessante.

E já que a ideia é ficar em casa mesmo, outra sugestão é deixá-la com uma carinha mais “viajante”. Pra isso, basta pegar alguns itens de viagem que acabaram no fundo de uma gaveta ou num cantinho da casa meio escondido e usá-los com mais destaque na decoração. Assim, você revive as lembranças todos os dias.

Ah, e quem sabe essa não pode ser também uma oportunidade pra você finalmente criar seu blog de viagens, ou Instagram, canal do Youtube ou podcast? Reúna as fotos, vídeos ou informações que já acumulou e aproveite o conhecimento disponível online pra se capacitar e compartilhar suas vivências com o mundo!

Leia também:
Como criar um blog de viagens e ganhar dinheiro com ele

9. Faça passeios virtuais

A tecnologia facilita muito essa história de viajar sem sair de casa, né? Dá até pra “caminhar” virtualmente por cidades e pontos turísticos mundo afora!

Com o aplicativo Expeditions, do Google, você pode conhecer virtualmente lugares como o Coliseu, em Roma, e o Monte Everest, no Nepal. Também dá pra usar o bom e velho Google Street View pra procurar uma cidade que você sempre quis visitar, ou que já conheceu, e brincar com a visualização das ruas.

Pra uma experiência em tempo real, vale conferir sites como World Cams e Explore, que dão acesso a câmeras ao vivo em diferentes países.

E se você for fã de museus, também tem muito com o que se ocupar num período em casa. Afinal, muitas instituições oferecem visitas virtuais nos seus sites oficiais. Alguns exemplos são a Galeria Uffizi, em Florença, o Louvre, em Paris e a National Gallery of Art de Washington D.C.

Além disso, o Google Arts and Culture leva você em passeios por centenas de exposições em diversos países. No site, dá pra explorar obras de arte em alta definição, fazer um tour por lugares famosos e assistir a vídeos em 360 graus.

vocÊ pode visitar o louvre sem sair de casa

10. Planeje uma viagem futura

Por fim, outra forma de viajar sem sair de casa é planejando uma viagem pra quando você puder, enfim, sair. Usando o Google, blogs de viagem que você curte ou redes sociais como Instagram e Pinterest, dá pra ter muitas ideias de novos lugares pra conhecer e conseguir dicas pra montar seu itinerário.

Pra mim, a viagem começa já no planejamento e esse processo é superdivertido! Agora mesmo estou planejando meu primeiro rolê pela África e já dei uma espiada nas fotos do feed e destaques de instgrammers que passaram pelos países aonde quero ir. Também fiz uma listinha de livros pra ler, salvei uns posts de blog nos favoritos…

E se você estiver planejando ir pra algum destino onde eu estive, dá uma conferida no conteúdo aqui do blog e lá do Instagram e me manda mensagem caso tenha alguma dúvida!

Leia também:
Como planejar uma viagem
15 dicas para começar a viajar só

as viagens já começam no planejamento

E você, tem outras dicas pra viajar sem sair de casa? Conta aí nos comentários do post!

Posts Relacionados

0 Comentários

Deixe o seu comentário