Hungria

Turismo em Budapeste: tudo que você precisa saber

Hungria | 24/08/14 | 6 comentários

Fui pela primeira vez a Budapeste pra participar de uma study session de uma semana. Encontrei a convocatória por acaso na internet, achei massa e me inscrevi mesmo pensando que não tinha a menor chance. Quando fui selecionada, fiquei feliz, mas mal sabia que aquela seria uma das melhores semanas da minha vida.

E mais que isso: não fazia ideia de que voltaria pra lá poucos meses depois, dessa vez pra passar oito semanas trabalhando numa ONG e curtindo um verão maravilhoso. Alguns anos depois, voltei pra passar duas semanas trocando trabalho por hospedagem num albergue por lá. Quer ir morar ou fazer turismo em Budapeste? Super recomendo!

Vai pra Europa? Não se esqueça que o seguro viagem é obrigatório pra entrar lá!
Clique aqui e saiba como contratar o seu com desconto.

Gostei tanto da cidade e das experiências que tive lá que ela se tornou um dos destinos com mais posts aqui no blog. E não acabou: vou continuar alimentando esse guia de Budapeste. Confira uma compilação do que já publiquei sobre a capital da Hungria:

Onde se hospedar em Budapeste

Um guia bairro a bairro para você escolher a melhor região para se hospedar, com links para encontrar hotéis, albergues e apês.

Como foi trabalhar num hostel em Budapeste

Tudo sobre minha experiência fazendo work exchange em um albergue na capital húngara.

Tentando explicar o inexplicável que foi Budapeste pra mim

Um post mais pessoal em que falei do que vivi quando passei um verão morando na cidade.

5 razões pra amar Budapeste

Não faltam motivos para você se apaixonar por Budapeste; veja alguns dos meus preferidos.

Turismo em Budapeste: roteiro básico

Um roteiro detalhado para quem vai fazer turismo em Budapeste pela primeira vez.

Como é o Sziget Festival, que acontece em todos os verões em Budapeste

Esse festival de música é super organizado, diversificado e descontraído. Fui sozinha e amei a experiência.

Tour sobre o comunismo em Budapeste

Um passeio guiado pela cidade com foco na história do país no período comunista e suas reminescências.

Um café-livraria pra se sentir em casa

O Massolit Books and Cafe era um dos meus lugares preferidos por lá. Descubra o por quê.

Sugar shop, ou “como ter uma overdose de açúcar”

Se você gosta de doces e coisas coloridas, vai se encantar por essa doceria que parece ter saído da Fantástica Fábrica de Chocolate.

Bar de leite, ou comunismo repaginado

Conheça a história dos “bares de leite”, comuns na época do comunismo, e veja o que comer em uma das versões atuais desses estabelecimentos.

Indo do aeroporto ao centro

Como ir do aeroporto de Budapeste até o Centro da cidade.

parlamento de budapeste

Budapeste: Comidas

Uma lista de comidas típicas húngaras para você provar quando estiver em Budapeste.

Budapeste: Bebidas

Uma seleção de bebidas típicas da Hungria para acompanhar as comidas do post anterior.

Os melhores bares de Budapeste: parte 1

O que não falta em Budapeste são bares charmosos. Fui a tantos que dividi os posts sobre eles em três partes: Parte 1, Parte 2 e Parte 3.

Saudades antecipadas de Budapeste

Enquanto morava em Budapeste, escrevi um texto ~emocionado~ falando das principais coisas de lá que me deixariam saudades.

Transporte público e endereços

Descubra como usar o eficiente transporte público de Budapeste e como entender os endereços por lá – tarefa não tão simples.

“Aprendendo” húngaro

O húngaro é considerado uma das línguas mais difíceis do mundo. Veja algumas das razões e aprenda palavras básicas para se comunicar no país.

Estágio em Budapeste

Texto sobre o estágio que fiz numa ONG em Budapeste durante dois meses no verão de 2013.

Study Session sobre minorias na mídia em Budapeste

Minhas primeiras impressões sobre a cidade e os aprendizados durante uma semana intensa de “study session” promovida pelo Conselho da Europa.

Tem mais dicas de turismo em Budapeste, ou alguma dúvida pra planejar sua viagem pra lá? Diz aí nos comentários!

Se quiser salvar este post para ler depois, pine a imagem abaixo no seu Pinterest! Aproveite e siga o perfil do Janelas Abertas por lá. :)

dicas de turismo em budapeste

Contrate seu seguro viagem com desconto na Mondial Assistance
Pesquise e reserve hotéis com os melhores preços no Booking
Alugue um carro nas melhores locadoras com a Rentcars e pague em até 12x
Procure a casa de câmbio com a melhor cotação da sua cidade 

Quando você usa esses links, o blog ganha uma pequena comissão pra se manter vivo e você não paga nada a mais por isso. <3 Saiba mais sobre as políticas de monetização do Janelas Abertas clicando aqui.

Pra conferir muito mais conteúdo sobre viagens todos os dias, siga o Janelas Abertas no Facebook, no Instagram e no Youtube. Espero você lá! :)

Posts Relacionados

6 Comentários

  1. PRISCILLA GOMES DE SILVA -

    Oi Luisa, tudo bom? Achei seu blog nas minhas incessantes buscas de bolsas e maneiras de voltar a estudar na europa, haha. Já morei 2 anos aí, 1 ano em Aveiro – Portugal e 1 ano em Budapeste! Vi seus posts sobre Budapeste e to aqui agora com aquele aperto no coração, voltei de lá dia 1 de setembro do ano passado e ainda não consegui superar esse lugar! Eu sou #teamportugal, meu objetivo de vida é voltar em Portugal pra fazer mestrado, doutorado e tentar ficar por lá, mas eu também não dispensaria voltar a morar na Hungria, e queria trocar uma idéia contigo sobre estágios em Budapeste e tal. Eu curtia voltar lá pra estagiar pelo menos, mesmo que não fosse algo de longa duração, e acredito que tu tenhas muita informação pra compartilhar :) O que eu puder dividir contigo também sobre as minhas experiências desses 2 anos vivendo na Europa, ficaria super feliz de compartilhar! Enfim, me contacta por email ou whatsapp, se puder e tiver interesse ^^

    Att.
    Priscilla Gomes
    priscilla@ua.pt
    +5592992437333

    • Oi, Priscilla! Infelizmente eu não tenho como conversar com os leitores por e-mail ou whatsapp pra tirar dúvidas pessoais :~~ Gostaria muito, até porque com certeza tenho muuuito a aprender com vocês também, mas tenho um trabalho bem cansativo além do blog e de outras atividades, então simplesmente não dá tempo :( Mas qualquer pergunta que tenhas manda aqui nos comentários, que eu respondo se souber, e a resposta ainda pode ajudar outras pessoas! :D Sobre estágios em Budapeste eu não tenho informações muito gerais, porque fui pra lá porque tinha conhecido o diretor de uma ONG em um curso e já acertei tudo diretamente com ele, sabe? Mas qualquer coisa me diz! E boa sorte pra realizar esses planos :) Sei bem como é o aperto no coração, mas quando a gente corre atrás as coisas vão acontecendo… Um abraço!

  2. natalino carlos de almeida

    o meu sonho e estudar no pais que tanto amor a hungria e conhecer todo este pais de meu sonho que um dia irei conhecer se eu consequir se eu ficar e arrumando emprego ate me natuzarei e desejando em breve respostas e desejo a todos hu ngaros todas felicidades

  3. Carla

    OIe, Luiza!
    Tudo bem?
    Vou para Budapest ainda esta semana passar 4 meses! Estou encantada com o lugar, antes mesmo de chegar. Acabo de encontrar sua pégina sobre a viagem e tem sido esclarecedora! Ainda lerei tudo, com muita atenção! Obrigada!
    Será que você pode me ajudar com uma coisa?
    Estou meio sem saber qual a melhor opção para se fazer quanto ao dinheiro: não sei se Travel money, conta do brasil mesmo, abro uma conta la…. você tem alguma dica?
    Obrigada!

    • Oi, Carla! Que delícia, espero que você se apaixone tanto quanto eu :) Sobre o dinheiro, eu levaria em espécie uma quantia em euros suficiente pra um pouco mais de um mês e o resto do dinheiro em Travel Money, que você pode sacar lá em florins; mesmo sendo mais caro (você paga IOF como no cartão de crédito), acho mais seguro. A vantagem em relação ao cartão de crédito é que você sabe o valor na hora da compra, não ficando sujeita à flutuação da moeda até a data em que a fatura fechar. O travel money é prático porque você pode recarregar a distância, mas eu sempre levo também um cartão de crédito internacional pra emergências (se fizer isso, lembre-se de avisar ao banco pra que países você vai pra não bloquearem o cartão quando registrarem operações no exterior). Um abraço!

Deixe o seu comentário