Rio de Janeiro

Onde se hospedar em Paraty, no Rio de Janeiro

Rio de Janeiro | 05/04/18 | Atualizado em 14/10/18 | Deixe um comentário

Em alta temporada e durante festivais, é claro que os preços de hospedagem em Paraty sobem um pouco (ou muito). Mas essa charmosíssima cidade colonial a 260 km do Rio de Janeiro tem opções de pousadas e albergues pra todos os bolsos e dá pra curtir bem a viagem sem ir à falência. Passei duas semanas por lá em maio de 2017 e me apaixonei perdidamente, e arrisco dizer que você vai gamar também.

Como a oferta de hospedagem lá é grande, separei algumas dicas de pousadas e albergues em diferentes regiões da cidade, todos com nota acima de 8 no Booking.com. Os preços que indico a seguir foram encontrados numa busca em março de 2018 pra uma diária pra duas pessoas em maio do mesmo ano. Pra checar valores pra as datas da sua viagem, clique no nome de cada pousada e coloque o período e a quantidade de hóspedes na busca do site.

Leia também:
O que fazer no Centro Histórico de Paraty
Passeio de escuna em Paraty: um dia de praia em praia
Arredores de Paraty: como chegar na Praia do Sono
Arredores de Paraty: o que fazer em Trindade
Arredores de Paraty: passeio por cachoeiras e alambiques
Festivais em Paraty: conheça os eventos que movimentam a cidade

Onde se hospedar em Paraty

No Centro Histórico

O centrinho histórico é a parte mais bonita de Paraty, e ficar hospedado a poucos minutos de vários bares e restaurantes deliciosos é uma vantagem inegável. Infelizmente, as hospedagens que ficam bem nesse miolinho costumam ser mais caras, mas vale a pena orçar pra as datas da sua viagem e colocar na balança.

Entre as muitas pousadas cheias de charme da cidade, a mais famosinha é a Pousada Literária (R$ 1.053), inspirada no festival mais conhecido de lá, a Flip. O lugar é mais sofisticado e conta com piscina grande, SPA e o renomado restaurante Quintal das Letras (que também é aberto ao público).

pousada literária em paraty

Outras opções pra quem busca algo com estrutura de primeira, mas um pouco mais em conta, são a Casa Colonial  (R$ 626), a Pousada Pardieiro (R$ 410) e a Arte Urquijo (R$ 399). Também vale conferir a Pousada do Sandi (R$ 425), a Pousada do Ouro (R$ 433), a Casa de Paraty (R$ 369) e a Pousada da Marquesa (R$ 462).

Se você quer ficar no centro histórico pagando menos, dê uma olhada na Pousada Bartholomeu (R$ 227), Casas do Pátio (R$ 270), Pousada do Cais (R$ 315), Pousada Aconchego (R$ 243), a Jardim dos Oliveiras (R$ 216) e Pousada Arte Colonial (R$ 239).

Opções mais baratas e simples são a Paraty Adventure (R$ 162) e a Pousada do Careca (desde R$ 108), que parecem ter bom custo-benefício. Pra economizar ainda mais, especialmente se for viajar só, sugiro o Breda Hostel (R$ 35 por cama em dormitório misto com 12 camas ou R$ 50 em dormitório com 7 camas).

Atente ao fato de que algumas dessas pousadas ficam bem na Praça Matriz, o que é bom e ruim: bom porque você está no coração da cidade, em pleno burburinho, e ruim porque burburinho significa um pouco mais de barulho e um pouco menos de tranquilidade.

Perto do Centro Histórico

Se você não se importar em caminhar um pouco, pode considerar também outras pousadas que ficam pouco além dos limites do centro histórico, como a Pousada Corsário (R$ 347), que fica à beira do rio que divide o centro histórico e a região que dá acesso à Praia do Pontal.

pousada corsário em paraty

A Pousada do Príncipe (R$ 300) é uma opção com boa reputação no centro comercial da cidade, a poucos minutos da parte histórica. Uma alternativa mais econômica na mesma região é a Pousada Velejador (R$ 185), que fica bem perto da rodoviária e tem boa estrutura (fui lá visitar e gostei muito!).

Pra quem procura um albergue perto do miolinho, uma boa opção é o Che Lagarto, rede internacional que costuma ter um bom padrão e oferece quartos privativos (duplo por R$ 150) ou camas em dormitório misto ou feminino (R$ 35 por pessoa). O Hostel Be Happy também tem quartos duplos (R$ 120 com banheiro compartilhado ou R$ 160 com banheiro privativo) e compartilhados (desde R$ 50 por pessoa).

Na Praia do Pontal

Essa é a praia mais próxima ao Centro Histórico de Paraty. Não sou muito fã dela, mas ficar nessa região significa estar perto de alguns barzinhos “pé na areia” e a uma curta caminhada do centro. A única hospedagem que conheço à beira-mar nesse trecho de praia é o Chill Inn Hostel e Pousada, que tem quartos duplos a partir de R$ 160 e camas em quartos coletivos por R$ 60.

hostel chill in em paraty

Um pouco mais “pra dentro”, mas ainda pertinho do mar e do centro, você encontra as simpáticas pousadas Pontal Gardens (R$ 430) e a Pousada da Praia (R$ 170).

Na Praia do Jabaquara

Meu período em Paraty foi passado à beira-mar, com direito a testemunhar um punhado de nasceres do sol incríveis na Praia do Jabaquara. Fiquei hospedada (em troca de trabalho, como contei aqui) no Hotel Brunello (R$ 180), uma pousada simples, mas de ótima qualidade, e com uma equipe sensacional e café da manhã caprichado.

No período que passei lá, conheci hóspedes que eram recorrentes (sempre um bom sinal, né?). E nas redes sociais, que administrei por um tempinho, vi também várias mensagens elogiando o serviço e o staff. :)

hotel brunello em paraty

hotel brunello em paraty

O Jabaquara não é a escolha mais comum para quem procura onde se hospedar em Paraty. Mas é uma região tranquila, com bons bares e restaurantes “pé na areia” com uma atmosfera deliciosa (perfeitos pra jantares românticos).

Mas se você ficar lá e não estiver de carro, prepare-se pra caminhar uns 20 minutos até o centro (sendo que parte do caminho é íngreme) ou esperar um ônibus que passa a cada meia hora, mais ou menos.

onde se hospedar em paraty - nascer do sol na praia do jabaquara

Outras opções nessa região são a Recanto do Jabaquara (R$ 135), com estrutura mais simples e a Eliconial (R$ 260), mais sofisticada, mas um bocadinho mais afastada do centro.

E você, tem outras dicas de onde se hospedar em Paraty? Conta aí nos comentários!

Com exceção da foto de destaque no topo do post, as fotos do Hotel Brunello e a do nascer do sol no Jabaquara, as imagens que ilustram o post são materiais de divulgação das pousadas mencionadas. Fazendo sua reserva através dos links do post, o Janelas Abertas ganha uma pequena comissão que me permite trazer cada vez mais conteúdo e você não paga NADA a mais por isso. Transparência é um valor fundamental por aqui. Leia mais sobre as políticas de monetização do blog.

Contrate seu seguro viagem com desconto
Pesquise e reserve hotéis com os melhores preços no Booking
Alugue um carro nas melhores locadoras com a Rentcars e pague em até 12x
Procure a casa de câmbio com a melhor cotação da sua cidade 

Quando você usa esses links, o blog ganha uma pequena comissão pra se manter vivo e você não paga nada a mais por isso. <3 Saiba mais sobre as políticas de monetização do Janelas Abertas clicando aqui.

Pra conferir muito mais conteúdo sobre viagens todos os dias, siga o Janelas Abertas no Facebook, no Instagram e no Youtube. Espero você lá! :)

Posts Relacionados

0 Comentários

Deixe o seu comentário