Suíça

Vevey, Montreux e Château de Chillon: charme de sobra na Suíça

Saindo de Lausanne, na Suíça, decidimos ir dar uma conferida no Château de Chillon antes de ir pra nossa próxima parada (Berna). Pesquisando sobre o roteiro, descobri que tinha outra preciosidade no caminho entre Lausanne e Montreux, onde fica o castelo. Era a cidadezinha de Vevey, também à beira do lago Léman. Quer saber como é visitar esses destinos? Continue lendo.

Só paisagem feia no caminho pra Vevey...

Vinhas. Só paisagem feia no caminho pra Vevey…

Vevey

Chegando em Vevey, estacionamos na Grand Place (a praça central da cidade), onde fica o escritório de informações turísticas – que tava fechado, mas tinha mapinhas do lado de fora e agarrei o meu.  Logo nessa praça fica uma das atrações da cidade, um museu sobre as origens da fotografia (Musée Suisse de l’Appareil Photographique). Não entrei, mas li que seus cinco andares são muito interessantes, só que infelizmente as informações tão só em francês (vacilo que nem o do Institut Lumière, em  Lyon, do qual falei aqui).

Vai pra Europa? Não se esqueça que o seguro viagem é obrigatório pra entrar lá!
Clique aqui e saiba como contratar o seu com desconto.

Grande Place de Vevey

Grande Place de Vevey

IMG_3971

Carrossel <3

Já que a parada em Vevey entrou no nosso roteiro meio de última hora, não queríamos nos demorar demaaais e aproveitamos o tempo pra passear pela orla do lago, que é linda. Por lá, encontramos uma casa de chá/loja de coisas de chá e quinquilharias decorativas bem simpática, onde paramos pra um cházim. Ela fica bem perto da Grande Place, indo pra direita (de quem olha pra praça), na beira do Léman.

IMG_3986

Salão de chá :)

Nenhuma dúvida de que estamos na Suíça ;)

Nenhuma dúvida de que estamos na Suíça ;)

Na caminhada, fomos até um pouco depois da estátua de Charles Chaplin, que morou na cidade por 25 anos, até sua morte, no dia de Natal de 1977.  É claro que tinha um grupinho de turistas tirando foto com a estátua, e é claro que eu tirei a minha bem jacu :P Pra os fãs do ator/diretor/etc, uma boa notícia: tá prevista pra 2015 a abertura de um museu sobre ele na cidade.

Chaplin e o Musée de l'alimentation no fundo

Chaplin e o Musée de l’alimentation no fundo

E se você clicou no link do futuro museu, pode ter percebi um curioso “parceiro” na página: a Nestlé. É que a sede mundial da empresa fica lá em Vevey, e pode ser vista na chegada de carro :) Atualmente, a Nestlé mantém por lá o Museu da Alimentação (Alimentarium), bem atrás da estátua de Chaplin. E achá-lo é realmente fácil, já que uma divertida escultura em forma de garfo gigante, instalada no lago, marca a altura do museu ^^

Aachei o tamanho do garfo adequado pra mim :)

Achei o tamanho do garfo adequado pra minha gordice ;)

<3

<3

Outra dica nos arredores de Vevey é conhecer os vinhedos de Lavaux, tombados pela Unesco. Quem fez o passeio e contou pra gente em seu blog foi o meu guru Ricardo Freire, do Viaje na Viagem.

Tchau, Vevey!

Tchau, Vevey!

Montreux e o Château de Chillon

Daí, pegamos estrada outra vez (por uns 10 minutos, porque é tudo ridiculamente perto) até Montreux. Você deve ter ouvido falar da cidade por causa do seu famoso festival de jazz, que este ano vai acontecer de 5 a 20 de julho. Outro atrativo turístico típico é uma estátua de Freddie Mercury, que teve um estúdio por lá e passou seus últimos meses de vida na região. Caminhar sem rumo pela simpática cidadezinha também vale a pena. Mas o grande txans é o Château de Chillon, um charmoso castelo medieval rodeado por uma paisagem incrível.

Château de Chillon

Château de Chillon

Construído no século 12 em cima de uma ilha rochosa, o castelo é bem lindinho. A história do castelo tá dividida em três períodos: o de Savoy (do século 12 até 1536), quando a família Saboia dominava a área; o período Bernese – não sei como se diz em português – (1536-1798), quando era usado como fortaleza e prisão; e o período Valdense, quando tornou-se propriedade do Cantão de Vaud.

O castelo ficou mais famoso quando o poeta inglês Lord Byron escreveu O Prisioneiro de Chillón, depois de visitar o lugar descrito por Rousseau. Publicado em 1816, o poema conta a história de François Bonivard, que foi mantido preso no castelo por se opor aos Saboia. Também não entrei, mas Ricardo Freire entrou e mostra aqui.

Mãe e irmã junto do Château :)

Mãe e irmã junto do Château :)

Você encontra mais informações sobre as duas cidades no site oficial de turismo de Montreux e Vevey.

Leia Mais:

Lausanne – Roteiro

Lausanne – Hostel

Genebra – Roteiro

Suíça e sul da França – Roteiro

Contrate seu seguro viagem com desconto na Mondial Assistance
Pesquise e reserve hotéis com os melhores preços no Booking
Alugue um carro nas melhores locadoras com a Rentcars e pague em até 12x
Procure a casa de câmbio com a melhor cotação da sua cidade 

Quando você usa esses links, o blog ganha uma pequena comissão pra se manter vivo e você não paga nada a mais por isso. <3 Saiba mais sobre as políticas de monetização do Janelas Abertas clicando aqui.

Pra conferir muito mais conteúdo sobre viagens todos os dias, siga o Janelas Abertas no Facebook, no Instagram e no Youtube. Espero você lá! :)

Posts Relacionados

0 Comentários

Deixe o seu comentário