Bahia

Onde ficar em Coroa Vermelha, Bahia: casa de aluguel por temporada

Pesquisando onde ficar em Coroa Vermelha? Essa praia a 20 km de Porto Seguro, no sul da Bahia, é uma delícia; tanto que passei um mês e meio lá e não queria ir embora. E boa parte do meu encantamento se deve ao lugar onde fiquei hospedada por lá: uma casa super aconchegante que encontrei no AirBnb. Neste artigo, vou falar um pouco da praia e principalmente da estrutura, localização e outros diferenciais da casa.

Como é a praia de Coroa Vermelha

A praia de Coroa Vermelha é uma enseada pertencente ao município de Santa Cruz Cabrália. A água é calma e o banho de mar lá é muito gostoso, com direito a bancos de areia que deixam o cenário lindo na maré baixa. O trecho mais popular da praia é cheio de restaurantes ou bares pé na areia (que o pessoal lá chama de “cabanas”) e quase não sobra espaço vazio na areia. É uma opção legal pra quem procura mais estrutura, mas não me parece o ideal durante a pandemia. E não costuma ser uma área silenciosa, já que cada estabelecimento coloca uma música diferente.

praia de coroa vermelha

Mas se você busca tranquilidade ou distanciamento social, é só caminhar por alguns minutinhos em direção a Santa Cruz (ou seja, no sentido oposto de Porto Seguro) pra encontrar um longo trecho de praia praticamente deserto, que eu frequentava quase todo dia. Tem algumas cabanas menores por lá, mas também super rola de levar sua comidinha e bebida e ficar embaixo da sombra de uma árvore. E com mais uns 15 minutos de caminhada, na maré baixa é possível cruzar um riozinho e chegar num trecho ainda mais vazio e com mar um pouco mais agitado.

praia mais tranquila em coroa vermelha

trecho vazio da praia de coroa vermelha

E além da praia em si, Coroa Vermelha é conhecida porque foi celebrada lá a primeira missa no Brasil. A praia faz parte da chamada Costa do Descobrimento e um ponto turístico por lá é uma cruz gigante que relembra a tal missa. Mas na minha opinião, mais interessante que essa narrativa colonizadora é saber que existe por lá ainda hoje uma grande reserva indígena Pataxó. Dá pra fazer compras nas lojinhas de artesanato indígena e também é possível visitar a reserva e conhecer a cultura desses povos originários, que resistem pra mantê-la viva. Acho muito importante a gente, como turistas e como cidadãos, valorizar isso.

cruz da primeira missa

Onde ficar em Coroa Vermelha

Quando planejei essa viagem, eu nem pretendia ficar em Coroa Vermelha especificamente. Na verdade, o que me motivou a escolher esse destino foi essa casinha de tijolos aparentes com redes na varanda, que apareceu enquanto buscava casas de aluguel por temporada no litoral baiano e foi amor à primeira vista.

A casa fica numa rua tranquila a menos de cinco minutos da praia e também do comércio local, com várias opções de mercadinhos, um supermercado grande, a feira que acontece aos sábados, farmácias, lojas de utilidades domésticas, produtos a granel etc. O acesso ao ônibus que leva a Porto Seguro também é muito fácil, e o percurso dura uns 30 minutos. Caso não queira usar o transporte público e não esteja de carro, atualmente um Uber do Centro de Porto até a casa sai por pouco mais de R$ 30.

recomendação de onde ficar em coroa vermelha

E além da localização ser ótima pra quem busca tranquilidade e praticidade, a casa em si é uma delícia! Ela tem dois quartos de casal (sendo uma suíte no primeiro andar e um no térreo), um quarto no térreo com duas camas de solteiro e outro quartinho no primeiro andar com teto mais baixo e um colchão de solteiro no chão, além de um banheiro no térreo. Ela abriga seis pessoas com conforto, mas cabe mais gente numa boa caso você vá passar um feriadão.

suíte no primeiro andar

varanda do primeiro andar

casa em coroa vermelha

Ela foi construída pela própria família que a aluga, que mora numa kitnet nos fundos do terreno enquanto recebe hóspedes. Uma divisória separa a casa dessa parte de trás, que é mais afastada, então tivemos muita privacidade. Ao mesmo tempo, foi ótimo ter os anfitriões disponíveis pra ajudar com o que fosse necessário. Até porque eles são uns queridos!

Kenye e sua mãe Eliene nos receberam com recadinhos no mural e cocadinhas caseiras. Também se esforçaram pra fazer algumas adaptações pra melhor atender às nossas necessidades, trazendo uma cadeira de escritório e uma mesa maior porque sabiam que íamos trabalhar durante a estadia. A internet funcionou muito bem, aliás. No meu computador, o wi-fi não pegava em todas as partes da casa, mas perto do modem consegui fazer chamadas de vídeo tranquilamente.

Leia também:
Onde ficar em Santo André, na Bahia

minhas amigas trabalhando na casinha

cozinha

Ah, e a cozinha tinha praticamente tudo que precisamos, as redes na varanda são uma delícia, o pé de acerola no quintal nos rendeu muitos sucos fresquinhos, a varandinha no primeiro andar foi ótima pra fazer yoga de manhã e bater papo com as meninas… E a casa tem também uma churrasqueira, que acabamos não usando.

Passei sete semanas maravilhosas nessa casinha, trabalhando e vivendo trocas incríveis com duas amigas viajantes. A experiência foi muito especial, por isso recomendo de coração essa hospedagem em Coroa Vermelha. Espero poder voltar lá com outros amigos e com minha família.

onde ficar em coroa vermelha

entrada da casa em coroa vermelha

O único probleminha em que consigo pensar são os mosquitos, que eram um pouco chatos. Mas acho difícil evitar que eles apareçam num cenário como esse, e um repelente de tomada resolveu a questão pra mim. ;)

Acho essa casa uma ótima opção pra quem estiver buscando onde ficar em Coroa Vermelha e não quiser ficar em pousada. Se for pra lá, manda um abraço pra os anfitriões por mim! Pra conferir mais detalhes e valores pra sua estadia, é só ir na página da casa no Airbnb.⠀

Posts Relacionados

0 Comentários

Deixe o seu comentário