Dicas Práticas

Seguro viagem é realmente necessário?

Dicas Práticas | 13/10/14 | Atualizado em 08/11/17 | 17 comentários

O que é, o que é: você espera nunca ter que usar, mas não pode deixar de ter. Sim, a resposta tá aí no título do post: o seguro viagem. Já perdi as contas das vezes em que alguém tava me contando sobre os últimos preparativos pra uma viagem e, na hora em que eu perguntei “contratasse um seguro, né?”, o viajante em questão ficou com cara de “ih, esqueci” ou perguntou “e precisa mesmo, é?”. Por experiência própria, garanto que esse gasto pode ser muito útil e evitar grandes perrengues. Sem falar que é exigido pra entrada em quase todos os países da Europa,

Morando fora por um período mais longo, como um intercâmbio, acho óbvio o quanto ele é indispensável. Afinal, em um ano é muito provável que você precise ir ao médico, né? Mas mesmo em viagens mais curtas, você nunca sabe o que pode acontecer. Foi justo em dois intercâmbios de curta duração e num mochilão de alguns meses que precisei do seguro: em Lyon, em Budapeste, em Berlim e em Londres.

Nos dois primeiros casos, eu tinha contratado um seguro viagem da Allianz, antiga Mondial, fazendo o pagamento pela internet mesmo. Quando adoeci, liguei pra o número indicado nos documentos do seguro e fui atendida bem direitinho, em português mesmo. Como não era nada muito urgente, em vez de me indicarem um hospital perto da minha casa eles pegaram meu endereço e mandaram um médico pra me visitar. Super conveniente, né?

Nas duas situações seguintes, que aconteceram durante o mesmo mochilão, eu tinha contratado o seguro viagem da AssistCard através do site Seguros Promo, que é superútil porque compara os planos de várias seguradoras. Em Berlim também mandaram um médico na minha hospedagem no mesmo dia, e em Londres me indicaram uma clínica que ficava numa estação de trem. Foi fácil de chegar e eles marcaram hora, então não tive que esperar mais do que cinco minutos pra ser atendida.

Em todos os casos, os médicos que me atenderam foram muito profissionais e eficientes e eu não gastei um centavo com as consultas. As seguradoras mandaram diretamente pra os médicos/clínicas os documentos necessários pra autorizar o atendimento eu não precisei fazer mais nada.

E se eu não tivesse o seguro viagem?

Já ouvi muitas histórias assombrosas de pessoas que precisaram de assistência médica no exterior e tiveram que pagar milhares de dilmas por exames simples. Um braço quebrado nos Estados Unidos pode custar até US$ 20 mil! O valor do seguro varia de acordo com o período da viagem, o nível de cobertura e a idade do viajante, mas garanto que não vai chegar nem perto disso.

Além disso, muitas empresas incluem no seguro viagem outros benefícios como assistência em caso de extravio de bagagem ou cancelamento de voos, medicamentos prescritos durante a viagem, emergências odontológicas, traslados em casos de doença grave ou acidente, repatriação (transporte do corpo caso você morra – toca na madeira), passagem e acomodação pra um familiar ir ficar com você caso você seja internado etc.

Como funciona?

Você pode contratar seu seguro viagem pela internet, em poucos minutos. Antes de escolher um plano, veja qual é a cobertura oferecida, se você precisa pagar pelo atendimento e ser reembolsado só depois e se acidentes em decorrência de esportes radicais estão incluídos, caso isso esteja nos seus planos. Ah, e no caso de viagens a países que fazem parte do Tratado Schengen, lembre-se que é exigida uma cobertura mínima de € 30 mil pra assistência médica por doença ou acidente.

Alguns cartões de crédito fornecem um seguro gratuitamente quando você os utiliza pra comprar a passagem, mas fique atento às condições porque a cobertura pode não ser das melhores, então é importante checar direitinho. Se informe também sobre como usar o seguro caso necessário, ok? Normalmente você vai receber por e-mail uma apólice com seus dados e números de telefone para os quais você deve ligar em cada país para obter assistência 24h em português.

Seguro contratado? Parabéns, você pode viajar tranquilo. Mas não se esqueça de guardar em lugar de fácil acesso os números de telefone da seguradora. Ah, e nunca precisei mostrar, mas é importante ter o certificado do seguro impresso e na sua bagagem de mão, porque ele pode ser solicitado na imigração. E se chegar a usar o serviço, guarde também todos os recibos e prescrições médicas só por precaução.

Como contratar o seguro viagem com desconto

Como disse aí em cima, fiquei satisfeita com o serviço tanto da Allianz quanto da AssistCard, que contratei através da Seguros Promo. Por isso, me tornei afiliada das duas empresas e consegui códigos de desconto pra você contratar seu seguro com um precinho ainda mais amigo.

Transparência é fundamental aqui no Janelas Abertas, então te explico: se você usar os links e banners do blog, eu recebo uma pequena comissão e você não paga nada a mais por isso. Pelo contrário: se usar os cupons de desconto, ainda economiza! Com a Seguros Promo, você garante 5% de desconto usando o cupom JANELASABERTAS5, e com a Mondial-Allianz você recebe 15% off com o cupom 2017AFL.

Aqui nesse post coloquei um passo a passo de como contratar o seguro com cada uma das empresas, mas qualquer dúvida é só falar aí nos comentários, ok?

O Janelas Abertas preza pela transparência com os leitores e deixa claro sempre que há compensação financeira envolvida na menção de algum serviço ou produto. Confira as políticas de monetização do blog.

Contrate seu seguro viagem com desconto na Mondial Assistance
Pesquise e reserve hotéis com os melhores preços no Booking
Alugue um carro nas melhores locadoras com a Rentcars e pague em até 12x
Procure a casa de câmbio com a melhor cotação da sua cidade 

Quando você usa esses links, o blog ganha uma pequena comissão pra se manter vivo e você não paga nada a mais por isso. <3 Saiba mais sobre as políticas de monetização do Janelas Abertas clicando aqui.

Pra conferir muito mais conteúdo sobre viagens todos os dias, siga o Janelas Abertas no Facebook, no Instagram e no Youtube. Espero você lá! :)

Posts Relacionados

17 Comentários

  1. Já viaje para Miami e Orlando com o Seguro Mondial e é realmente muito bom! Um dos melhores no Brasil. E muita gente não sabe a importância do seguro viagem e as vezes acaba viajando sem fazer um. Não piso fora do Brasil sem o meu. Vai que… rs

    • Luísa Ferreira

      Eu também, Orlando! Não vale a pena arriscar, né? :P

  2. Carol

    Esse valor que eles dão é por mês ou é o valor total de duração da viagem?
    Exemplo: 900,00 por 3 meses ou 900,00 mensal?

    • Luísa Ferreira

      Oi, Carol! Você se refere ao valor que aparece quando você vai fechar a compra? Se for o caso, é pela viagem toda :)

  3. Juliano

    Olá Luísa,
    Comecei a ler seu blog há algumas horas devido ao seu período em Budapest. Pena que fechei meu seguro ontem, senão teria usado seu link. Já estive rodando pela Europa umas duas vezes, mas não dava importância ao seguro adicional. Desta vez resolvi fazer…
    Gostei muito da sua narrativa direta utilizada no blog. Espero um dia escrever assim!
    Farei um roteiro padrão Frankfurt, Viena, Budapeste e Praga.
    Não estou encontrando uma forma rápida de seguir de Budapeste para Praga de trem. Não gosto de voar na Europa, tem alguma sugestão?
    Parabéns pelo Blog, a arte do logo é muito bem bolada e o post que fala sobre mIRC prá mim era coisa da era dos Dinossauros da informática em 96…
    Sou mineiro, mas o povo nordestino pra mim é fenomenal quando o assunto é hospitalidade e trabalho.
    Juliano

    • Luísa Ferreira

      Oi, Juliano! Ainda bem que você nunca precisou do seguro – e espero que continue sem precisar! ;) Obrigada pelo elogio. Espero que continues lendo! Teu roteiro com certeza vai ser uma delícia :) Existem trens diretos de Budapeste a Praga, mas o percurso é meio longo mesmo, porque são mais de 500 km e não tem trens rápidos… Podes ver as opções no site da Rail Europe ou no http://www.mavcsoport.hu/ (da Hungria) ou no http://czech-transport.com/index.php?id=13790 (da República Tcheca) :) Tenho bons amigos mineiros e adoro sua terra! Um abraço

  4. Marcio

    Colegas vou a França em outubro. Alguém poderia me informar se preciso fazer o seguro viagem para minha mulher, já que ela possui cidadania portuguesa ?

  5. Cristiele

    Olá Luisa, ótima as suas dicas. Vou viajar agora em setembro pra Bélgica e depois visitarei alguns países (tudo isso em 20 dias). Fiz o seguro saúde com cobertura de viagem internacional, mas não é somente seguro viagem. Preciso fazer mais o seguro viagem? Caso preciso, tinha pensando em fazer o da Mondial.

    Obrigada :)

    • Luísa Ferreira

      Oi, Cristiele! Que bom que você curtiu as dicas :D Que seguro foi esse que você fez? Você precisa de uma Assistência e Seguro Viagem com cobertura mínima de € 30.000 para auxílio médico em caso de doença ou acidente durante sua viagem. Esta é uma obrigatoriedade do Tratado de Shengen, para garantir o controle da circulação de visitantes entre os países integrantes. O plano Seguro Viagem Europa da Mondial atende a todas as exigências do Tratado, não sei se o que você fez também atende, então seria bom confirmar com a empresa :) Qualquer coisa é só falar. Um abraço!

  6. Fernanda

    Luisa, estou tentando usar seu cupom de descontos, mas quando digito a informação que aparece é que ele é inválido. Vc pode confirmar se continua sendo ” PROMOSETE”?! Obrigada!

    • Luísa Ferreira

      Oi, Fernanda! É esse sim… Acabei de testar aqui com PROMOSETE e funcionou :/ Você colocou as informações sobre a viagem e inseriu o código na tela que diz “Confira o resultado de sua cotação de seguro viagem”? Quando você coloca o código e clica em “usar cupom”, o valor aparece reajustado no mesmo lugar onde ele aparecia antes. Vê se funciona agora, talvez tenha sido algum erro temporário do sistema! Qualquer coisa me diz :) Um abraço

  7. Jeferson Raapack

    Olá!
    Você tem algum post ou dicas, mais ou menos sobre o seguinte:
    – Ir para outro país sem ter data para voltar ao Brasil;
    – Permanecer e se possível trabalhar e então partir para o próximo país (dentro do período legal).
    – Como seria o seguro internacional, devo fazer o de um ano? E caso que termine o período do contrato, como renovar de lá o seguro daqui? Teria como fazer um seguro por lá mesmo (quando estiver para vencer o daqui?)
    – Qual a melhor forma de andar com dinheiro de forma segura (de preferencia algo que não precise carregar o dinheiro necessariamente – em papel);
    – Em média qual o período, depois de passar por um país posso retornar para ele novamente?
    – Neste caso de ir pulando de países, igual terei que comprar uma passagem de volta no primeiro país? E os demais o que exigem entre as fronteiras?
    Teria muitas outras dúvidas como equipamentos, estadias, as diferenças culturais e o que os países veem bem e o que consideram ruim dos estrangeiros, além do inglês você aconselharia alguma outra linguagem para ter pelo menos uma noção ou fluência?
    Mas, para mim o que mais importa são as dicas sobre entrar nos países e ir pulando para o próximo dentro dos prazos legais; não encontro este tipo de ajuda em lugar nenhum.
    Estou precisando de um tutorial para “mochileiro” no sentido literal e extremo da palavra. :)
    Obrigado.

  8. Rafael

    Post pago detected =/

    • Oi, Rafael. Eu não recebi nada para publicar esse post, mas como explico no texto, sou afiliada da Mondial e recebo comissão quando são efetuadas reservas com meu link. Sempre que faço um post patrocinado aqui no blog ele é sinalizado como tal no início e no final do texto, e expliquei sobre a comissão no post, sendo totalmente transparente quanto ao processo:

      “Como disse acima, nas duas vezes em que precisei usar um seguro viagem, tinha contratado a empresa Mondial. Fiquei sempre satisfeita com o atendimento, então aceitei a proposta deles pra me tornar afiliada da seguradora :) Assim, recebo uma pequena comissão sobre os seguros que foram contratados através dos links e banners postados aqui no blog (manter isso aqui funcionando custa dinheiro, gentxe).”

      Um abraço

  9. Cássia Dias

    Olá, gostaria de indicar um site de compra de seguros de viagem, onde oferecem várias opções de seguro para cada tipo de viagem http://www.itatravelcard.com.br. Neste site dá para comparar os valores, e coberturas dos planos, já contratei o seguro deles, algumas vezes não usei, mas quando precisei usar, liguei no atendimento que constava no bilhete e me enviaram médico rapidamente ao meu hotel, não tive nenhum gasto. Um grande abraço!

  10. Amanda

    Oii, obrigada pelas dicas ótimas! Mas queria tirar uma dúvida, se eu já tiver um plano de saúde aqui no Brasil, preciso ainda assim fazer um seguro saúde? Pretendo ir pra Itália! Obg!!

    • Oi, Amanda! Os planos de saúde brasileiros normalmente cobrem apenas o território nacional (ou até áreas menores, em alguns casos). Para o exterior é preciso fazer os seguros específicos pra viagem. Um abraço! :)

Deixe o seu comentário