Colômbia

Onde se hospedar em Medellín: hotéis e albergues nos principais bairros

Colômbia | 02/07/19 | Atualizado em 12/07/19 | Deixe um comentário

Pra maioria das pessoas, a escolha de onde se hospedar em Medellín, na Colômbia, é óbvia. É que grande parte dos turistas não pensa duas vezes antes de reservar um hotel ou albergue em El Poblado, bairro preferido dos estrangeiros que vão a essa cidade colombiana.

Neste post, vou indicar algumas opções de hospedagem em El Poblado pra diferentes faixas de orçamento e falar um pouco sobre o bairro. Mas vou, também, dar alternativas pra quem preferir ficar numa região menos turística da cidade.

Uma ótima escolha é, por exemplo, Laureles, bairro mais “low profile” e também agradável e interessante. E, dependendo das suas prioridades, você pode optar por uma acomodação no centro da cidade, como eu fiz. Vamos ver os prós e contras de cada região?

onde se hospedar em medellín - centro

Leia também:
Roteiro de um mês pela Colômbia
Quanto custa viajar para a Colômbia?
Passeio guiado pela Comuna 13, em Medellín

Onde se hospedar em Medellín

El Poblado

Como falei, quase todos os turistas escolhem El Poblado pra se hospedar em Medellín. Esse bairro de classe alta é bem diferente da maior parte da cidade. Com avenidas largas e ruelas arborizadas, ele é cheio de restaurantes e cafés charmosinhos, lojas legais e bares descolados.

É um dos bairros mais seguros de Medellín e também um dos mais procurados por quem quer curtir a noite, já que na região ao redor do Parque Lleras há dezenas de bares e boates. Caminhando por lá, vi muuuita gente falando inglês e vários estabelecimentos que poderiam perfeitamente estar em cidades como Nova York ou Londres.

El Poblado é agradável, mas também é meio que uma bolha. Pessoalmente, não me encantei taaanto assim pelo bairro e fiquei com a sensação de que estava numa gringolândia, e não na Colômbia. Mas pra quem tem comodidade ou agito como prioridades, vale a pena ficar lá!

el poblado em medellín

Só fique ligado na localização específica da sua hospedagem, porque o bairro é bem grande e não é plano, então pode ser que você precise encarar ruas bem inclinadas pra ir até as áreas que mais lhe interessam.

Se o seu foco pra se hospedar em Medellín for ficar perto das baladas, procure um albergue ou hotel nos arredores do Parque Lleras. Essa região costuma ficar agitada e barulhenta à noite, podendo incomodar quem quer tranquilidade, mas se você busca agito, pode “se jogar”.

Entre as opções de hospedagem por ali você encontra desde albergues como o Hostal Lleras Calle 8 e o Hostal Andante a hotéis cinco estrelas como o Charlee Hotel (esse na foto aí embaixo, que pareceu lindinho e fica bem na praça).

hotel em medellín

Outras opões de hotéis mais em conta são o Hotel du Parc Royal, o Lleras Green Hotel, o Hotel Loup e o Celestino Boutique Hotel, mas tem muito mais lugares legais. Afinal, essa é a zona com maior oferta de hospedagem em Medellín.

Se você escolher ficar perto da estação de metrô El Poblado, por outro lado, fica mais fácil ir até outra partes da cidade usando transporte público, mas essa não é a área mais charmosa do bairro. Se ficar lá e quiser curtir os barzinhos, prepare-se pra caminhar num plano inclinado, já que a estação fica na parte mais baixa de El Poblado.

Algumas opções de hospedagem mais pra perto do metrô com ótimas avaliações são os hostels Black Sheep e Purple Monkey e os hotéis Alameda de La 10 e Hotel Lloyd. O Los Patios Hostal Boutique e o Medellín Vibes são hostels, mas parecem muito charmosos e têm várias opções de quartos privativos.

Vale ressaltar que como esse bairro é muito popular entre turistas, as hospedagens mais legais por ali tendem a se esgotar com certa antecedência, especialmente aos finais de semana.

Veja todas as opções de hospedagem em Medellín no bairro El Poblado

Laureles

Não tá a fim de ficar num bairro tão turístico, ou achou os preços em El Poblado meio salgados? Dê uma olhada, então, nas opções de hospedagem em Laureles. Muitos expatriados moram lá, já que ele é mais “classe média” e os aluguéis são mais em conta.

Essa área tem ficado cada vez mais popular entre turistas, então você encontra lá também boas opções de hotéis e albergues. No entanto, ele ainda é mais barato que El Poblado. Outra vantagem é que o bairro é plano, então é menos cansativo caminhar por lá. ;)

Além disso, não faltam restaurantes e barzinhos, só que com uma atmosfera menos gringa. Uma das principais ruas do bairro, Carrera 70, é bem famosa pela vida noturna, sendo mais frequentada por moradores. Sempre que pedi indicação pra alguém local de onde sair, me disseram pra ir pra lá. Infelizmente, adoeci e não pude ir conferir (um bom motivo pra voltar!).

Assim como El Poblado, Laureles fica afastadinho do centro de Medellín e não tem uma oferta muito boa de estações de metrô. Você provavelmente vai usar a estação Estádio, mas ela não fica no centrinho de Laureles, então confira a distância da sua acomodação até lá.

Dois albergues em Laureles com boa reputação são o Nativo Hostel, o Hostal Casa Paraiso e o Backpackers Inn. Pra quem procura hotéis, vale conferir o Asturias, o Hotel Boutique Laureles, o Egina Medellín e o Hotel Mediterraneo.

Conheça outras opções de hospedagem em Medellín no bairro Laureles

La Candelaria (Centro)

Assim como em Bogotá, o centro de Medellín é conhecido como “La Candelaria”. Mas essa região é majoritariamente comercial, apesar de abrigar vários pontos turísticos.

Boa parte dela fica bem vazia à noite, como acontece em centros comerciais em outras partes da América Latina. Por isso, muita gente diz que não vale a pena considerar o Centro pra se hospedar em Medellín. Mas eu discordo parcialmente. ;)

Caso você escolha ficar lá, é mesmo importante ficar atento à localização do seu hotel ou albergue, já que algumas regiões podem ser um pouco perigosas (e outras apenas feias). Mas não acho que seja preciso descartar imediatamente essa região.

Eu escolhi ficar num albergue no centro e não me arrependi, mas só recomendo se você tiver em mente critérios parecidos com os meus. Eu queria ficar numa área que não parecesse tão turística; queria uma hospedagem onde pudesse conhecer outros viajantes, mas que não estivesse tão focada em baladas; e queria ficar num quarto privativo pagando pouco.

Encontrei tudo isso no Medallo Social Hostal, albergue pequeno e aconchegante. Paguei super barato por um quarto só pra mim, simples mas confortável. Os quartos coletivos têm camas por apenas R$ 24 por noite (numa busca feita em julho de 2019 pra hospedagem em setembro).

Ele tem cozinha compartilhada e áreas comuns pra interagir com outros hóspedes, os funcionários são simpáticos e a atmosfera é bem de “casa”. Tem dois mercadinhos por perto, o metrô fica a uns 15 minutos de caminhada e o Uber pra maioria dos pontos turísticos não saiu caro.

quarto de hospedagem em medellín

medallo social hostal

albergue em medellín

Não achei essa parte do centro perigosa, mesmo sendo uma mulher viajando sozinha. Mas confesso que me incomodei um pouco com o assédio nas ruas por ali. Assédio tipo “cantadas”, sabe? Foi BEM constante, mas não cheguei a ficar com medo de que algo mais sério acontecesse.

Outras opções de hospedagem no centro de Medellín com notas muito boas no Booking e custo-benefício aparentemente bom são o 61 Prado GuestHouse, o Raiz Hostel e o Nomad Hostel.

Veja todas as opções de hospedagem em Medellín em La Candelaria

Ainda não encontrou o que queria? Veja todas as opções de hospedagem em Medellín

E você, tem dicas de onde se hospedar em Medellín? Ou ficou com alguma dúvida? Fala aí nos comentários!

Pra conferir muito mais conteúdo sobre viagens todos os dias, siga o Janelas Abertas no Facebook, no Instagram e no Youtube. Espero você lá! :)

Quer receber conteúdo exclusivo e gratuito sobre viagens?

Inscreva-se na lista de e-mails do Janelas Abertas e receba um e-book de 60 páginas com dicas para viajar só + check-lists para sua viagem + dicas inéditas a cada 15 dias.

Posts Relacionados

0 Comentários

Deixe o seu comentário

Inscreva-se na newsletter do Janelas Abertas

Receba dicas e recursos de viagem de graça!

  • E-book de 60 páginas com dicas para viajar só
  • Check-list para viagens internacionais
  • Check-list para arrumar a mala
  • Newsletter quinzenal com conteúdo exclusivo

É só se inscrever na lista: