Dicas Práticas

Como ser turista na própria cidade: um guia básico em 5 passos

Dicas Práticas | 30/10/14 | Atualizado em 31/07/18 | 8 comentários

Olhar pra o meu Recife como se fosse a primeira ou a última vez em que o vejo tem melhorado muito minha relação com a cidade. Muitas vezes, os afazeres do dia a dia e os programas de sempre ficam no caminho, mas é muito gostoso brincar de ser turista na própria cidade, como se tudo nela fosse novidade. Preparei, então, um guia pra quem quer se sentir viajando sem ir pra longe e, de quebra, conhecer melhor o lugar onde vive.

Quer ser turista na própria cidade?

1. Pesquise

Às vezes tem coisas sobre nossa própria cidade que a gente desconhece, né? “Turísticas” ou não. Quer variar os programas de fim de semana? Que tal ir tomar café da manhã naquele hotel legal na beira-mar, fazer um passeio de barco pelo rio, revisitar aquele museu onde não volta desde o colégio ou simplesmente conhecer bares e restaurantes diferentes?

Pra isso, uma dica é fuçar os sites da Secretaria de Turismo do seu Estado e município, ficar ligado nas páginas de turismo e lazer dos jornais, acompanhar blogs de turismo, lifestyle ou gastrô, visitar um posto de informações turísticas e até ler guias de turismo.

Leia também sobre a história da cidade, e, se possível, faça um passeio guiado por alguns dos seus pontos mais importantes. Enxergar o dia a dia sob o viés da história dá um novo sentido às coisas. Normalmente, a gente faz isso quando é criança e nem dá tanto valor, né?

Pergunte também aos seus amigos, ao vivo ou no Facebook: quais são os restaurantes preferidos deles pra comida regional? Pra onde eles costumam levar quem vem de fora? Qual foi a última exposição que eles viram e amaram? Você pode, assim como eu, descobrir muita coisa nova.

2. Encontre parceiros de aventuras

Dá pra encontrar muitas coisas legais no dia a dia, como essa vista linda aí de cima que eu tenho a sorte de paquerar no caminho pra o trabalho. Mas pra fazer um programa ou outro fora da rotina, pode dar preguiça. Que tal, então, arrumar companhia? Pode ser que seu/sua namorad@ ou seus amigos também queiram entrar na onda e explorar mais a cidade.

Se for difícil, vale até arrastar os colegas do trabalho pra um passeio de barco na hora do almoço, como eu fiz. hehe. Sou super fã de viajar sozinha, mas a verdade é que nessa correria da rotina ter um parceiro de aventuras pode dar um grande impulso pra gente fugir da mesmice.

_IMG_1591

3. Não tenha vergonha

Acho que muita gente se sente meio besta turistando na cidade onde vive, né? Mas é esse sentimento que é, na verdade, muito do besta. Se desprender dele é um passo fundamental pra curtir essa viagem-sem-sair-do-lugar com tudo o que tem direito. Uma amiga me disse que se sentiria estranha fazendo uma visita guiada em algum lugar da sua cidade. Eu acharia massa se estivesse em outro lugar e percebesse que no meio dos turistas tinha gente local também, tentando entender mais sobre sua terra.

Tirar fotos também pode chamar atenção dos passantes, mas além de ser uma delícia, nos ajuda a encontrar a beleza nas coisas do dia a dia. Encarar aquela rua, aquele prédio ou aquele rio de sempre e buscar um ângulo fotogênico pode ser um bom exercício pra repensar sua relação com o entorno.

4. Veja tudo como se fosse a última vez

Pode ser especialmente interessante fazer tudo isso se você estiver com viagem marcada pra ir morar em outro lugar por um tempo, meio que como um ritual de despedida. Mas se não for o caso, finja que é. Isso não foi nada racional, mas ultimamente me peguei olhando pra muita coisa ao meu redor como se fosse embora amanhã – com aquele deslumbramento que nos faz, às vezes, tentar registrar uma “fotografia mental” do momento, sabe?

O ser humano tem essa coisa besta de dar mais valor ao que perdeu ou tá longe, então quem sabe imaginar “e se eu não visse isso por um tempão” não ajuda a dar outros ares à sua cidade? ;) Também vale muito tentar se colocar no lugar dos turistas que chegam pela primeira vez, pra quem tudo é diferente e novo. Vamos fazer esse exercício?

~~IMG_2317

5. Separe um ou mais dias só pra isso

Uma coisa difícil quando a gente tá tentando curtir nossa cidade como se estivesse de férias é bem óbvia: em geral, não estamos de férias. Na correria do dia a dia, o tempo passa e a gente nem se dá conta de que aquele bar ou museu novo abriu há meses e você ainda não conseguiu ir. Se fosse uma viagem, o lugar estaria no seu roteiro, né?

Então a dica aqui é fingir (junto com seu companheiro de aventuras!) que tá viajando ou recebendo alguém de fora. Ou seja: separar um ou mais dias pra turistar, como se você estivesse na cidade temporariamente. Aqui no Recife, tem passeios gratuitos oferecidos pela prefeitura nos fins de semana, então rola até de pegar o gancho de um deles e fazer um “dia turístico” com amigos, por exemplo ;)

E você, o que faz pra encarar sua cidade com novos olhos?

Quer receber conteúdo exclusivo e gratuito sobre viagens?

Inscreva-se na lista de e-mails do Janelas Abertas e receba um e-book de 60 páginas com dicas para viajar só + check-lists para sua viagem + dicas inéditas a cada 15 dias.

Posts Relacionados

8 Comentários

  1. Leonardo

    Muito bom seus comentários, Luísa !
    É frequente esquecermos de nossa dependência, tão frágil, com relação ao tempo. E aí, adiamos muitas ações simples (explorar coisas ao nosso redor e mesmo postergarmos um abraço, um “eu te amo” etc), por considerarmos que sempre teremos um amanhã.
    Abs,

    • Luísa Ferreira

      É verdade! Obrigada pelo comentário, Leonardo! :) Um abraço.

  2. Carlos Torres

    Acabei de conhecer seu blog e estou gostando muito das suas matérias.
    No carnaval de 2014, como não ia viajar, resolvi fazer turismo na cidade que moro, Belo Horizonte/MG, e olha que conheci muitos lugares que sempre deixava para depois. Sucesso. Carlos

    • Luísa Ferreira

      Que ótimo, Carlos! BH é uma delícia :) Um abraço e obrigada pelo comentário!

  3. BIANCA

    Pelamor, onde é esse restaurante com essa vista???

  4. Gerlane

    Oi, Luisa.
    Adorei o seu poste. Sempre posso eu tiro um tempo pra turistar na minha cidade. Há uns dois anos me dei conta de que eu já conheci alguns lugares pelo Brasil, mas na minha cidade eu não conhecia praticamente nada. Chega até ser vergonhoso, mas eu não conhecia bem os principais cartões postais da cidade. Foi então que comecei a aproveitar os finais de semana e feriados para esse fim e ainda consigo juntar uma turma comigo. É muito bom, olhar as coisas de uma outra maneira, como se fosse a primeira e ultima vez que estivessemos vendo, nos faz ficar mais atentos aos detalhes que muitas das vezes parecem ser insignificantes.

    • Oi, Gerlane! Que legal, muito boa essa prática :D E que bom que você ainda consegue juntar uma galera, deve ser superdivertido! Qual é sua cidade? Um abraço e obrigada pelo comentário!

Deixe o seu comentário

Inscreva-se na newsletter do Janelas Abertas

Receba dicas e recursos de viagem de graça!

  • E-book de 60 páginas com dicas para viajar só
  • Check-list para viagens internacionais
  • Check-list para arrumar a mala
  • Newsletter quinzenal com conteúdo exclusivo

É só se inscrever na lista: