Estados Unidos

Quanto custa viajar para Nova York: gastos de viajante econômico

Estados Unidos | 14/09/18 | Atualizado em 26/09/18 | 2 comentários

Nova York é o destino dos sonhos de muita gente. Não era o meu, mas mesmo assim me apaixonei rapidinho pela cidade e fui embora cheia de vontade de voltar em breve. O lado ruim é que não é dos lugares mais baratos pra visitar, ainda mais quando o dólar tá na estratosfera como agora. Mas você pode se surpreender com o quanto custa viajar para Nova York fazendo escolhas econômicas.

Fui pra lá entre 5 e 11 de junho de 2018, totalizando 6 noites e 7 dias, e anotei todos os meus gastos pra compartilhar aqui.

Me hospedei em albergue, me desloquei sempre a pé e de transporte público, cozinhei algumas refeições e não fui a shows da Broadway nem frequentei restaurantes, mas conheci praticamente todas as atrações “famosas”, me diverti muito e não passei perrengue.

Quer saber quanto custa viajar para Nova York nesse esquema mais mochileiro? Vou falar a seguir de cada “categoria” de gasto e depois de quanto gastei no total. :)

top of the rock nyc

Passagens aéreas até Nova York

Não tenho como somar o preço que paguei nas passagens aéreas porque fui pra lá no final de uma viagem de três meses passando por vários destinos, então não fiz Brasil – NY – Brasil. Comprei de uma só vez os trechos Recife – Cidade do México – San Diego e Los Angeles – NY – Recife.

Mas pesquisando agora (setembro de 2018), encontrei passagens pra novembro por R$ 2.500 saindo de São Paulo. Se você monitorar os preços com antecedência, colocar um alerta em sites como Google Flights e ficar de olho nas promoções em sites como Melhores Destinos, dá pra encontrar opções mais em conta.

Transporte em Nova York

A cidade de Nova York é grande, mas você provavelmente vai passar 90% do tempo na ilha de Manhattan, onde dá pra se fazer muita coisa a pé. Pra distâncias mais longas, o metrô super resolve. Ele é meio sujo, meio mal cuidado, tem uma lógica um pouco diferente de todos os metrôs que já usei e não tem uma sinalização muito boa, mas tem Wi-Fi nas estações, e com apps como Google Maps e Moovit não tem como se perder.

Atualmente, uma passagem de metrô em Nova York custa USD 2,75. Como eu ia passar 7 dias e pegar pelo menos dois metrôs por dia, saía mais em conta comprar o cartão que dá direito a viagens ilimitadas por uma semana por 32 USD.

Essa opção compensa pra quem vá fazer mais de 12 viagens nesse período, então vale a pena fazer uma estimativa e calcular se vale a pena pra você. Pra conferir o preço atual do transporte público em NY, acesse o site oficial da MTA.

quanto custa viajar para nova york

Transporte do aeroporto ao centro de NYC

Três aeroportos atendem a cidade de Nova York: LaGuardia (LGA), John F. Kennedy (JFK) e Newark (EWR). Nenhum dos três fica super perto do centro de Manhattan, então se você for pegar um táxi sozinho ou em dupla, provavelmente não vai ser muito barato. Felizmente, todos têm opções mais em conta como ônibus, shuttles e airtrains.

Eu cheguei e saí da cidade por Newark, que fica a 26 quilômetros da Times Square, na cidade de mesmo nome, vizinha a NYC. Pra chegar e sair, peguei um trem que vai do aeroporto até o centro, e de lá um metrô pra o hostel. Cada passagem de trem custou 13 USD, totalizando 26 USD com o transporte de ida e volta do aeroporto.

Alimentação em Nova York

Comer em NYC é relativamente caro, então decidi logo que não seria uma prioridade pra mim. Sei que a cidade tem restaurantes incríveis com culinária do mundo todo, hamburguerias maravilhosas e muitos lugares fofos com donuts, bagels, cupcakes e companhia, mas eu já tinha provado muita coisa gostosa nos dois meses de viagem antes de chegar lá, então meu foco era comer de forma razoavelmente saudável sem ir à falência.

Assim que cheguei, tomei café da manhã na Dunkin Donuts da estação de trem (4,50 USD), mas depois disso não fui em nenhum fast food. Fiz uma compra no supermercado (23 USD) incluindo pão, atum, muesli, leite, cream cheese e frutas, e jantei algumas vezes na cafeteria que ficava dentro do hostel (7 USD por uma salada, 10 USD por um panini com chá gelado, 6 USD por um croissant recheado).

Fora isso, comi um sanduíche e tomei um suco na feirinha Smorgasburg (11 USD), comi um hot dog, um muffin e um cookie nos mercados de Chelsea (12,50 USD) e almocei no Chipotle, rede de comida tex-mex (9,50 USD).

sanduíche philly cheese steak

Somando tudo isso com umas batatas fritas e chá gelado (2,50 USD) e chocolates (5 USD), meu gasto total com comida pra 7 dias foi 95 USD, ou seja, uma média de 13,50 USD por dia. Podia ter economizado ainda mais e podia também ter facilmente gasto no mínimo três vezes esse valor, caso tivesse feito todas as refeições em restaurantes.

Leia também:

Como comer bem em viagens gastando pouco
Como manter uma alimentação saudável em viagens

Hospedagem em Nova York

Uma das coisas mais valiosas dessa vida é um amigo em NYC :P É que quando você para pra ver quanto custa viajar para Nova York, não tem outra: infelizmente a hospedagem é o item mais pesado. Se quiser saber só quanto paguei, vá pra o fim do parágrafo, mas antes vou falar sobre minha acomodação.

A opção mais em conta que encontrei foi alugar um Airbnb no Brooklyn ou no Bronx pra dividir com uma amiga que talvez fosse fazer a viagem comigo. Esses dois bairros já tiveram má fama, mas hoje a maior parte dessas áreas é tão tranquila quanto o miolinho de Manhattan.

O mais importante na hora de escolher a hospedagem é ver as avaliações de quem já ficou no lugar e checar se tem estações de metrô por perto e quanto tempo você levaria pra chegar em Times Square, por exemplo, usando o transporte público.

Procure as melhores opções de hospedagem em Nova York e faça sua reserva grátis

Como minha amiga desistiu e acabei indo pra NY sozinha mesmo, reservei uma cama em quarto compartilhado no HI NYC Hostel, que foi a opção mais barata que encontrei com avaliações boas.

Gostei muito da localização, numa área agradável no Upper West Side, a três minutos de uma linha de metrô e 10 minutos de outra (e do Central Park). Ali por perto tinha mercadinho, restaurantes, lanchonetes, bares etc.

Eles oferecem toalha grátis e os quartos têm acesso por cartão magnético, locker grande (leve seu cadeado ou compre lá), camas boas, luz de leitura e tomada individuais. O banheiro compartilhado era bom: sempre limpo, com muitos chuveiros e espaço pra pendurar as coisas sem molhar.

área comum do hostel em nova york

hospedagem em nova york

As áreas comuns também são ótimas: tem um lobby estiloso, uma sala de TV bem legal, um terraço grande e bonito com árvores e luzinhas, cozinha coletiva grande, mesas com tomadas, elevador e uma cafeteria com comidinhas gostosas. Também tem um locker pago onde você pode deixar as coisas depois do check-out (5 USD) e rolam umas atividades como tours guiados e happy hours.

O que não curti: achei grande demais e meio impessoal, e o quarto era pequeno demais pra 8 camas (era um caos quando várias pessoas queriam mexer na mala ao mesmo tempo) e meio abafado (não conseguimos abrir a janela). O ar condicionado também não podia ser controlado por nós e era bem barulhento.

Provavelmente ficaria lá de novo, mas ficava meio frustrada ao pensar no preço que tava pagando pra um lugar que podia ser bem mais confortável: 52,50 USD por noite, totalizando 315 USD. Se quiser conferir os preços pra as datas da sua viagem, clique aqui.

Atrações turísticas em Nova York

Se você quiser mesmo economizar, é possível não gastar absolutamente nada com atrações turísticas em Nova York. Quer ver a Estátua da Liberdade de perto? Pegue a balsa gratuita pra Staten Island. Quer ver a cidade do alto? Suba até o rooftop de um dos prédios comerciais ao redor do Empire State Building.

Quer ver prédios bonitos? Vá na NY Public Library ou na Grand Central Station. Quer curtir um domingo gostoso? Vá fazer um piquenique no DUMBO, junto da Brooklyn Bridge. Quer ver o que faz de NYC uma cidade tão empolgante? Ande pelas ruas sem rumo.

biblioteca pública de nyc

brooklyn bridge

rua de nyc

Mas caso você faça questão de conhecer as principais atrações da cidade, que também são bem legais, pode preparar o bolso: a maioria custa mais de 20 USD.

O valor total que você vai gastar depende do que quiser fazer, mas entre os pontos mais famosos estão o Empire State Building (58 USD), o American Museum of Natural History (28 USD), o Metropolitan Museum of Art (25 USD), o passeio de barco até a Estátua da Liberdade e Ellis Island (18,50 USD), o Top of the Rock (39 USD), o Guggenheim Museum (25 USD) e o 9/11 Memorial Museum (24 USD). Vale ressaltar, no entanto, que os preços de entrada pra alguns desses museus são “sugeridos”, então você pode pagar menos do que o valor estipulado.

Se interessa pela maioria desses rolês? Então veja se vale a pena você comprar o CityPASS, que custa 126 USD e inclui uma combinação das atrações acima e algumas outras.

Eu usei o passe e também fui no One World Observatory (34 USD), a plataforma de observação mais legal que já visitei. Ambos foram cortesia, mas se não fosse o caso eu teria gasto 160 USD com ingressos pra atrações.

Seguro viagem para Nova York

O único item que paguei em Reais foi o seguro viagem. Apesar de não ser obrigatório pra entrada no país (assim como é pra maior parte da Europa), acho absolutamente indispensável contratar um bom seguro pra os Estados Unidos. Isso porque, como você já deve ter ouvido falar, os custos de serviços médicos por lá são SURREAIS.

Escorregou e quebrou o braço, comeu algo estragado, pegou uma virose braba? Você pode ganhar de presente uma dívida no valor de um carro. Melhor evitar esse risco e pagar muito menos por um bom seguro, né? Fiz o meu através da Seguros Promo e gastei R$ 100 pra o período de uma semana.

Contrate seu seguro viagem para os Estados Unidos com desconto

quanto custa viajar para nova york

Quanto custa viajar para Nova York

Chegou a hora da soma: no fim das contas, quanto custa viajar para Nova York por uma semana numa vibe mais econômica, mas sem perrengues? Vamos lá:

Somando 58 USD de transporte + 315 USD do hostel + 5 USD do locker na saída do hostel + 95 USD de comida + 160 USD de atrações turísticas = 633 USD + R$ 100 de seguro viagem + passagens aéreas.

Com o valor do dólar na época (junho de 2018) a R$ 3,80, o total seria R$ 2.505, com todos os gastos exceto as passagens aéreas. Não é bem uma pechincha, mas também não é a maior fortuna, né?

Importante: caso você ainda não tenha passaporte e visto de turista pra os EUA, considere também esses gastos. Atualmente, os valores são R$257,25 e 160 USD, respectivamente.

Na sua experiência, quanto custa viajar para Nova York? Gastou muito mais ou muito menos do que eu? Tem dicas pra economizar? Conta aí nos comentários!

Contrate seu seguro viagem com desconto
Pesquise e reserve hotéis com os melhores preços no Booking
Alugue um carro nas melhores locadoras com a Rentcars e pague em até 12x
Procure a casa de câmbio com a melhor cotação da sua cidade 

Quando você usa esses links, o blog ganha uma pequena comissão pra se manter vivo e você não paga nada a mais por isso. <3 Saiba mais sobre as políticas de monetização do Janelas Abertas clicando aqui.

Pra conferir muito mais conteúdo sobre viagens todos os dias, siga o Janelas Abertas no Facebook, no Instagram e no Youtube. Espero você lá! :)

Posts Relacionados

2 Comentários

  1. Robson

    Muito legal! Vale destacar que a maioria dos museus são preços sugeridos! Você não é obrigado pagar aquele valor! Eu só pagava 1 dolar! ;-)

    • Oi, Robson! Boa observação, obrigada :) Achava que isso só rolava no Museu de História Natural. Vou acrescentar ao post ;) Um abraço!

Deixe o seu comentário