Suíça

O que fazer na linda Lausanne, na Suíça

Continuando a série de posts sobre a Suíça, uma das minhas partes preferidas da viagem: Lausanne, uma fofa! A cidade é construída sobre três montanhas, o que lhe confere um relevo nada monótono e, assim como Genebra, tem o Lac Léman pra dar um charme a mais, além dos Alpes na paisagem. Como resultado, vários cenários de cartão postal, do tipo que você olha e não acredita que não é uma imagem projetada em chroma key ;)

~IMG_3679

~IMG_3667

Assim, nossas andanças pela cidade foram divididas mais ou menos em três pontos: a zona portuária, o centro histórico (com muitas ruas fechadas pra carros, o que é uma delícia) e a parte mais alta, de Sauvabelin.

Procurando hospedagem em Lausanne? Clique aqui e encontre hotéis e albergues com os melhores preços

Vai pra Europa? Não se esqueça que o seguro viagem é obrigatório pra entrar lá!
Clique aqui e saiba como contratar o seu com desconto.

Chegamos com fome, então antes de mais nada fomos fazer um piquenique na beira do lago, na zona chamada de Ouchy. Estacionamos no Quai de Belgique, pertinho do Vieux-Port, onde encontramos um banquinho, uma árvore linda e uma paisagem onírica. Acho difícil imaginar melhor maneira de começar a explorar a cidade :)

lugar feio pra um piquenique, né?

lugar feio pra um piquenique, né?

~IMG_3713

O lugar onde paramos, por coincidência, era a frente do Museu Olímpico, que dizem ser bem interativo e deve ser massa pra quem curte muito esportes. Não entramos, mas o lugar é importante pra cidade, já que ela é a sede do Comitê Olímpico Internacional.

De lá, subimos pra o centro + Cité (a parte mais histórica). Dá pra ir de metrô (Lausanne é a única cidade da Suíça que tem esse meio de transporte, o que vem bem a calhar com um relevo tão cheio de sobe-desce), porque tem uma estação bem pertinho de onde estávamos. Chegando lá, é só botar as perninhas pra trabalhar!

barraquinha do Marché de Noël na Place Saint François :)

barraquinha do Marché de Noël na Place Saint François :)

Começamos nosso passeio pela Place Saint François, onde fica a charmosa igreja de mesmo nome e onde tava rolando, em dezembro, um pequeno mercado de Natal ^^ Depois de tomar um vinho quente, subimos pela Rue de Bourg, rua pra pedestres cheia de lojas, e andando mais um pouco já dava pra avistar a Cathédrale de Lausanne. Construída no século 13, essa catedral gótica é bem charmosa e a visita é gratuita. Tem até tours guiados, também grátis, de segunda a sábado entre julho e a metade de setembro.

vista da catedral :D

vista da catedral :D

Mas o que eu queria mesmo era subir na torre pra ver a vista, o que não foi possível nesse primeiro dia (quen quen quen…). Sem problemas: no dia seguinte, 25/12, voltamos lá pra ver um concerto de Natal (também gratuito! e ) e eu aproveitei pra subir na torre (por 4 francos suíços). Fui correndo porque tava perto de fechar, mas valeu a pena. Vista linda! <3

concerto de Natal na catedral

concerto de Natal na catedral

Saindo da catedral, a dica é descer a Escalier du Marché (uma escada de madeira coberta, bem bonitinha, construída no século 13 pra ligar os dois mercados que existiam na cidade na época) até a Place de la Palud, onde fica o Hôtel de Ville (prefeitura, prédio do século 17). Num dos prédios em frente à fonte que fica no meio da praça, se ligue num relógio com bonequinhos de madeira que se mexem a cada hora das 9h às 19h – nada superespecial, mas se você estiver por lá perto de alguma hora redonda vale a pena dar uma olhada :)

Place de la Palud e Hôtel de Ville

Place de la Palud e Hôtel de Ville

A outra parte do passeio teria passado despercebida por nós, não fossem as dicas da simpaticíssima atendente do escritório de turismo que fica na estação de trem (na Place de la Gare). Trata-se de Sauvabelin, região que um guia define como “o campo dentro da cidade”. Nessa colina, florestas de carvalho rodeiam o pequeno lago Sauvabelin, em torno do qual você encontra também um pequeno parque com simpáticos animais “de fazenda” (porcos, vacas, bodes ;P) e a Tour de Sauvabelin, uma torre de madeira de 35m construída em 2003. É claro que eu, aloka das vistas, também subi lá (grátis) pra conferir a vista panorâmica da cidade e dos Alpes. Recomendo!

Vai pra Europa? Não se esqueça que o seguro viagem é obrigatório pra entrar lá!
Clique aqui e saiba como contratar o seu com desconto.

Tour de Sauvabelin

Tour de Sauvabelin

pai e filha no topo da torre :)

pai e filha no topo da torre :)

vista da Tour de Sauvabelin

vista da Tour de Sauvabelin

simpáticos, né? :)

simpáticos, né? :)

Lac Sauvabelin

Lac Sauvabelin

E pra fechar, a dica é curtir um momento de extravagância e jantar no Le Chalet Suisse. Porque não dá pra ir na Suíça e fugir do clichê de comer um fondue, né? Esse restaurante é super charmoso e a comida é delícia. Sua localização, na descida de Sauvabelin pro centro, também é ótima – com direito a vistas bonitonas do terraço, onde dá pra sentar quando não tá tão frio. Saí de lá quase rolando, cansada e feliz ^^

Le Chalet Suisse ^^

Le Chalet Suisse ^^

fondue <3

fondue <3

Ah, e em Lausanne tem o mesmo esquema de Genebra dos cartões de transporte gratuitos pra turistas. O Lausanne Transport Card, que você recebe quando faz check-in no hotel ou hostel, dá direito a usar o transporte público livremente durante todo o período da sua hospedagem. Ainda assim, em alguns momentos preferimos sair de carro. Encontrar estacionamento foi até mais fácil do que pensávamos (no mapa que pegamos tinha um monte de símbolo de P mostrando onde estavam), mas o preço é bem salgado.

Por fim, tem também alguns outros museus legais na cidade, que eu não cheguei a visitar. Pra quem interessar, acho que vale a pena dar uma olhada no Musée de l’Art Brut  (com um acervo de obras de arte criadas em clínicas psiquiátricas e presídios) e na Fondation de l’Hermitage. Mais infos sobre Lausanne (incluindo um guia em PDF pra download gratuitoaqui.

Leia mais:

Lausanne – Hostel

Genebra – Roteiro

Genebra – Hostel

Suíça e sul da França – Roteiro

Contrate seu seguro viagem com desconto na Mondial Assistance
Pesquise e reserve hotéis com os melhores preços no Booking
Alugue um carro nas melhores locadoras com a Rentcars e pague em até 12x
Procure a casa de câmbio com a melhor cotação da sua cidade 

Quando você usa esses links, o blog ganha uma pequena comissão pra se manter vivo e você não paga nada a mais por isso. <3 Saiba mais sobre as políticas de monetização do Janelas Abertas clicando aqui.

Pra conferir muito mais conteúdo sobre viagens todos os dias, siga o Janelas Abertas no Facebook, no Instagram e no Youtube. Espero você lá! :)

Posts Relacionados

14 Comentários

  1. sofia

    Olá Luísa,

    estou programando uma viagem para a Suiça em abril e pretendo sair de genebra de manhã, fazer mountreaux e lausanne no mesmo dia e voltar para genebra para dormir. Você acha que é possível? Abs,

    • Oi, Sofia! Possível é sim, são uns 95 km de Genebra a Montreux (e Lausanne no caminho, a uns 65 km de Genebra). Mas Lausanne é linda, acho que merece um dia inteiro :) Uma ideia seria sair cedo e ir pra Lausanne, daí chegando lá você vê se quer mesmo ir pra Montreux ou prefere ficar só por lá mesmo! Pessoalmente, acho que fazer tudo num dia ficaria muito corrido… Um abraço!

  2. Izabel Menegol

    Olá Sofia; Estamos indo para Suíça dia 05 de abril, vamos a Zurique, de lá pensamos em alugar um carro ir a St. Gallen, Vaduz e Chur. Não sei se de lá pode-se ir a Lucerna depois seguir para , Berna, Lausanne . Montreux ver o castelo de chillon e voltaríamos de Genebra para
    Barcelona seguindo viagem até Madri de onde voltamos para o Brasil. Sei que os estacionamentos são caros mas como temos uma certa idade de carro seria mais tranquilo porque gostamos muito dos vilarejos, paisagens ,lagos. Também pretendemos fazer um passeio de trem subindo alguma montanha. Em outra ocasião vindo da Áustria fomos a St. Moritz e de lá fomos de carro até Interlaken. era verão e o dia estava lindo , subimos montanhas que hoje não teria coragem de fazer .Em abril será complicado andar de carro? `So vejo postagens de viagens de trem. Você foi a única que andou de carro.Se puderes dar algumas dicas ficaria grata. Obrigada Izabel

    • Luísa Ferreira

      Oi, Izabel! Me desculpe por não responder antes; viajei e os comentários ficaram acumulados. Acredito que em abril seja tranquilo sim :) Seu roteiro parece ótimo! Com certeza vão ver vilarejos, paisagens e lagos lindíssimos ;) Você tem alguma dúvida específica sobre andar de carro por lá? Um abraço!

  3. SONIA DI REBOUCAS

    POR FAVOR, GOSTARIA DE SABER SE UM DIA LIVRE EM INTERLAKEN DARIA PARA FAZER O PASSEIO A JUNGFRAUN. QUAL TEMPO NECESSARIO E O VALOR DA PASSAGEM.
    OBRIGADA PELAS INFORMACOES DO SEU BLOG. MUITO UTEIS E INTERESSANTES.

    • Luísa Ferreira

      Oi, Sonia! Infelizmente não sei informar, porque não fiz esse passeio. Boa viagem! :)

  4. kleber

    Ola Luisa! Sao otimas sua materias! Estarei indo para Suiça em abril e vou fazer quase tudo com carro, gostaria de saber se em lausanne, se eu for durmir la, eu gosto de lugares com bastante variedades de restaurantes e lojinhas, pelo que li o centro talvez seria a melhor opcão, voce poderia me dar uma estacao de metro como referencia? e para estacionar o carro proximo ao centro, encontro bastante estacionamentos pagos pra deixar o carro? muitooo obrigado e desculpe por tantas duvidas! abraços

    • Luísa Ferreira

      Oi, Kleber! Obrigada! :) O centro de Lausanne tem boas opções de restaurantes e lojas sim ;) Talvez a hospedagem lá seja um pouco cara, mas acredito que vale a pena dar uma olhada em opções nos arredores da Rue Centrale. Infelizmente não sei estações porque não usei o metrô lá e nem prestei atenção nos nomes. Pra estacionar às vezes é preciso rodar um pouquinho até encontrar uma vaga, mas são muitos estacionamentos e enquanto eu estava lá isso não foi um problema, como disse no post (mas os preços são altos). Boa viagem!

  5. Camila

    Bom dia!!!
    Tenho 3 dias “livres” antes de chegar em Chamonix para meu pacote de ski no começo de março… Como genebra fica pertinho, pensei em passar estes 3 dias na Suiça…
    O que vc me recomenda? 2 noites em genebra e 1 em Lausanne ou 2 noites em Lausanne e 1 em Genebra? Sei que esse tipo de questão é muito pessoal, mas to bem perdida… eu e meu namorado gostamos de ir em barzinho, baladinha… portanto, qual das duas cidades vc considera mais agitadinha?

    Outra perguntinha: ja vi que Lausanne tem a parte de cima e a parte de baixo… qual vc recomenda?
    Obrigada

    • Oi, Camila! Eu amei Lausanne e achei Genebra meio “metida à besta”, então dedicaria mais tempo à primeira, mas tem também coisas bem interessantes pra visitar em Genebra, que você pode preferir (viu meu post sobre a cidade?) :) Como você disse, é uma questão pessoal. Lausanne é menor, mas achei mais charmosa. Sobre bar e balada nem sei te dizer, porque visitei as duas cidades com a família e no inverno, então à noite estávamos sempre cansadas e com frio e só frequentei cafés e restaurantes… Imagino que por ser uma cidade maior, Genebra tenha mais opções de vida noturna, mas vi uns bares simpáticos em Lausanne também. Pra uma ou duas noites não deve ser difícil encontrar boas opções em ambas :) Um abraço!

  6. Nereida Luz Brown

    Olá a todos,
    Sou brasileira residente na California nos Estados Unidos. Gostaria de conhecer Lausanne. Vocês poderiam me indicar alguns hoteis bem localizados?
    Obrigada
    Nereida Luz Brown
    Santa Clara – California – USA

    • Oi, Nereida! Fiquei hospedada em um albergue quando fui a Lausanne, então infelizmente não tenho hotéis pra indicar. Mas não deve ser difícil achar boas opções procurando em sites como o Booking.com :) Boa sorte!

  7. Luciana

    Oi, Camila. Sou sua vizinha Moro em Maceió e vou estar em final de abril na Suíça. Vou passar dois dias em Lausanne e Montreux. Estou em dúvida em qual me hospedar. Talvez Lausanne tenha mais coisas p ver. Gostaria de ir também a Gruyères e Lavaux. Seria possível em meio período? É fácil de se locomover de tre

    • Oi, Luciana! Que legal, adoro Maceió. :) Lausanne realmente é maior do que Montreux, eu ficaria lá mesmo. Não fui a Gruyères e Lavaux, então não sei te dizer, mas sugiro que você use algum site como o Rome2Rio para conferir as possíveis formas (e preços e horários) de deslocamento pra se planejar :) Boa viagem!

Deixe o seu comentário