Dicas Práticas

Vale a pena pagar pela Worldpackers? Entenda os benefícios e ganhe 10 USD de desconto

Se você chegou aqui, deve estar se perguntando se vale a pena pagar pela Worldpackers. A seguir, vou explicar quais são os benefícios de assinar o plano da plataforma, que tem duração de um ano, e em quais casos eu acho ou não que vale a pena.

Caso tenha caído neste texto “de paraquedas”, explico o que é essa tal de Worldpackers: é uma empresa brasileira que desenvolveu um site e aplicativo pra conectar anfitriões que precisam de ajuda nos seus albergues, fazendas, pousadas, ONGs etc. a viajantes dispostos a trabalhar algumas horas por semana em troca de acomodação e outros benefícios.

As viagens através de plataformas como a Worldpackers são conhecidas como voluntariado, work exchange ou “intercâmbio de trabalho por hospedagem”. E além de serem uma excelente forma de economizar viajando, são também uma maneira de viver experiências muito ricas e mais profundas do que uma estadia rápida como turista.

vale a pena pagar pela worldpackers?

Vale a pena pagar pela Worldpackers?

A anuidade da Worldpackers, que dá direito a se inscrever pra vagas e acessar vários benefícios que vou mencionar adiante, custa atualmente 49 dólares estadunidenses. Mas se você usar meu cupom de desconto JANELASABERTAS (ou clicar aqui), ganha 10 USD off e paga só 39 dólares.

No dia em que escrevo esse post, a conversão de 39 USD pra Reais tá dando R$ 208. Que não é, claro, a mesma coisa que o troco do pão – e pode ser uma quantia bem significativa pra muita gente. Ainda assim, acredito que esse valor compensa MUITO.

Pra mim, só não vale a pena pagar pela Worldpackers se você:

  1. Não está realmente interessado(a) nesse tipo de troca; ou
  2. Já tem o destino da sua viagem definido e, pesquisando gratuitamente na plataforma, viu que não tem nenhuma vaga que lhe interesse nesse lugar.

Se você não se enquadra nessas situações, eu acredito que a Worldpackers tem um custo-benefício incrível. Pra você entender melhor, vou explicar quais são os principais benefícios oferecidos pelos anfitriões que recebem os viajantes e pela própria plataforma.

Leia também:
Como usar o cupom de desconto Worldpackers
Tudo sobre troca de trabalho por hospedagem

Benefícios oferecidos pelos anfitriões

Hospedagem

Os benefícios, as tarefas e o tempo de trabalho exigidos dos voluntários em cada vaga oferecida na Worldpackers variam. Você pode consultar essas informações nas páginas das oportunidades no site. Mas como regra geral, todos os anfitriões oferecem hospedagem gratuita.

Em alguns lugares, isso pode significar dormir numa barraca de camping no quintal, por exemplo. Nos casos de acomodações mais simples, geralmente as horas de trabalho pedidas em troca são poucas, ou se tratam de projetos sem fins lucrativos.

Em muitos outros lugares (arriscaria dizer que a maioria), você vai dormir num quarto compartilhado com outros voluntários ou hóspedes.

Quando viajei pela Worldpackers pra Budapeste, por exemplo, tínhamos uma espécie de mini apartamento só pra nós voluntários. Um quarto era das mulheres, outro dos homens, e no meio tínhamos banheiros e uma cozinha. Em troca, eu só trabalhava cerca de uma hora por dia produzindo conteúdo pra o Instagram do hostel.

quarto do albergue em budapeste

Existem, também, anfitriões que oferecem ainda mais conforto. Outro exemplo pessoal: na minha viagem pela Worldpackers pra Paraty, no Rio de Janeiro, fiquei num quarto privativo com banheiro. Nos primeiros dias, dividi o quarto com outra voluntária, mas depois ela foi embora e fiquei com a suíte só pra mim, numa pousada charmosa com piscina e à beira-mar. Massa, né?

pousada em paraty - super vale a pena pagar pela worldpackers

Só de não pagar por hospedagem já vale super a pena pagar a anuidade da plataforma. Afinal, com R$ 208 você mal paga uma diária em hotel em muitas partes do Brasil e do mundo, né?

E mesmo ficando em albergue, geralmente não dá pra reservar mais que 4 diárias em quarto coletivo com esse valor. Se estivermos falando de destinos caros como Nova York e Londres, os 39 USD mal pagam uma diária em hostel!

Ou seja: se você fizer uma viagem de uma só semana, ou dois feriadões durante o ano, já vai ficar no lucro. Se for mais tempo, então, nem se fala.

Dá pra passar as férias inteiras voluntariando pela Worldpackers e ter só os 39 USD de gasto com hospedagem. E muita gente usa esse esquema pra viagens ainda mais longas, tipo quem tá num período sabático ou é nômade digital.

Vale ressaltar, também, que o custo-benefício é ainda melhor se você for viajar em alta temporada. Afinal, os preços na indústria hoteleira costumam oscilar durante o ano, subindo muito nos períodos mais concorridos.

A taxa Worldpackers, por outro lado, é uma só, com validade por um ano inteiro. E muitos estabelecimentos precisam de mais voluntários justamente nesses períodos de alta temporada, quando você gastaria uma baita grana em acomodação. É um match perfeito. ;)

Outros benefícios

Além da acomodação, muitos anfitriões oferecem outros benefícios bem legais, que também ajudam a economizar. Nessa pousada de Paraty, eu tinha direito a comer o quanto quisesse no café da manhã bufê, que era delicioso. E nos dois voluntariados que mencionei eu podia usar a cozinha e a lavanderia.

Existem anfitriões que oferecem todas as refeições do dia, uso de bicicletas, acesso gratuito a passeios e festas, préstimo de pranchas de surf, descontos em comidas e bebidas, aulas de idiomas, entre muitos outros benefícios.

Olhando gratuitamente as descrições das vagas lá na plataforma dá pra ter uma boa noção dessas vantagens e ver como vale a pena pagar pela Worldpackers.

Se eu quisesse pagar pra me hospedar na pousada onde voluntariei em Paraty, por exemplo, jamais caberia no meu orçamento de mochileira. Especialmente se fosse pra passar duas semanas, como foi o caso.

E tem também, é claro, os benefícios subjetivos. Afinal, fazer um voluntariado desse tipo é uma experiência de muito aprendizado. As viagens de work exchange que fiz com certeza estão entre as melhores da minha vida.

Começando pelo trabalho em si: você pode exercitar alguma habilidade que já tem ou pode aprender algo novo, se o anfitrião não exigir experiência. Dá até pra colocar isso no currículo depois; fica a dica.

Olha só alguns possíveis aprendizados: conhecer os bastidores do funcionamento de um albergue ou pousada; aprender sobre permacultura; desenvolver habilidades de produção de texto, foto ou vídeo; praticar inglês ou outros idiomas conversando com outros voluntários e hóspedes; ter aulas de surf, dança, yoga…

Sem falar na experiência de vida como um todo. A filosofia da Worldpackers é voltada pra democratização das viagens, porque usar a plataforma permite a muita gente conhecer lugares que não conheceria, ou passar mais tempo na estrada do que conseguiria normalmente.

E é, também, baseada na ideia de colaboração não monetária. Vivenciar em primeira mão trocas verdadeiras em que os dois lados saem ganhando é muito inspirador. Nos voluntariados, fiz grandes amigos (entre voluntários, equipe e até mesmo hóspedes) que continuam na minha vida anos depois.

Pra quem viaja ao exterior ou pra cidades brasileiras muito turísticas, o voluntariado em troca de hospedagem também é uma ótima forma de praticar idiomas estrangeiros. Especialmente pra quem já tem uma base na língua, mas precisa praticar, essa vivência pode trazer mais evolução que um intercâmbio tradicional, que custa muito mais.

Se você quer vivenciar um destino como se morasse lá, conhecer pessoas, ter vivências multiculturais e sair da zona de conforto com alguma estrutura, com certeza vale a pena pagar pela Worldpackers.

Benefícios oferecidos pela Worldpackers

“Ah, mas o vizinho da minha prima fez esse tipo de voluntariado entrando em contato direto com um albergue. Por que pagar uma anuidade se posso ir atrás das vagas por conta própria?”, você pode me perguntar.

Sim, é claro que é possível abordar estabelecimentos e propor a troca diretamente, sem usar a Worldpackers ou outra plataforma do tipo. Mas a não ser que você tenha uma indicação pessoal ou seja um(a) viajante muito experiente, não recomendo.

Pra começar, é muito prático ter todas as oportunidades compiladas no site de forma organizada, com filtros que ajudam a achar as vagas mais compatíveis com o que você procura. Eu adoro o sistema de buscas da plataforma; tanto que já passei horas e horas procurando vagas e salvando-as como favoritas, mesmo sem ter viagens em vista. :P

E além de encontrar anfitriões e cadastrá-los no sistema, a Worldpackers faz um processo de seleção pra ver se eles atendem a alguns critérios de segurança.

É claro que isso não garante 100% a seriedade do host. Mas junto com as avaliações que os voluntários podem deixar depois de passar pelo lugar, dá uma ótima “peneirada” nos picaretas. Com o sistema de avaliações mútuas, as chances de que a troca seja positiva pra as duas partes são bem maiores.

Pagar a taxa da plataforma dá direito a se inscrever nas vagas e conversar com os anfitriões através do site. É nesse processo que você vai tentar “convencer” o host a te aceitar pra vaga, com base no seu perfil e na sua aplicação, e também tirar possíveis dúvidas sobre as condições do voluntariado. Ter essa conversa e o aceite oficial registrados na plataforma também contribui pra segurança do voluntariado. É muito diferente ter um acordo registrado dentro de um site confiável que uma conversa “de boca” que pode ser facilmente refutada, né?

benefícios oferecidos pela worldpackers

Outro benefício da anuidade Worldpackers é o suporte da equipe da empresa, que é brasileira e ajuda os viajantes que tenham dúvidas e problemas. Faz muita diferença ter um ponto de contato em português pra quem você possa recorrer se algo não sair como esperado. E também é possível tirar dúvidas com a comunidade de Experts, viajantes experientes cadastrados na plataforma.

Dependendo do problema, você também pode contar com o Seguro Worldpackers. Funciona assim: se o anfitrião não cumprir com o combinado, eles lhe ajudam a encontrar outro host perto dali. Se não conseguirem realocá-lo, pagam até três noites de acomodação em um hostel naquela cidade.

Ah, e quem assina o plano Worldpackers, faz algumas viagens pela plataforma e recebe avaliações positivas ganha acesso a outro benefício massa: o cadastro nos chamados Worldpackers Programs.

Nesse programa, você pode ser um Guru e ganhar 10 USD de comissão por cada novo membro que se cadastrar na plataforma com seu código; ser um Scout e ganhar entre 10 USD e 20 USD por cada novo anfitrião cadastrado; ou ser um Blogger e receber entre R$ 60 e R$ 170 por conteúdo publicado no blog da empresa.

Assim, você ganha uma graninha enquanto viaja e pode até mesmo se tornar um nômade digital, transformando a viagem em estilo de vida.

Ainda está em dúvida se vale a pena pagar pela Worldpackers?

Vale lembrar que qualquer pessoa pode pesquisar vagas no site gratuitamente. Dá pra ver os benefícios da vaga, tarefas que o anfitrião pede em troca, fotos do lugar, descrição do anfitrião e avaliações de viajantes.

Assim, é possível conferir se existem oportunidades compatíveis com seu perfil nos destinos que pretende visitar, e avaliar se vale a pena pagar pela Worldpackers no seu caso.

Vale ressaltar que o valor de 49 USD (ou 39 USD com o cupom JANELASABERTAS) é pra o “Plano Trips Solo”, válido pra uma pessoa.

Se você estiver viajando em dupla (seja em casal ou com um amigo ou amiga), existe a opção de plano Worldpackers Casais/Amigos, que custa 59 USD (ou 49 USD com o cupom de desconto). Com esse plano, você só pode se candidatar com sua dupla, e só pra vagas que aceitam voluntários em dupla.

Outro plano disponível no site é o da Worldpackers Academy, plataforma de ensino online da empresa. Nela você encontra dezenas de cursos sobre planejamento de viagens e sobre nomadismo digital, criados por viajantes experientes.

Você pode escolher uma das trilhas da Academy pra assinar e ter acesso aos cursos por um ano, ou fazer o Plano Pack, que une os benefícios da Worlpackers Trips com acesso a todos os cursos da Academy. E o cupom JANELASABERTAS também garante 10 USD de desconto pra qualquer uma dessas opções.

Quer saber mais alguma coisa sobre o custo-benefício da Worldpackers? Deixa um comentário!

 

Posts Relacionados

0 Comentários

Deixe o seu comentário