Alemanha

Berlim: Como visitar o parlamento

Alemanha | 06/11/14 | Atualizado em 27/11/17 | 1 comentário

Reichstag, Bundestag, quê? :P Reichstag é o prédio onde funciona o parlamento federal da Alemanha, chamado de Bundestag (Bundes = federal, Reichs = imperial, como nos regimes da época em que o edifício foi construído). Ele é um dos pontos turísticos mais visitados da cidade, não por acaso: a fachada neoclássica + a modernidade da sua cúpula de vidro chamam atenção, assim como a vista lá de cima e o papel histórico do edifício. Resumindo: vale muito a visita! :)

251936_3323515332928_524067513_n

Eu jeguinha na frente do prédio ;)

Foi nele que o deputado Philipp Scheidemann proclamou a república alemã, em 1918. E também foi ele o alvo de um incêndio que destruiu boa parte do prédio, em 1933, e foi usado pelos nazistas como pretexto pra perseguir seus opositores. Pera, deixa eu explicar: é que a autoria do incêndio nunca ficou clara, mas quando os bombeiros chegaram tinha um cara sem camisa lá dentro. Esse cara, Marinus van der Lubbe, era comunista. E o fato de ele tar por lá serviu pra que Hitler, que tinha acabado de ser nomeado chanceler, botasse a culpa nos comunistas.

Com os comunistas impedidos de tomar seus assentos no parlamento, os nazistas tiveram maioria por lá e acabaram conseguindo adotar a Lei de Plenos Poderes, que permitiu a Hitler governar por decreto e suspender várias liberdades civis. Mas não, os babados históricos não pararam de rolar por lá. Na Segunda Guerra, o prédio foi destruído, sendo reconstruído de forma simplificada entre 1961 e 1971.

Vai pra Europa? Não se esqueça que o seguro viagem é obrigatório pra entrar lá!
Clique aqui e saiba como contratar o seu com desconto.

Enquanto a Alemanha tava separada, depois da guerra, a capital da parte Ocidental era Bonn e o governo foi pra lá, mas depois da reunificação a galera resolveu usar o prédio em Berlim de novo. Depois de passar por um mega face-lift, que incluiu a construção da famosa cúpula de vidro – obra do renomado arquiteto Norman Foster -, o prédio foi reforçado como um dos ícones da cidade. Desde 1999, ele é sede do parlamento alemão de novo :)

E a tal cúpula, por que é tão legal? Primeiro porque ela é bonitona. Por dentro, ela forma uma espiral que você vai subindo, tipo uma rampa, até o teto do edifício. Lá em cima, no terraço, tem uma vista legal da cidade, incluindo marcos importantes como o Portão de Brandemburgo. E você ainda pode pegar um audioguia disponível em 10 línguas (inclusive português) e ir escutando, enquanto sobe, informações interessantes sobre o parlamento e a cidade, além de descobrir quais prédios você tá vendo lá de cima – o que é especialmente legal se você estiver no começo da viagem, como eu tava, pra poder ter logo uma noção de como Berlim se organiza.

282781_3323514212900_2031154132_n

Subindo…

533880_3323512772864_818178140_n

Minha irmã lendo sobre o parlamento ;)

Mas tem um detalhe: pra visitar o lugar, é preciso fazer agendamento prévio pela internet, no site do Bundestag, com pelo menos dois dias de antecedência. Basta entrar neste link, onde aparecem três tipos de visita:

Lectures held in the visitors’ gallery overlooking the plenary chamber followed by a visit to the dome: quando não tem sessão do parlamento, você pode ir pra galeria dos visitantes, de onde vê o plenário, e assistir a uma “palestra” de 45 minutos sobre o funcionamento e a composição do parlamento alemão, além de entender melhor sobre a história e arquitetura do prédio. Depois, você vai pra cúpula.

Guided tours followed by a visit to the dome: visitas guiadas de 90 minutos. Aqui você encontra os tipos de tours e os horários de cada um deles. Depois, você pode visitar a cúpula.

Visit to the dome: esse tipo dá direito a simplesmente subir à cúpula e ao terraço, com o audioguia. A maioria das pessoas escolhe essa opção, que fica disponível diariamente das 8h às 0h (última entrada às 22h), com um novo grupo entrando a cada 15 minutos (mas fique atento ao que diz o site, porque nos dias 24 e 31 de dezembro o parlamento fecha e além disso o acesso à cúpula não é permitido em alguns outros dias pra manutenção).

Depois de escolher a visita que prefere, informe o número de pessoas que vão no seu grupo, clique “next”, coloque aquelas letrinhas chatas do captcha e escolha a data e o horário da visita. Você pode escolher até três opções de horários, então rola de ter alguma flexibilidade tipo “eita, agora tou curtindo tanto ficar aqui jogado no Tiergarten, acho que vou deixar esse passeio pra amanhã” ;) Depois, clique em “next” de novo e coloque seus dados pessoais. No dia da visita, é bom chegar uns 10 minutinhos antes (“faça o que eu digo, não o que eu faço”: cheguei meio atrasada e achei que a pontualidade alemã ia me barrar, mas deu tudo certo :P).

Procurando hospedagem em Berlim? Clique aqui para comparar preços e reservar os melhores hotéis, albergues e apartamentos

Ok, é um processo um pouco chatinho, mas bem melhor do que ficar nas filas quilométricas que a galera diz que se formavam antes de implementarem esse sistema, né? E caso você resolva fazer a visita de última hora, não se desespere: há uma luz no fim do túnel (ou da fila, que aí sim deve surgir). No Visitors’ Service, que fica perto do Reichstag, na rua Scheidemannstraße, é possível fazer a inscrição presencial pra visitar a cúpula, desde que haja vagas pra o horário escolhido. Nesse caso, as inscrições são aceitas com até duas horas de antecedência e também é possível se inscrever pra os próximos dois dias.

O Reichstag fica na Platz der Republik 1, Tiergarten, e é difícil passar batido por ele :P Pra chegar, pegue o U-Bahn ou o S-Bahn até as estações Bundestag (quase em frente ao parlamento), Brandenburguer Tor ou Hauptbanhof. Outra opção é ir de ônibus: a linha 100 tem uma parada chamada Reichstag/Bundestag – fui assim e recomendo, já que essa linha passa por vários pontos turísticos (assim como a 200) e serve quase como um “city tour” pelo preço de uma passagem simples ;)

550846_3323513652886_472113543_n

Tchüss!

Contrate seu seguro viagem com desconto
Pesquise e reserve hotéis com os melhores preços no Booking
Alugue um carro nas melhores locadoras com a Rentcars e pague em até 12x
Procure a casa de câmbio com a melhor cotação da sua cidade 

Quando você usa esses links, o blog ganha uma pequena comissão pra se manter vivo e você não paga nada a mais por isso. <3 Saiba mais sobre as políticas de monetização do Janelas Abertas clicando aqui.

Pra conferir muito mais conteúdo sobre viagens todos os dias, siga o Janelas Abertas no Facebook, no Instagram e no Youtube. Espero você lá! :)

Quer receber conteúdo exclusivo e gratuito sobre viagens?

Inscreva-se na lista de e-mails do Janelas Abertas e receba um e-book de 60 páginas com dicas para viajar só + check-lists para sua viagem + dicas inéditas a cada 15 dias.

Tags:

Posts Relacionados

1 Comentário

Deixe o seu comentário

Inscreva-se na newsletter do Janelas Abertas

Receba dicas e recursos de viagem de graça!

  • E-book de 60 páginas com dicas para viajar só
  • Check-list para viagens internacionais
  • Check-list para arrumar a mala
  • Newsletter quinzenal com conteúdo exclusivo

É só se inscrever na lista: