Rio de Janeiro

Belga Hotel: boa opção de hospedagem no Centro do Rio

Nas quatro ou cinco vezes em que fui pro Rio de Janeiro, sempre me hospedei na Zona Sul ou na casa de amigos em Vila Isabel. Confesso que nunca me passou pela cabeça ficar no Centro da cidade, até que recebi o convite do Belga Hotel pra me hospedar lá e percebi como essa localização é interessante.

Além do tradicional roteiro histórico, você encontra por ali a Orla Conde, região recentemente renovada que abriga atrações como o incrível Museu do Amanhã e o Museu de Arte do Rio (MAR). De quebra, ainda tem as baladinhas da Lapa ali por perto, além de estações de metrô e VLT a 100 metros.

O hotel

O Belga Hotel tem esse nome porque (surpresa) foi criado por belgas, que viram nessa região em renovação uma oportunidade de investimento e renovaram um prédio de 1927 no estilo art déco, mantendo algumas de suas características originais – como toda a fachada, o elevador antigo e uma escadaria em mármore Carrara – e misturando isso a uma vibe design e tecnológica.

São 25 quartos de três categorias (standard, superior e executivo), sendo que os dois primeiros são bem compactos: quase estilo Fórmula 1 ou Ibis Budget. Só que o espaço foi super bem pensado pra não dar uma sensação de aperto, e até eu que sou ligeiramente claustrofóbica achei bem tranquilo.

As camas e outros móveis foram desenhados sob medida e os arquitetos incluíram no projeto vários detalhes práticos como um baú pra guardar a mala embaixo da cama, um cano dobrado onde ficam cabides e um box blindex de vidro curvo com luzes coloridas de LED – hahaha. Sério, você pode escolher a cor da luz do banheiro com um controle e acredito que poucos vão resistir a brincar de balada com as luzes piscando. :P Coisa de programa da GNT, né?

Belga HTL 2S (39)

belga-hotel1

belga-hotel2

Além desse item divertido, os quartos me surpreenderam pelo ótimo tratamento acústico (muito necessário nessa região, vale ressaltar). Ah, além da cama confortável e do ar condicionado silencioso, eles têm também frigobar, cofre, luz de leitura e smart TV pra conectar os gadgets e ver aquele Netflix maroto. A decoração é bem clean e o toque especial fica por conta das cortinas estampadas com elementos da cultura belga – a do meu andar, o rosa (cada um tem uma cor) era com tema gastronomia. <3

E pra você não ficar enfurnado no quarto o tempo todo, eles fizeram uns miniespaços de convivência com almofadas e cadeiras num cantinho do corredor – achei uma graça, apesar de pequenos. Em breve eles vão incluir também mesinha e minibiblioteca.

Belga HTL 2S (10)

Eu e mais uns 12 blogueiros fomos as primeiras pessoas a se hospedarem lá, então durante nossa estadia surgiram uns probleminhas: a água do meu chuveiro tava com pouquíssima pressão, mas consertaram, e o elevador – que é daqueles antigos e charmosos com a porta que precisa ser “arrastada”, e foi renovado – parou de funcionar no segundo dia. O pessoal prometeu ajustar tudo isso.

Também não curti a localização da torneira do chuveiro, que fica do lado de fora do box em si, mas consegui tomar banho sem molhar tudo do lado de fora, então ok. Além disso, a internet ainda não tava funcionando muito bem porque eles estavam configurando a rede, mas a direção do hotel afirmou que agora o wi-fi de alta velocidade tá funcionando. Não posso avaliar o atendimento de forma isenta porque era uma presstrip, mas a equipe toda pareceu muito preocupada em ajustar tudo pra receber os hóspedes sem esses problemas. :)

O entorno

Como eu já disse lá em cima, o Belga Hotel fica no coração do Centro do Rio, a menos de 10 minutos da revitalizada Praça Mauá. Achei realmente um lugar interessante pra ficar, especialmente pra quem já conhece o Rio e explorou muito a Zona Sul, ou quem tem algum compromisso nessa região. De lá é muito fácil ir pra o Museu do Amanhã, o AquaRio, o Museu de Arte do Rio (MAR), o Píer Mauá, o Boulevard Olímpico, o Centro Cultural do Banco do Brasil (CCBB), a Casa França-Brasil e a Lapa, entre outros tantos lugares interessantes. Dá uma olhadinha no mapa aí embaixo:

Mapa Centro do Rio com Belga Hotel

museu-do-amanha0v2

A localização também parece ser ótima pra quem vai à cidade a negócios, já que logo ali junto você encontra as Avenidas Rio Branco e Presidente Vargas, importante centro financeiro da cidade, e o Centro de Convenções SulAmerica, além do aeroporto Santos Dumont.

A gastronomia

Quem me conhece já deve ter imaginado isso: quando eu soube que o hotel era belga, a primeira coisa que pensei foi: COMIDA! Hehe. De fato, esse é um capítulo que merece destaque por lá: com um chef belga no comando, eles capricharam nas especialidades do país, com aquele toque brasileiro. O cardápio da brasserie, que fica no térreo do hotel, é a la carte. Quando fomos lá, brincamos até de Master Chef pra aprender a fazer steak tartare e tomates crevette – olha eu aí embaixo com minha obra prima :P

Belga HTL 2S (230)

belga-hotel5

belga-hotel4

O menu que foi servido na presstrip não é exatamente o mesmo que vai valer pra os hóspedes (e quem mais quiser comer lá, porque o restaurante vai ficar aberto pra o almoço), mas gostei muito de quase tudo que foi servido, com destaque pra o peito de frango empanado coberto com brie derretido, a carne de porco thai com limão e castanha, uma salada delícia com brie e mostarda Dijon, a tarte tatin (sou sempre fã dessa sobremesa) e uns camarões maravilhosinhos.

belga-hotel8

belga-hotel14

belga-hotel13

belga-hotel12

E, é claro, destaque também pras cervejas: o bar, que ocupa o mesmo espaço do restaurante (pequeno, mas charmoso), é bem abastecido de rótulos belgas de qualidade, como Brugse Zot Blonde, Ravena Belgian Pale Ale e Straffe Hendrick Tripel.

belga-hotel11

belga-hotel9

O hotel tá entrando em funcionamento esse mês e já vai receber hóspedes pra o Carnaval, o que é bem interessante já que tem muitos blocos de rua por lá e o Sambódromo também fica pertinho. Ficou interessado? Clica aqui e faz a reserva!

Nas próximas semanas, vou falar de alguns dos passeios que fiz por ali e valem muito a pena :)

Serviço

Rua dos Andradas, 129, Centro (esquina com Av. Mal. Floriano)
Telefone: (21) 2263-9086

O Janelas Abertas foi ao Rio de Janeiro a convite do Belga Hotel, que promoveu uma press trip com duas noites de hospedagem, passeios e jantares para que blogueiros conhecessem o hotel e seus arredores. Todas as opiniões manifestadas aqui são pessoais e não sofreram interferência do estabelecimento. O Janelas Abertas preza pela transparência e sempre sinaliza eventuais parcerias e patrocínios.

As fotos que ilustram o post são de minha autoria, com exceção da primeira, que mostra um quarto do hotel, e aquela em que eu apareço, que são creditadas a Salvador Scofano/Divulgação Belga Hotel.

Quer receber conteúdo exclusivo e gratuito sobre viagens?

Inscreva-se na lista de e-mails do Janelas Abertas e receba um e-book de 60 páginas com dicas para viajar só + check-lists para sua viagem + dicas inéditas a cada 15 dias.

Posts Relacionados

1 Comentário

  1. Hotel BH

    Que lugar mais lindo *-*

Deixe o seu comentário

Inscreva-se na newsletter do Janelas Abertas

Receba dicas e recursos de viagem de graça!

  • E-book de 60 páginas com dicas para viajar só
  • Check-list para viagens internacionais
  • Check-list para arrumar a mala
  • Newsletter quinzenal com conteúdo exclusivo

É só se inscrever na lista: