Estados Unidos

Vale a pena comprar o CityPASS NY? Veja como funciona

Estados Unidos | 19/06/18 | Atualizado em 03/07/19 | Deixe um comentário

Tem muita coisa pra fazer de graça em Nova York. Mas caso você queira conhecer os principais pontos turísticos, pode preparar o bolso, porque os ingressos custam a partir de 18 dólares. Pra economizar, confira se vale a pena comprar o NY CityPASS.

Não sabe do que tou falando? Esse é um daqueles passes turísticos oferecidos em grandes cidades mundo afora, que inclui as entradas pra várias atrações por um preço único e oferece algumas vantagens extra, como evitar filas e ganhar desconto em lojas e em ingressos pra outras atrações.

Em alguns destinos eu acho que esse esquema não compensa, a não ser que você seja um super rato de museus. Mas no caso de Nova York, acredito que numa primeira viagem é bem provável que você queira mesmo visitar todos os lugares incluídos no passe.

Vale a pena comprar o CityPASS NY?

Pra saber se pra você vale a pena comprar o CityPass NY, é preciso decidir que lugares quer visitar em Nova York, calcular quanto custaria pra comprar os ingressos separadamente e comparar o valor com o do passe.

Eu sei, dá preguiça, né? Continue lendo o post, que nele vou falar sobre cada uma das atrações incluídas no “combo” e fazer essa continha pra você, com base nos valores atuais das entradas.

passeio de barco até a estátua da liberdade

O que está incluído no CityPASS NY

O passe inclui seis atrações, sendo que três são fixas e pra as outras três você tem que decidir entre duas opções. As atrações fixas são o Empire State Building (58 USD), o American Museum of Natural History + filme (28 USD) e o Metropolitan Museum of Art (25 USD).

Além dessas, você pode escolher entre o passeio de barco até a Estátua da Liberdade e Ellis Island (18,50 USD) OU o passeio de barco da Circle Line (desde 30 USD); o Top of the Rock (39 USD) OU o Guggenheim Museum (25 USD); e o 9/11 Memorial Museum (24 USD) OU o Intrepid Sea, Air & Space Museum (33 USD).

Então vamos às contas: somando as três atrações fixas, o valor é 111 USD. Somando as três “optativas” mais baratas, o valor é 67,50 USD. E somando as mais caras, o total é 102 USD. Ou seja: se você for visitar o que o CityPASS oferece pagando pelos ingressos separadamente, vai desembolsar no mínimo 178,50 USD e no máximo 213 USD.

O passe, por sua vez, custa 126 USD. Isso significa que a economia, dependendo das atrações que você escolher, é de 52,50 USD a 87 USD (mais de 40% de desconto, no segundo cenário).

Esses valores são pra maiores de 18 anos. Caso você viaje com crianças ou adolescentes, é preciso calcular de acordo com as idades deles e as regras de cada atração. De acordo com o site do próprio CityPASS, pra jovens de 6 a 17 anos a economia chega a 92 USD, porque o valor do passe nesse caso é 104 USD.

Ah, e enquanto alguns dos passes do tipo só valem por dois ou três dias, esse pode ser usado por 9 dias consecutivos, tempo mais do que suficiente pra visitar todas as atrações com calma.

O período é contado a partir do primeiro dia de uso, mas você pode comprar com até um ano de antecedência. Ótimo pra quem não quer concentrar todos os gastos da viagem uma só fatura do cartão, né? Dica da tia Lu :P

Conheça as atrações do CityPASS NY

Quer saber mais sobre cada uma das atrações pra poder se decidir? Continua lendo:

Empire State Building

O Empire State Building é um dos cartões postais de Nova York e subir nele tem todo um valor simbólico. Além do prédio ter o interior bem bonito, em art déco, o observatório no 86º andar dá direito a uma vista lindona. E o melhor é que com o CityPASS você ainda pode subir lá duas vezes no mesmo dia, então dá pra conferir o visual diurno e também o noturno. :)

vista desde o empire state

American Museum of Natural History

Localizado no Central Park, o Museu de História Natural é um dos maiores do tipo e tem exposições bem interessantes sobre diversos temas, desde dinossauros à cultura dos povos do Pacífico, da Ásia, da África e da América Central, além da origem dos humanos, vida nos oceanos e biodiversidade.

O ingresso “básico” tem preço sugerido de 23 USD, mas com o passe você tem acesso também a um filme do planetário (que custaria, no caso, 28 USD). Curti a estrutura do planetário e o filme, que foi narrado pelo badalado astrofísico Neil deGrasse Tyson.

museu de história natural em nova york

Metropolitan Museum of Art (MET)

Um dos maiores museus do mundo, o MET combina coleções de arte antiga (do Egito, China, Sudeste Asiático, Grécia, Roma…) com impressionismo, renascimento, coisa e tal e também arte moderna e contemporânea. Recomendo fazer um dos tours guiados gratuitos oferecidos por lá. Fiz um de “destaques do museu” e curti. :)

O CityPASS dá direito também a acessar, no mesmo dia, as outras unidades do museu: The Met Breuer e The Met Cloisters.

metropolitan museum em nova york

MET em nova york

Estátua da Liberdade e Ellis Island

Se você quer ver a Estátua da Liberdade bem de pertinho, o único jeito é fazendo um dos cruzeiros da Statue Cruises, que saem de Manhattan ou de New Jersey rumo à Liberty Island, onde fica a estátua. Na volta, a balsa para numa segunda ilha chamada Ellis Island, que servia de porto de chegada pra imigrantes e hoje abriga um museu sobre o assunto. O percurso em si é lindão, e a vista do skyline de Manhattan disputa a atenção com a famosa estátua.

A entrada com o NY CityPASS inclui um tour em áudio em cada ilha e ingresso pra o Museu da Imigração da Ellis Island. Os ingressos para subir no pedestal e na coroa da Estátua da Liberdade não estão inclusos e devem ser reservados com antecedência.

estátua da liberdade

passeio de barco até a estátua da liberdade

Circle Line Sightseeing Cruises

Se você quiser passar mais tempo num passeio de barco e não fizer questão de chegar aos pés da Estátua da Liberdade, outra opção é fazer um dos cruzeiros turísticos da empresa Circle Line. Com o CityPASS você pode escolher entre diferentes opções de roteiros com até duas horas de duração ou um passeio na lancha The Beast (disponível entre maio e setembro).

Top of the Rock

A vista do Empire State é massa, mas minha preferida foi a do Top of the Rock, observatório que fica no topo do também icônico Rockefeller Center. A grande vantagem é que lá de cima dá pra ver o Empire. ;) O ingresso dá direito a subir pra três níveis de mirantes e o último não é todo coberto por vidros, sendo ótimo pra fotos.

vista desde o observatório Top of the Rock

Guggenheim Museum

Instalado em um dos prédios mais famosos do mundo, criado por Frank Lloyd Wright, o museu Guggenheim abriga coleções de obras modernas e contemporâneas com excelente reputação. Se sua vibe é mais arte do que vistas, pode escolher esse passeio em vez do Top of the Rock.

9/11 Memorial Museum

Me emocionei muito visitando o Memorial do 9/11, museu criado pra homenagear todas as vítimas desse marcante atentado. Ele fica junto do parque-memorial onde duas “piscinas” quadradas marcam os lugares onde existiam as torres. Achei as exposições muito bem feitas, mostrando desde os fatos históricos que precederam os ataques às suas consequências nas vidas das vítimas, seus familiares e na cidade como um todo.

memorial do 11 de setembro em nova york

Intrepid Sea, Air & Space Museum

O Museu Intrépido do Mar, Ar e Espaço reúne desde o ônibus espacial Enterprise ao Growler, único submarino de mísseis guiados aberto ao público. Além de conferir de perto 28 aeronaves, incluindo o jato militar mais rápido do mundo, você pode subir num helicóptero Bell 47 e pousar um ônibus espacial no Exploreum. Se você pira nessas coisas e já consumiu muito conteúdo sobre o 11 de Setembro, parece uma boa pedida.

Dê uma olhada no blog Foco no Mundo pra saber mais sobre os museus de Nova York.

Outra vantagem: evitar filas

Além da economia, outra vantagem do passe é não precisar ficar na fila comum pra compra de ingressos na maioria das atrações incluídas. Como você deve imaginar, isso pode ajudar a poupar muito tempo, especialmente na alta temporada (verão e final de ano).

Vale ressaltar, no entanto, que a forma de acesso a cada atração pra os portadores do passe é diferente. No MET e no Museu de História Natural não precisei ficar na fila pra compra de ingressos, mas tive que ir num balcão pra pegar minha entrada (e, no caso do de História Natural, escolher o horário do filme), enquanto no Empire State entrei diretamente usando apenas o passe.

No Top of The Rock fui direcionada pra fila comum, mas chegou uma moça chamando quem tinha o CityPASS pra escanea-lo e mandar os ingressos por e-mail na hora, então também entrei rapidinho. Já o Memorial 9/11 tinha uma fila exclusiva (e bem menor) pra quem tinha CityPASS. Só na Estátua da Liberdade fiquei na fila comum, mas o tava bem vazio quando cheguei; acredito que quando tem mais gente eles colocam uma especial pra quem tem o passe.

Como comprar o CityPASS NY

Você pode comprar o CityPASS NY online, pelo site oficial, até um ano antes da viagem. Depois é só imprimir o voucher com QR code pra apresentar nas atrações incluídas (ou mostrá-lo no seu celular ou tablet). Também dá pra comprar presencialmente em qualquer um dos pontos turísticos participantes do “combo”, podendo usá-lo ali mesmo e nas demais atrações.

O Janelas Abertas recebeu o CityPASS de Nova York como cortesia para testar o serviço. As opiniões presentes nesse post são pessoais e não sofreram interferência da empresa. O Janelas Abertas sempre sinaliza eventuais parcerias e patrocínios, em nome da transparência. Saiba mais sobre as políticas de monetização do blog.

Contrate seu seguro viagem com desconto
Pesquise e reserve hotéis com os melhores preços no Booking
Alugue um carro nas melhores locadoras com a Rentcars e pague em até 12x
Procure a casa de câmbio com a melhor cotação da sua cidade 

Quando você usa esses links, o blog ganha uma pequena comissão pra se manter vivo e você não paga nada a mais por isso. <3 Saiba mais sobre as políticas de monetização do Janelas Abertas clicando aqui.

Pra conferir muito mais conteúdo sobre viagens todos os dias, siga o Janelas Abertas no Facebook, no Instagram e no Youtube. Espero você lá! :)

Posts Relacionados

0 Comentários

Deixe o seu comentário