Mônaco

Turismo em Mônaco: o que fazer nesse pequeno país

Mônaco | 09/05/13 | Atualizado em 07/01/18 | 1 comentário

Coloquei Mônaco no bolo de “sul da França”, no roteiro delícia que fiz de carro pela região. Apesar disso, ele é, na verdade, uma cidade-estado independente. Esse micro-país é famoso pelo seu circuito de Fórmula 1, seu cassino, seus carros de luxo e seu alto custo de vida, e nas horas que passei fazendo turismo em Mônaco foi isso mesmo que eu vi.

Achei difícil imaginar pessoas de verdade vivendo ali – à primeira vista, parece que só existem turistas e milionários, e essa atmosfera meio surreal foi o que achei mais interessante no passeio. Muita gente diz que Mônaco é um dos lugares menos interessantes dessa região e realmente não me  marcou muito, mas fiquei curiosa pra conhecer melhor a dinâmica de lá…

~IMG_5009

Fomos a Mônaco de carro, depois de parar em outras cidades lindas no caminho desde Nice (nossa “base”), como contei aqui. Ir desde Nice de ônibus é bem fácil (custa só 1 euro e eu vi um monte de ônibus passando). Pra quem vai de carro tem o velho problema de onde estacionar, mas até que é fácil: no mapa que pegamos no hotel tinha vários P’s azuis indicando os estacionamentos cobertos, e pela cidade você também encontra placas com as direções dos estacionamentos e indicando o número de vagas disponíveis. Tava meio engarrafado (e ficamos com a impressão de que isso é frequente) e alguns estacionamentos tavam cheios, mas nada absurdo.

Vai pra Europa? Não se esqueça que o seguro viagem é obrigatório pra entrar lá!
Clique aqui e saiba como contratar o seu com desconto.

Bom, o óbvio é que os fãs de Fórmula 1 devem achar bem legal percorrer as mesmas ruas que tão acostumados a ver no Grand Prix, então pra esses a visita vale só por isso. Ainda assim, tem outros pontos interessantes nesse compacto país. Nossa primeira parada foi num estacionamento perto do Palais Princier, o palácio do principado. Na verdade o estacionamento não era público, mas só percebemos depois que entramos e o “porteiro” nos deixou ficar lá porque eu disse que era rápido, hehe.

O prédio é bonito, mas como sempre (sou previsível) o que eu gostei mais foi da vista. Como o palácio fica no topo de uma rocha, dos dois lados dele dá pra ter uma boa visão das marinas :) Também é possível entrar no edifício pra ver as imponentes instalações – atualmente o ingresso custa 8 euros pra adultos e 4 pra crianças e estudantes -, mas preferimos passear mais pela cidade.

~IMG_5017  ~IMG_4998

Saindo da Place du Palais, tem várias ruazinhas turísticas e fofinhas, com lojas e restaurantes simpáticos. Outro ponto interessante nessa área é a Catedral de Mônaco, que também é muito bonita – e é onde Grace Kelly foi enterrada :B E andando um pouco mais, descendo, você chega no Museu Oceanográfico, com exposições e vários aquários.

De lá, pegamos o carro de novo e estacionamos perto da Allée des Boulingrins, um jardim charmoso que leva à Place du Casino – onde fica, txarans, o Cassino de Monte Carlo. Não entrei porque tava de mochila e tinha que deixar no locker, blablablá, fiquei com preguiça. Mas pra ter um gostinho, o mais fácil é dar um pulo no Café de Paris, ao lado do cassino, que tem máquinas de caça-níquel de todos os tipos, com temas de filmes e séries, e um bar glamouroso com drinks por preços obscenos. Ah, e o café em si, uma brasserie bem francesinha – e movimentada – com mesas na calçada.

~IMG_5041

Ficamos um bom tempo nessa área, observando as pessoas superarrumadas, os carros de luxo absurdos, o pessoal na varanda do caríssimo Hotel de Paris e as árvores de Natal que mudavam de cor ^^ – o bom de viajar no fim do ano é ver essas decorações lindinhas em todo canto :)

~IMG_5067  ~IMG_5060

Antes de ir embora eu ainda queria passar no mini parque de diversões em frente ao porto (dá pra ver na primeira foto) – que parecia ter umas barracas de comida de rua delícia (gordinha), mas a noite já tinha caído e resolvemos voltar a Nice pra jantar no Wayne’s (falei sobre ele aqui). No dia seguinte, saímos cedo em direção a Aix-en-Provence, fazendo duas adoráveis paradas: em Antibes e Cannes. Conto mais no próximo post!

Leia Mais:

De Nice a Mônaco

Nice – Roteiro

Nice – Hotel

Mürren – Uma vila nos Alpes suíços

Berna – Roteiro

Berna – Hostel

Vevey e Château de Chillon

Lausanne – Roteiro

Lausanne – Hostel

Genebra – Roteiro

Suíça e sul da França – Roteiro

Contrate seu seguro viagem com desconto na Mondial Assistance
Pesquise e reserve hotéis com os melhores preços no Booking
Alugue um carro nas melhores locadoras com a Rentcars e pague em até 12x
Procure a casa de câmbio com a melhor cotação da sua cidade 

Quando você usa esses links, o blog ganha uma pequena comissão pra se manter vivo e você não paga nada a mais por isso. <3 Saiba mais sobre as políticas de monetização do Janelas Abertas clicando aqui.

Pra conferir muito mais conteúdo sobre viagens todos os dias, siga o Janelas Abertas no Facebook, no Instagram e no Youtube. Espero você lá! :)

1 Comentário

  1. RFK

    Como sempre, amo seu jeito de escrever, mas esses blogs da ‘viagem do fim de ano’ são especiais porque ao invés de me fazer sonhar sonhos incríveis (o que tb amo!!!), estes me emocionam por trazer de volta momentos maravilhosos, descritos de forma super gostosos. Obg! RFK

Deixe o seu comentário