Paraná

Parque das Aves: uma ótima surpresa em Foz do Iguaçu

Paraná | 20/01/17 | Atualizado em 06/06/17 | Deixe um comentário

Nunca tive um interesse específico por aves. :P Acho legal o conceito do animal que voa livre, mas vê-las num espaço fechado não me atraía; em zoológicos, por exemplo, é uma seção que nunca fiz muita questão de visitar. Dito isso, preciso confessar: o Parque das Aves, uma das principais atrações de Foz do Iguaçu, me surpreendeu.

parque-das-aves2

parque-das-aves7

Minha simpatia pelo lugar, que fica ao lado do Parque Nacional do Iguaçu, começou quando conheci a história por trás dele. O parque foi inaugurado em 1994 por um casal que se apaixonou por aves depois de ganhar um filhote de Papagaio-do-Congo, quando moravam na Namíbia. Um amigo sugeriu à família que fosse pra Foz, e Dennis Croukamp e sua esposa Anna embarcaram nessa aventura. Infelizmente, Dennis morreu dois anos depois da inauguração, mas sua esposa continuou cuidando do espaço.

Procurando hospedagem em Foz do Iguaçu? Clique aqui e encontre hotéis, pousadas e albergues com o melhor preço.

Corta pra os dias de hoje: o Parque das Aves é o maior da América Latina, com mais de 1320 aves de 143 espécies diferentes. Mas o mais legal dessa história não é só a realização de um sonho, e sim o trabalho que eles fazem por lá. É que 50% das aves que vivem ali foram resgatadas de maus tratos e do tráfico, depois de apreensões realizadas pela Polícia Ambiental, Polícia Federal e pelo Ibama. Muitos deles animais são resgatados de ambientes em que sofriam maus tratos ou do tráfico, enquanto outros sofreram acidentes.

Vários chegam fisicamente debilitados: com asas cortadas, bicos e membros parcialmente amputados, cegos e sem condições de voo, esses animais muitas vezes não são aceitos por outros zoológicos, porque precisam de cuidados especiais. E lá no Parque das Aves eles têm uma equipe capacitada pra tratar dos bichinhos, especialmente os que não podem voltar à natureza e ficam vivendo em ambientes que simulam o habitat de cada espécie. Além disso, 43% das aves do parque, muitas delas espécies ameaçadas, nasceram lá mesmo. <3

Leia mais: 

Todos os posts sobre Foz do Iguaçu

Massa, né? Mas tudo isso seria “apenas” a história de uma instituição muito legal, se a visita não fosse tão legal quanto. O lugar é superorganizado e bem cuidado, com uma sinalização colorida e lúdica pra conquistar os pequenos (não vou negar que achei superfofo também :P).

parque-das-aves16

Na hora de comprar o ingresso você recebe um mapinha que indica o que vai ver a seguir, mas é só ir percorrendo a trilha pra observar a diversidade de tamanhos, formatos e cores de pássaros – a maioria deles desconhecidos pra mim. Tem de periquitos a avestruzes, passando por harpias, corujas e flamingos.

parque-das-aves8

parque-das-aves15

parque-das-aves9

Sim, flamingos, animais que não por acaso estão super na moda – afinal, eles arrasam, né? O interessante é que essas criaturas elegantemente cor de rosa ficam rodeadas de espelhos. É que no habitat natural, eles tão acostumados a ter muitos migos ao redor, então usaram essa estratégia pra eles sentirem que tão num bando maior. São tão lindos que inclusive merecem uma overdose de fotos aqui. ;)

parque-das-aves6

parque-das-aves5

parque-das-aves4

parque-das-aves3

Entre os pontos altos da visita tá o Viveiro das Araras, um espaço enorme (também o maior da América Latina) por onde os visitantes podem circular enquanto araras azuis e vermelhas e papagaios voam pra lá e pra cá e até assustam a galera com uns rasantes. Dá vontade de passar horas ali, sentada, se sentindo no meio da floresta.

parque-das-aves17

parque-das-aves18

Outro espaço parecido é o Viveiro Pantanal, onde você passa por uma passarela e também dá de cara com uns pássaros bem lindos, com destaque pra os maravilhosos tucanos. Achei muito divos eles lá, comendo e fazendo pose pra fotos com aquele bico nada discreto. Parecem de mentira. :)

parque-das-aves10

parque-das-aves12

parque-das-aves11

Pra conquistar meu coração de vez, tem também um Borboletário, onde o desafio é reconhecer as borboletas que ficam meio camufladas no meio das plantas. Esperava mais borboletinhas coloridas, mas achei lindo ainda assim. <3 Além de torcer pra uma delas pousar em mim, fiquei admirando os beija-flores que aparecem vez ou outra. Ah, e uma parte interessante são os “aquários” que mostram borboletas em suas diferentes fases, do casulo à versão “adulta”, passando por lagartas não tão charmosas assim. :P

parque-das-aves21

parque-das-aves19

parque-das-aves22

parque-das-aves20

Você também encontra no parque alguns répteis, como cobras, tartarugas e jacarés, mas confesso que passei rapidinho por esses porque já tinha virado #timepassarinho total e achei meio sem graça ver os bichos lá na deles sem interagir comigo (não que eu quisesse muita interação com bichos como essa cobra aí embaixo, hehe).

parque-das-aves13

E além de todos esses simpáticos animais, lá você encontra wi-fi grátis, ótimo pra postar várias fotos dos bichinhos fofos, como eu fiz :P (aproveita e me segue lá no insta!). Também tem uma lanchonete bonita, chamada Tropicana (com preços um pouco salgados), e no final um restaurante (Recanto dos Flamingos, que não tive tempo de visitar) e uma lojinha de souvenir onde encontrei até umas coisas compráveis (tipo o calendário de mesa que agora fica aqui do meu lado e custou R$ 8).

parque-das-aves14

É bom ir com roupas leves e confortáveis, mas em comparação com as trilhas das cataratas achei o passeio beeem tranquilo – até porque o percurso não é muito longo e, apesar de úmido, o lugar não tem tanto sol por ser todo arborizado. Ah, e me aconselharam passar repelente antes de ir; não vi muitos insetos, mas não custa prevenir.

Dá pra fazer o passeio em menos de duas horas, mas eu reservaria um pouco mais pra caminhar com calma, tirar muitas fotos (enquanto você procura o ângulo perfeito pra eternizar aquela borboleta, num instante o tempo vai passar) e ficar na fila no final pra posar pra tradicional foto com uma das araras mansas.

parque-das-aves24

Como meu tempo tava apertado, tive que deixar esse grand finale pra próxima, mas saí satisfeita ainda assim. E tem como não ficar olhando pra essas simpatias? ;)

parque-das-aves25

Serviço

Parque das Aves
Av. das Cataratas, Km 17.1
Horário: todos os dias das 8h30 às 17h
Telefone: 45 3529-8282
Ingressos: R$ 40 (R$20 pra estudantes e idosos)
Aqui você encontra informações sobre linhas de ônibus

Atenção: As informações práticas, horários e valores informados no post são referentes ao mês de dezembro de 2016 e podem mudar a qualquer momento. Antes de viajar, por favor confirme as informações. O Janelas Abertas não se responsabiliza por mudanças nas atrações após a data em que foi feita a visita. Se alguma coisa mudar e você puder vir contar aqui nos comentários pra eu atualizar o post, agradeço muito! Boa viagem. \o/

Pra conferir muito mais conteúdo sobre viagens todos os dias, siga o Janelas Abertas no Facebook, no Instagram e no Youtube

2017_01_04-728x90

Vai viajar pra o exterior? Não deixe de fazer um seguro viagem! Contrate o seguro que eu sempre uso :) Neste post você encontra um código pra ganhar 15% de desconto. Você economiza e ainda ajuda o blog a se manter vivo.

Posts Relacionados

0 Comentários

Deixe o seu comentário