Uruguai

O que fazer em Cabo Polonio: guia completo da incrível vila uruguaia

Uruguai | 16/12/22 | Atualizado em 03/01/23 | Deixe um comentário

Cabo Polonio é um povoado litorâneo localizado num Parque Nacional no departamento de Rocha, ao norte de Montevidéu. A população fixa é pequena e o lugar é conhecido pela atmosfera rústica. Lá não há rede elétrica, por exemplo. Muitos estabelecimentos têm gerador, mas à noite fica um breu total nas ruelas de areia. Verdade seja dita, não tem taaanto o que fazer em Cabo Polonio. Mas pode acreditar: essa é a melhor parte!

Passei três dias e duas noites nessa vila deliciosa no litoral do Uruguai e adorei. Neste artigo, vou compartilhar minhas melhores dicas pra você também curtir a viagem pra lá.

Leia também:

Roteiro para viagens de 3 a 10 dias no Uruguai
O que fazer em Montevidéu: principais atrações e dicas
O que fazer em Colonia del Sacramento, no Uruguai

praia norte

Vale a pena ir pra Cabo Polonio?

Se você se incomoda com silêncio, mar gelado, praias sem estrutura, ventania e areia por todas as suas coisas e um cheiro de lobo marinho no ar (sim, é real hahah), não vá pra Cabo Polonio. Se procura um destino de praia com muitos atrativos e comodidades, onde todos os estabelecimentos aceitem pagamento em cartão, também não recomendo. Se quiser se hospedar com luxo, tampouco.

Mas se você gosta de céu absurdamente estrelado, cenários que parecem de outro planeta, tranquilidade e música ao redor de fogueiras, recomendo muito. Se quer se sentir num cenário de filme em que cavalos pastam sob a luz dourada do sol das 19h, famílias tiram cochilos em varandas sobre um penhasco depois do almoço, albergues transformam garrafas PET com velas na decoração mais linda e existem grandes chances de estrelas cadentes darem o ar da graça… Bom, aí pode ir planejando a viagem desde já.

Me diverti muito em Montevidéu e achei Colonia del Sacramento uma graça, mas esses dias em Cabo Polonio foram sem dúvidas um dos pontos altos da minha viagem pelo Uruguai.

vista de cabo polonio

Dicas práticas sobre Cabo Polonio

O Parque Nacional de Cabo Polonio é um ambiente tão idílico e preservado porque faz parte do Sistema Nacional de Áreas Protegidas do Uruguai (SNAP). Seja consciente e respeite o meio ambiente!

Como falei, não tem rede elétrica no povoado, mas a maioria dos estabelecimentos tem gerador, água aquecida por luz solar e Wi-Fi. À noite, o costume é usar luz de velas e fogueiras. Pra voltar pra hospedagem no meio da escuridão sem se perder é bom levar uma lanterna, ou usar a do celular mesmo.

luzes noturnas em cabo polonio

Não tem caixas eletrônicos lá e a maioria dos estabelecimentos não aceita cartão. Alguns aceitam Reais ou pagamento por PayPal, mas com uma conversão ruim. Por isso, não deixe de levar pesos uruguaios. Tem caixa eletrônico no terminal que dá acesso ao parque (onde param os carros e ônibus), mas ouvi dizer que na alta temporada ele pode ficar desabastecido.

Tem uns dois ou três mercadinhos pequenos por lá, onde você pode comprar água, comidinhas e bebidas alcóolicas. Mas a variedade é limitada e os preços são um pouco mais altos que os já caríssimos preços uruguaios. Se quiser economizar ou garantir algo específico, vale a pena levar.

mercadinho

Leve um casaco, porque venta muito por lá. Mesmo no verão, faz um friozinho à noite.

Evite levar mala de rodinhas pesada; vai ser difícil levá-la pelas ruas de areia até sua hospedagem.

Se não quiser se hospedar em Cabo Polonio, você pode ficar em outra cidade com infraestrutura melhor ali por perto, como Punta del Diablo e Valizas. La Paloma e La Pedrera são outros destinos interessantes nos arredores.

entrada de cabo polonio

Quando ir?

No inverno, não vale a pena ir pra lá. Se já não tem tanto o que fazer em Cabo Polonio normalmente, imagine no frio, com muito mais vento e a maioria dos restaurantes e hospedagens fechados… A população fixa da vila é formada basicamente por pescadores, artesãos e funcionários do farol, e é só no verão que as coisas ficam mais movimentadas.

Na alta temporada, em especial janeiro e fevereiro, a vila fica cheia. Se você busca um pouco de agito e quer conhecer pessoas, essa é a época ideal, mas é recomendável reservar hospedagem com antecedência. Pra quem prefere evitar o auge da alta temporada, vale a pena ir em dezembro ou no comecinho de março.

ruas de areia e lojas

Como chegar?

Cabo Polonio fica no departamento de Rocha, pertinho de destinos mais turísticos como Punta del Diablo, La Paloma e La Pedrera. São 100 km de distância até Chuí, na fronteira com o Rio Grande do Sul. De Montevidéu, são 255 km.

De Montevidéu a Cabo Polonio: você pode ir de carro, pegando a Ruta 9 e depois a Ruta 10 em direção à Puerta del Cabo. Você pode aproveitar pra conhecer outras cidades no caminho, como Piriápolis, Punta del Este (a 150 km de distância) e La Paloma.

Eu fui de ônibus, saindo da rodoviária de Tres Cruces na capital uruguaia, e a viagem durou cerca de 4 horas e custou aproximadamente R$ 100 por trecho. Foi bem tranquilo, mas não há muitas opções de horários. Na alta temporada, acho bom comprar a passagem com alguma antecedência. Quem costuma operar essa rota são as companhias de ônibus COT e Rutas del Sol.

De Chuí a Cabo Polonio: de carro você deve pegar a Ruta 9 até Castillos e então pega a Ruta 10. A Rutas del Sol e a COT também fazem esse trecho.

Confira os horários e rotas de ônibus atualizados no site oficial do Turismo em Rocha.

De onde quer que você chegue, é importante saber que não dá pra chegar, seja de carro ou de ônibus, diretamente em Cabo Polonio. Veículos de visitantes não são permitidos por lá.

Você deve descer (e estacionar o carro, se for o caso) na chamada Puerta del Cabo, estação de onde, a cada hora, partem caminhõezinhos 4×4 em direção à vila. O percurso dura uns 20 minutos e você compra o bilhete lá na estação. Ele custa hoje R$ 40 e dá direito a ida e volta, mas se liga: só aceitam pagamento em dinheiro (pesos ou Reais).

estação onde param os ônibus

Nessa estação tem uma loja de conveniência com lanches e souvenires, banheiros, bancos e um pequeno playground infantil. Quando for comprar o bilhete de ida, aproveite pra confirmar os horários de volta no guichê.

Se tiver disposição, também dá pra ir andando, mas é bem mais cômodo ir na jardineira 4×4 (e divertido, se você conseguir sentar no andar superior). Outra opção pra quem gosta muito de andar é ir caminhando pelas dunas a partir do vilarejo praiano Barra de Valizas; são cerca de 7 km.

caminhão 4x4

percurso no caminhão

Onde ficar?

As hospedagens em Cabo Polonio têm estrutura rústica; como já falei, se você quer luxo, esse não é seu lugar. Mas a atmosfera de aconchego e simplicidade costuma compensar. Em linhas gerais, o ideal é ficar perto da Praia La Calavera, mas quase todas as opções de acomodação ficam concentradas num raio pequeno.

O mais fácil de encontrar lá são albergues, já que a vila atrai muitos mochileiros. Eu fiquei hospedada num bem legal, o Narakan, a poucos passos da Praia de la Cavalera. Gostei muito da localização, praticamente à beira-mar. O café da manhã incluído na diária era simples, mas bem gostoso. Eles têm quartos privativos que parecem simples, mas confortáveis. Eu fiquei num quarto coletivo com quatro camas e banheiro e achei ótimo.

hostel narakan

Também passei bastante tempo em outro albergue, o Lobo Hostel Bar. Gostei muito das comidinhas e achei a equipe mega simpática. Conheci um casal de brasileiros que se hospedou lá e curtiu, mas disse que a estrutura era bem simples. Tem quartos privativos, mas os banheiros são compartilhados.

lobo hostel bar ao cair da noite

Outro albergue bem conhecido em Cabo Polonio é o Viejo Lobo, que fica bem localizado, pertinho da Praia Norte e a 15 minutos do Farol. Já o Bunker Hostel é simples, mas todos os quartos têm terraço com vista pra o mar.

hostel viejo lobo

Se você prefere um pouco mais de conforto, confira as pousadas. De frente pra o mar, a La Perla del Cabo é provavelmente o melhor lugar onde ficar em Cabo Polonio. A localização é excelente, a decoração é uma graça e eles têm um restaurante muito bem avaliado. À noite, a atmosfera fica romântica e bem gostosinha.

la perla

A pousada Puertas al Cabo é mais em conta, mas confortável. Os quartos e banheiros são pequenos e a estrutura é simples, mas o atendimento é elogiado, a localização é bem central e o restaurante próprio também tem ótimas avaliações.

Pousada Lo de Olga fica a poucos passos da Praia de la Cavalera e tem estrutura bem básica. Não é um lugar particularmente charmoso, mas os hóspedes elogiam a equipe e a limpeza.

E tem também algumas opções de casas de aluguel por temporada, como a El Fortín del Rubio e a Ventanas al Mar.

Pra mais detalhes, veja o artigo completo que escrevi com dicas de onde ficar em Cabo Polonio.

O que fazer em Cabo Polonio

Em resumo, essas são minhas dicas do que fazer em Cabo Polonio: andar pelas ruazinhas e espiar os hostels diferentões, os bares e as lojinhas; lagartear na Playa Norte e na Playa Sur; subir no farol  no entardecer; caminhar pelas pedras e sentar pra bater um papo com os lobos marinhos; tomar uma cervejinha à luz de velas; ver a lua e as estrelas; caminhar até Barra de Valizas e o melhor: vários nadas!

Na minha opinião, o mais legal de Cabo é o convite pra desacelerar. Mas se você chegou até aqui, imagino que queira mais detalhes sobre as atrações, né? Então vem que eu te conto.

anoitecer em cabo polonio

Subir no Farol

Uma das melhores coisas a se fazer em Cabo Polonio é ver a vista desse lugar tão único a partir do topo do Farol, que tem 27 metros de altura e foi construído em 1881 pra orientar quem navegava por lá. São 132 degraus que dão acesso a um visual panorâmico do povoado inteiro, com os lobos marinhos lá embaixo, casinhas e ranchos rústicos, dunas bonitonas e a imensidão do oceano.

Eu não gosto de usar o termo “imperdível”, mas recomendo muito que você suba, se puder. É uma paisagem muito especial! De preferência, vá perto da hora do pôr do sol, em que a vista fica ainda mais linda.

O Farol de Cabo Polonio funciona todos os dias das 10h às 13h e das 15h às 18h. Eu não vi o horário em que fechava e fiquei até mais tarde conversando com um casal de brasileiros que conheci lá em cima. Vimos o sol se pôr totalmente e foi lindo!

vista do farol de cabo polonio

pôr do sol em cima do farol

o que fazer em cabo polonio

o que fazer em cabo polonio

Mas na hora de ir embora, percebemos que a porta estava fechada, hahah. Foram lá fechar e não nos viram sentados do outro lado. Depois de uns segundos de pânico, porque estava esfriando, começamos a gritar e abanar os braços, até que nos viram e foram abrir.

O custo pra subir no Farol de Cabo Polonio é, atualmente, de 25 pesos uruguaios. Não é permitido o acesso a menores de 8 anos.

Uma curiosidade: o cantor uruguaio Jorge Drexler, apaixonado por Cabo Polonio, se inspirou nele pra escrever a música 12 segundos de oscuridad, em que fala sobre os 12 segundos de escuridão entre cada um dos giros do farol à noite. “Un faro quieto nada sería / guía, mientras no deje de girar / no es la luz lo que importa en verdade / son los 12 segundos de oscuridad”, diz a canção.

farol

Observar os lobos marinhos

Outro item muito legal na lista de o que fazer em Cabo Polonio é observar a colônia de lobos marinhos que ficam lá nas grandes rochas próximas ao farol, curtindo a vida. Pesquisadores dizem que esses animais habitam a área há cerca de um milhão de anos.

São, na verdade, duas espécies que vivem em harmonia: o lobo-marinho-escuro (ou lobo fino), e o leão-marinho-do-sul (lobo ordinário ou leão marinho). No verão, época de cria, as colônias ficam mais barulhentas. Os machos se dão empurrões e até mordidas pra defender seu território, e as mães e filhos se reconhecem pelo som. E cheiro deles, não muito agradável, se espalha pelo ar.

Eu fiquei um bom tempo sentada nas pedras perto deles (mas mantendo uma distância, obviamente, por segurança e respeito) e observando seu comportamento. Achei super interessante. :)

leões marinhos vistos de cima

leões marinhos tomando sol

De julho a outubro (inverno e primavera), também é possível ver lá em Cabo Polonio (e em outras partes do departamento de Rocha) as baleias francas austrais. Vindos do sul, esses mamíferos chegam anualmente ao litoral do Uruguai em sua migração pra reprodução.

Playa de la Calavera (Praia Norte)

São duas as praias de Cabo Polonio. A principal, Playa de la Calavera, fica no lado onde se concentram os restaurantes e lojinhas. É uma praia longa, com mar agitado, areia mais escura e simpáticos barcos de pesca artesanal. Alguns restaurantes ali têm vista pra o mar.

Olhando pra o mar, à sua direita fica a reserva de lobos marinhos. À sua esquerda ficam grandes dunas por onde é possível caminhar. Com disposição, dá pra ir até o Cerro de La Buena Vista em Barra de Valizas, povoado vizinho, aproveitando vistas panorâmicas de Cabo Polonio.

praia norte

praia norte

dunas de cabo polonio

cabo polonio

Playa Sur (Praia Sul)

A Praia Sur, que fica separada Praia de La Calavera pela ponta rochosa onde fica o Farol, é por onde passam os caminhões 4×4 que trazem os visitantes pra vila. Ela é procurada pra prática de surf e costuma ter a areia mais clarinha. É um bom lugar pra curtir o entardecer, já que o sol se põe desse lado. A maioria das casas de temporada fica por aqui.

praia sul

praia sul

casa de aluguel por temporada

Restaurantes em Cabo Polonio

Outra dica de o que fazer em Cabo Polonio é explorar os restaurantes locais. Quando estive lá, nem todos estavam funcionando porque ainda era começo de temporada e da reabertura pós-pandemia. Também tive que economizar, porque me restavam poucos pesos, então fiz poucas refeições fora.

Acabei comendo várias vezes no Lobo Hostel Bar, porque adorei o pessoal e a comida e eles aceitavam pagamento por PayPal. Recomendo! À noite, eles faziam fogueira e o ambiente ficava muito gostoso.

noite no lobo hostel bar

Pra quem busca algo mais sofisticado, com um ambiente muito charmoso e vista pra o mar, a dica é ir no La Perla. É caro, mas parece valer pra momentos especiais. Outra recomendação que recebi foi ir no Lo de Dani, que aceita cartão e sempre estava movimentado.

restaurante lo de dani

E aí, curtiu essas dicas de o que fazer em Cabo Polonio? Ficou com  alguma dúvida? Me conta nos comentários!

Posts Relacionados

0 Comentários

Deixe o seu comentário