Espanha

Clássicos da culinária espanhola que você precisa provar

Espanha | 24/09/14 | Atualizado em 22/05/17 | 9 comentários

Reza a lenda que garçons andaluzes tinham o costume de tampar os copos de bebida com pires para protegê-los das moscas nos meses quentes. Com o tempo, o pratinho passou a ser usado para servir pedaços de queijo, embutidos e azeitonas. História bonita, né? ;) hehe. Teria vindo daí a tradição das “tapas”, pratinhos de petisco que os espanhóis costumam comer de bar em bar (a.k.a “ir de tapas”).

Desde petiscos a versões reduzidas de prato quentes, é grande a variedade de tapas, mas a culinária espanhola vai além disso <3 Tomate, azeite de oliva, frutos do mar, azeitona, carne de porco, embutido, pão, batata e ovos são apenas alguns dos elementos marcantes da comilância por lá. Por isso, senhoras e senhores, apresento a vocês alguns destaques da mesa vermelhoamarela. É claro que o país, mesmo não sendo tão grande, tem suas variedades regionais, mas a maior parte desses babados você encontra facilmente em todo canto ;)

Vai pra Europa? Não se esqueça que o seguro viagem é obrigatório pra entrar lá!
Clique aqui e saiba como contratar o seu com desconto.

Atenção: recomenda-se acompanhar as seguintes guloseimas com um bom vinho, cerveja, sangría ou tinto de verano (vinho tinto com refrigerante sabor limão, gelo e uma rodela de limão). Buen provecho!

Café da manhã

Sou a favor de comer bem desde os primeiros momentos do dia, hehe. Por isso, começo com um tópico sobre o café da manhã (desayuno) típico, que costuma incluir café com leite ou suco de laranja e alguma “bollería” (coisinhas de confeitaria), churros ou porras (não, não é o que você tá pensando :P é um treco parecido com churros), ou torrada (que pode vir com tomate ou azeite, principalmente na Andaluzia). Um hábito que eu adorava era o de tomar o café num bar ^^ Em Valladolid, vez ou outra eu saía cedinho e fazia isso, pagando uma pechincha por um croissant + café com leite + suco, como na foto abaixo <3

desayuno

Tapas

A variedade é realmente enorme, mas eu não podia deixar de mencionar algumas por aqui. Entre minhas preferidas tão os montaditos (pequenos sanduíches com recheios variados), croquetas (tipo uns bolinhos empanados – em Valladolid, comia sempre umas croquetas maravilhosas recheadas de presunto e molho branco, como falei nesse post), queijo manchego com molho de mel, batatas bravas (pedaços de batatas assadas com molho levemente picante), entre tantas outras.

Tem muita coisa que muda de nome de acordo com a região e com o bar, mas não importa: o melhor mesmo é provar tudo, sem nem saber direito o que é :D Pra quem vai pra Valladolid, falei aqui sobre alguns dos meus bares preferidos pra “salir de tapas” por lá ;)

tapa1

tapa2

Azeite de oliva

Ingrediente importante da dieta mediterrânea, o azeite de oliva é muito presente na culinária espanhola, indo desde o café da manhã ao jantar. Da mesma forma, azeitonas também são muito comuns, boas e – o que é melhor – baratas ;) Aprendi a gostar delas em Sevilha <3

Bonito

Peixe parecido com o atum, comido enlatado, ao natural ou em azeite. É servido como “tapa” em muitos bares.

Já tá seguindo o blog nas redes sociais? Curte aí: Facebook e Instagram ;)

Chorizo

Esse é um clássico. Embutido típico espanhol, feito com carne picada e gordura de porco e condimentada com pimentão, que dá sua cor vermelha característica. Pode ser defumado e existe em vários formatos e espessuras, com algumas variações tipo doce, picante, defumado… Quer conhecer a fundo essa iguaria? Clica aqui.

Churros

Diferente dos nossos, os churros espanhóis não vêm recheados, mas sim cobertos de açúcar e acompanhados de café com leite ou chocolate quente bem espesso, onde você deve mergulhá-los. Sim, é uma bomba de gordura. E sim, é uma delícia. Em Madrid, um lugar clássico pra prova-los é a Chocolatería San Ginés. Como falei lá na parte do desayuno, outra opção são as porras, bem parecidas com os churros.

churros

churros3

Paella

Um dos pratos mais conhecidos da culinária espanhola, a paella é feita de arroz, azeite, açafrão (que dá sua cor amarela) e frutos do mar como camarão, lula e mexilhão. Na versão valenciana, ela leva feijão, frango, tomate, coelho, pato… Uma mistureba danada. E deli que só :)

Fabada

Esse eu nunca comi, mas é típico de Astúrias e me parece uma espécie de feijoada à la espanhola. A fabada é feita de feijões brancos e partes do porco, como orelha, chorizo e morcilha (que explico lá embaixo).

Gazpacho

Muito comum na Andaluzia, onde morei em 2009-2010, o gazpacho é uma sopa fria à base de tomate, pepino, pimentões, alho e outros ingredientes. Existem variações no preparo, já que ele também é consumido em outras regiões. Sim, é sopa fria. Sim, pode parecer estranho. Mas vale experimentar ;)

frutosdomar_salmorejo

Salmorejo

Parecida com o gazpacho, essa sopa cremosa fria também é típica da Andaluzia e feita com tomate, alho, pimentão, azeite etc e tal. Pra mim, que não sou profunda entendedora, a principal diferença entre esse item e o anterior é a consistência, já que o gazpacho é mais líquido. O salmorejo é servido em prato de sopa mesmo e pode ser acompanhado por ovo cozido.

Tortilla de patatas

Outro prato mega típico, a tortilla é tipo uma omelete gordinha, ou uma torta feita de ovos e batatas :} Em algumas variações, se inclui ingredientes como chorizo, pimentão, cebola etc. Você encontra tortillas em pedaços (como “tapa”) ou inteira (uma “ración”) em bares ou cafés, e rola de comer desde o café da manhã até o jantar. Só fique ligado porque uma amiga inglesa se confundiu na hora de fazer o pedido num bar e acabou tendo que comer uma inteira sozinha hehe. Obviamente eu prefiro as recém-preparadas, fresquinhas e molhadinhas, mas em Valladolid eu tinha o costume de compra-las no supermercado e esquentar no microondas e ficava de boa ;)

tortilla

Jamón

Esse é outro clássico indiscutível. Na verdade tem vários tipos de jamón (presunto), mas como eu não sou superfã, não sou mega entendedora das diferenças :B O que eu sei é que o porco e o presunto são importantes na dieta da Península Ibérica desde a era romana, tendo sido proibidos durante a época de domínio pelos Mouros e depois voltado à popularidade quando os cristãos retomaram o controle da região.

Além disso, pelo que li por aí, o jamón ibérico é feito com porcos ibéricos, com pele escura e alimentados com “bellotas” (aquela fruta/semente que os esquilos comem nos desenhos), enquanto o serrano é feito de vários tipos de porcos brancos, principalmente nas zonas montanhosas. Enfim: blablablá à parte, a questão é que você encontra jamón em todo canto, e se for mega fã vai se esbaldar em mercados e no Museo del Jamón, restaurante temático com várias unidades em Madri ;)

jamon_montagem

Morcilla

A morcilla, também conhecida como chouriço de sangue, é – como o próprio nome indica – feita a partir de sangue coagulado. Esse embutido pode também levar carne e gordura de porco, além de vários temperos. A morcilla também existe em muitas variedades nas diferentes regiões da Espanha e em outros países europeus e latino-americanos, como você vê aqui. Na Espanha, uma das mais conhecidas é a de Burgos.

Cocido madrileño

Típico de Madri – obviamente -, o cozido de lá é bem “comida de domingo”, sendo composto por três “etapas”: primeiro o caldo que resulta do cozimento de todo o resto, que é serviço como sopa; depois grãos de bico e verduras como cenoura, repolho e batata cozidos; e depois carnes: toucinho, morcilla, chorizo, galinha, joelho de porco etc.

E você, já foi na Espanha? Qual foi sua comida preferida por lá? Me conta! :D

Contrate seu seguro viagem com desconto na Mondial Assistance
Pesquise e reserve hotéis com os melhores preços no Booking
Alugue um carro nas melhores locadoras com a Rentcars e pague em até 12x
Procure a casa de câmbio com a melhor cotação da sua cidade 

Quando você usa esses links, o blog ganha uma pequena comissão pra se manter vivo e você não paga nada a mais por isso. <3 Saiba mais sobre as políticas de monetização do Janelas Abertas clicando aqui.

Pra conferir muito mais conteúdo sobre viagens todos os dias, siga o Janelas Abertas no Facebook, no Instagram e no Youtube. Espero você lá! :)

Quer receber conteúdo exclusivo e gratuito sobre viagens?

Inscreva-se na lista de e-mails do Janelas Abertas e receba um e-book de 60 páginas com dicas para viajar só + check-lists para sua viagem + dicas inéditas a cada 15 dias.

Posts Relacionados

9 Comentários

  1. José Antônio gama lobo

    Você se esqueceu-se um prato típico da região de Castela, que é o cozido Maragato. É tudo já mencionado no cozido madrilenho contudo comido às avessas, porque? Estando o povo daquela região em constantes combates, primeiro comia-se a proteína, deixando-se para depois os demais alimentos, contudo no caldo vem também massinha dando-lhe mais conteúdo.
    Se queres provar tem dois restaurantes em Astorga que servem este prato divinamente.
    Por acaso estou lhe escrevendo de Madri, o que motivou o meu acesso a sua página.

    • Oi, José! Obrigada pelo comentário :) Infinitos pratos ficaram de fora da lista, mas espero poder ir à Espanha muito mais vezes pra poder provar vários outros e ampliá-la! :D O Mercado de São Miguel é incrível mesmo! Um abraço

  2. José Antônio gama lobo

    Faltou um detalhe, é difícil priorizar um prato quando se tem uma variedade enorme gastronômicaé algo um tanto difícil , contudo não abro mão de algumas horas no Mercado São Miguel, ou mesmo na cobertura, área gastronômica, do Corte Inglês próximo à Praça Maior que tudo o que tem no mercado contudo com melhor preço. Difícil é sair de lá sem estar empanzinado e com o teor etílico um tanto elevado.

    • aroma

      Consigo imaginar o aroma dessas delicias!
      Amei,
      bijus ;)

  3. Fernando

    Excelente seleção! Para mim, a gastronomia espanhola beira a perfeição. Com relação aos locais, em minha opinião, os melhores churros que comi foram na Churreria Las Farolas (C. Mayor, 11) e para jamón e embutidos, a loja Beher (C. Fuencarral, 106), onde vendem toda classe de embutidos de alta qualidade e ainda é possível consumir no local, que também vende vinhos (sugiro o Ramón Bilbao).

    • Oi, Fernando! Que massa, valeu pelas dicas :D Quando voltar à Espanha vou conferir ;)

  4. Antonio Jose de Souza

    Gostaria de conhecer mais sobre “chitorra” ou “Tztorra” e preparo de massa e temperos usados. obrigado

  5. Joel Santos

    gostei do site e Adorei suas dicas. vao me ajudar muito

Deixe o seu comentário

Não saia do Brasil sem seguro viagem!

Use o cupom de desconto JANELASABERTAS5 e economize.