Dicas Práticas

O seguro viagem Assist Card é bom?

Dicas Práticas | 26/01/19 | Atualizado em 03/02/19 | Deixe um comentário

Infelizmente, me tornei “garota propaganda” de seguros viagem sem querer. É que tenho uma tendência a precisar dos benditos, acabando por testar na prática os serviços que contratei. Não vou negar que preferia me manter 100% saudável, mas pelo menos posso vir aqui dar meu depoimento sobre uma pergunta que recebo com frequência: o seguro viagem Assist Card é bom?

Minha experiência com seguros viagem

Eu viajo ao exterior pelo menos uma vez ao ano desde 2012, passando de um mês a um ano fora. Por circunstâncias da vida, a maioria desses rolês foram pra Europa, onde é exigido o seguro viagem pra entrar como turista.

Mas mesmo quando vou pra destinos em outros continentes, nunca deixo de fazer seguro. Afinal, minha própria experiência tem mostrado que é um investimento superimportante.

Leia também:
Seguro viagem é realmente necessário?
Como funcionam os seguros viagem

Por alguns anos, eu contratei o seguro viagem da Allianz (antiga Mondial). Precisei usá-lo algumas vezes e sempre fiquei satisfeita com o atendimento. No entanto, quando conheci o site Seguros Promo, que compara as coberturas e preços de diferentes empresas, percebi que pra as minhas viagens havia outras empresas com melhor custo-benefício.

Desde 2017, quando me tornei freelancer e blogueira full-time e passei a viajar com ainda mais frequência, tenho contratado o seguro viagem Assist Card. Essa empresa é uma das mais tradicionais do segmento, tá presente em 197 países, tem mais de 400 mil prestadores e faz atendimentos em 16 idiomas – incluindo português.

Como a empresa tem um alto volume de vendas, consegue trabalhar com valores razoáveis. Os planos deles quase sempre estão entre os primeiros nos rankings de custo X benefício em sites comparadores como o Seguros Promo.

O foco da Assist Card são viajantes, seja a lazer, trabalho ou estudo, que saem do Brasil pra outros países. Mas além disso a empresa também vende seguros pra quem vai viajar dentro do país – o que é muito útil se seu plano de saúde só tem cobertura estadual.

O seguro viagem Assist Card é bom?

Tá, mas e aí: o que eu tenho achado da empresa? Indo direto ao ponto: fiquei muito satisfeita em todas as vezes em que precisei de atendimento. Mas pra explicar melhor, vou contar um pouco sobre cada ocasião.

stand da assist card no aeroporto de guarulhos

Usando o seguro viagem Assist Card no México

Depois de passar um mês comendo de TUDO no México, acabei sentindo as consequências no meu último dia no país. Fiquei com febre alta e diarreia na véspera do meu voo pra os Estados Unidos. Me automediquei, tomei muita água, coisa e tal, mas não estava melhorando.

Por sorte, meu voo pra San Diego acabou sendo cancelado e a companhia aérea me colocou no voo do dia seguinte. Digo “sorte” porque devido à mudança, em vez de embarcar me sentindo supermal eu pude passar a noite de graça num hotel confortável no aeroporto e tive tempo de acionar o seguro.

Liguei pra Assist Card e em umas duas horas chegaram uma médica e um enfermeiro no meu quarto de hotel. A médica foi SUPER fofa, me diagnosticou com infecção alimentar e me passou um antibiótico. Comprei o remédio no aeroporto mesmo e no dia seguinte já estava me sentindo muito melhor.

Usando o seguro viagem Assist Card nos Estados Unidos

Depois de algumas semanas nos Estados Unidos, tive um mal estar estomacal e pensei que podia ser ainda alguma coisa relacionada ao problema que tive no México. Como o incômodo demorou a passar, acionei de novo o seguro e fui até a clínica que me indicaram, perto de onde eu estava hospedada.

O atendimento foi rápido e não precisei pagar nada. A médica que me atendeu passou alguns remédios e requisitou uns exames pra averiguar a causa do incômodo. Liguei pra o plano pra marcar os exames e me direcionaram a um laboratório, mas acabei não fazendo, porque os remédios fizeram efeito e eu estava indo de uma cidade pra outra. O pessoal da Assist Card foi bem atencioso e me ligou várias vezes pra dar prosseguimento ao caso e, no final, perguntar se estava tudo bem.

No caso dos EUA, houve só um probleminha: a minha tia avó, que estava me hospedando quando eu fui pra clínica médica, recebeu uma fatura da clínica algumas semanas depois com a cobrança da consulta.

Liguei pra Assist Card e eles falaram que o pagamento dos atendimentos nos Estados Unidos é um processo meio lento e que é normal receber essa cobrança, mas que minha tia podia ignorá-la, porque eles iam quitar tudo em breve. Depois de um tempo, falei com a clínica e disseram que estava tudo OK.

Usando o seguro viagem Assist Card na Inglaterra

Em Londres, a bronca de saúde que tive foi algo que me acontece com frequência: garganta inflamada. Infelizmente, também era infecção, e mais uma vez precisei de antibiótico. Pra ter certeza disso e pra conseguir a receita, liguei pra Assist Card e pedi pra ver um médico.

Tive um pouco de dificuldade pra marcar uma consulta, mas depois de algumas horas de espera me orientaram a ir numa clínica que fica dentro de uma estação de trem, com fácil acesso de metrô a partir de onde eu estava hospedada.

Chegando lá, fui atendida imediatamente e também não precisei pagar nada. O médico me passou antibiótico, que comprei na própria estação, e depois de alguns dias me senti melhor.

Avaliações de outros clientes

Antes de escrever esse post, fiz uma pesquisa pra saber se outras pessoas também achavam que o seguro viagem Assist Card é bom, ou se eu tinha dado sorte.

Numa pesquisa que o site Melhores Destinos fez com seus leitores em 2014, a empresa ficou em terceiro lugar no quesito “seguros mais bem avaliados por quem acionou”.

Pelo que vi no ReclameAqui, a maioria das queixas não era sobre questões muito graves e o índice de solução dos problemas é bom: 86%. Também perguntei a alguns amigos e leitores que já usaram o seguro e todos falaram que o serviço foi bom.

Quanto custa um seguro viagem Assist Card

O valor do seguro depende do destino, duração da viagem, tipo de cobertura escolhida e idade dos viajantes. Pra saber o preço referente à sua viagem, o ideal é entrar no site da Seguros Promo e fazer uma cotação online. Lá, você também pode conferir todos os detalhes sobre a cobertura do plano.

Pra você ter uma ideia, fiz uma cotação fictícia de um seguro viagem Assist Card pra Europa, pra América do Norte e pra América Latina, pra uma viagem com duração de 9 dias, e os valores ficaram entre R$ 99 e R$ 135, como mostram as imagens abaixo.

seguro viagem assist card é bom? seguro viagem assist card é bom? seguro viagem assist card é bom?

Com o desconto especial pra leitores do Janelas Abertas, os planos ficariam ainda mais em conta. Pra ter direito ao desconto de 5% no seguro viagem, que pode virar 10% se você pagar por boleto, é só inserir o código JANELASABERTAS5 antes de fechar a compra, no campo que diz “cupom de desconto”.

Se quiser saber o passo a passo pra fazer a cotação e fechar negócio pela Seguros Promo, veja o texto sobre como fazer seguro viagem pela internet.

Contrate seu seguro viagem com desconto na Mondial Assistance
Pesquise e reserve hotéis com os melhores preços no Booking

Quando você usa esses links, o blog ganha uma pequena comissão pra se manter vivo e você não paga nada a mais por isso. <3 Saiba mais sobre as políticas de monetização do Janelas Abertas clicando aqui.

Pra conferir muito mais conteúdo sobre viagens todos os dias, siga o Janelas Abertas no Facebook, no Instagram e no Youtube. Espero você lá! :)

 

Posts Relacionados

0 Comentários

Deixe o seu comentário