Bahia

Chapada Diamantina: Poço do Diabo e Cachoeira do Mosquito

 Um poço com água tão escura quanto Coca Cola e uma queda d’água em meio a um paredão de pedras deslumbrante. Com duas atrações tão diferentes, tanto entre si quanto em relação a tudo que eu tinha visto antes, o dia do passeio pelo Poço do Diabo e Cachoeira do Mosquito foi um dos meus preferidos na Chapada Diamantina, na Bahia.

Fiz o passeio a partir de Lençóis com a agência Chapada Adventure Daniel, com quem contratei um pacote de três dias pra conhecer os principais pontos de interesse ao redor da cidade. Pra quem vai sem carro, só dá pra chegar nesses lugares mais distantes com agências ou descolando uma carona.

acesso para o poço do diabo

Leia mais:

Roteiro de 7 dias entre Capão e Lençóis sem carro
Onde se hospedar no Vale do Capão
Poço Encantado e Poço Azul
Poço da Angélica e Cachoeira da Purificação
Quanto custa passar uma semana na Chapada Diamantina
Todos os posts sobre a Bahia

Saímos no início da manhã e chegamos no acesso pra o Rio Mucugezinho, onde tem uma lojinha de artesanato e um restaurante, em uma meia hora. Depois de cerca de 1km de trilha, passando por outros poços e muitas pedras, chegamos até a primeira parada do dia: o Poço do Diabo. As pedras, aliás, são a razão pra água ser tão escura. Como explicou o guia, a água normalmente é filtrada por areia ou argila, e nos casos em que não há nenhuma das duas, fica assim vibes refrigerante.

Não é obrigatório fazer o percurso com guia, mas a trilha não me pareceu muito bem demarcada. Ela é de nível fácil a moderado, porque é preciso “escalar” umas pedras, mas nada muito complicado mesmo pra sedentários como eu. E a recompensa, como de costume nesse lugar mágico que é a Chapada, é delícia – desde o caminho ao destino.

Procurando hospedagem em Lençóis, na Chapada Diamantina? Clique aqui e encontre os melhores preços.

trilha para o poço do diabo

caminho para o poço do diabo

mirante no caminho para o poço do diabo

 Procurando hospedagem em Lençóis, na Chapada Diamantina? Clique aqui e encontre os melhores preços.

O poço é ótimo pra nadar, e dá pra sentar nas pedras pra ficar embaixo da queda d’água, que é daquelas bem fortes, estilo “renovador, porém se passar muito tempo embaixo começa a doer”. :P E tem ainda umas atrações extra, como tirolesa (R$ 30) e rapel (R$ 40). Não fiz nenhum dos dois porque a) não são muito fã de rapel; b) achei a tirolesa curta. Passamos cerca de 1h30 lá, então deu tempo pra algumas pessoas do grupo descerem de rapel e pra o resto de nós nadar e lagartear sob o sol.

poço do diabo

A parada seguinte, 40km depois, foi na Fazenda Santo Antônio, onde comemos o melhor almoço dentre os incluídos nos passeios que fiz com a Chapada Adventure. Era um bufê livre com peixe frito, feijão preto, feijão tropeiro, salada, ovo cozido, batata doce, galinha guisada, frango na chapa, carne de sol, macarrão, jerimum… Enfim, um monte de coisa gostosa, com bebidas e sobremesas à parte. O restaurante também tem banheiros, lojinha e redes (disputadas, como era de se imaginar em um cenário pós-bufê livre).

almoço na fazenda santo antônio

redes na fazenda santo antônio

O dia já tava ótimo até aí, mas eu não imaginava como ainda ia ficar melhor. Um pouco depois das 14h, chegamos na entrada da trilha que leva, em uns 20 ou 30 minutos, até a Cachoeira do Mosquito. E poucos lugares que vi na Chapada me deixaram tão boquiaberta quanto esse.

chegada na cachoeira do mosquito

cachoeira do mosquito

cachoeira do mosquito

Sério, olha esses paredões. Se imagina todo pequenino junto dessa imensidão. Todo mundo falando mais baixo, como que intimidados pela queda d’água. O som da água caindo bem alto e o cuidado ao se aproximar da cachoeira pra não escorregar – mas talvez, também, como forma de reverência a essa natureza louca e poderosa. Tem como não se arrepiar um pouquinho?

Ah, e caso você esteja preocupado com picadas de mosquitos, pode ficar tranquilo: o nome da cachoeira não se deve à presença de insetos. É que antigamente os garimpeiros chamavam os pequenos diamantes encontrados por lá de “mosquitinhos”. Simpático, né?

cachoeira do mosquito

banho na cachoeira do mosquito

Depois de umas 1h30 por lá, fomos embora já sentindo saudades, mas ainda tinha um presentinho de despedida: a vista da cachoeira lá de cima, desde um mirante onde a van parou pra gente tirar fotos e se embasbacar mais uma vez.

vista da cachoeira do mosquito

O passeio da Chapada Adventure inclui transporte, guias, taxas de entrada nas cachoeiras e almoço e sai hoje por R$ 200 por pessoa em grupo, mas pode ficar mais em conta caso você feche um pacote, como eu fiz. Gostei muito do serviço deles e recomendo. Pra mais informações, acesse o site da agência. Se estiver de carro, rola de ir por conta própria; apesar de não ter a conveniência dos guias, você economiza e pode fazer seus horários. ;)

Contrate seu seguro viagem com desconto
Pesquise e reserve hotéis com os melhores preços no Booking
Alugue um carro nas melhores locadoras com a Rentcars e pague em até 12x
Procure a casa de câmbio com a melhor cotação da sua cidade 

Quando você usa esses links, o blog ganha uma pequena comissão pra se manter vivo e você não paga nada a mais por isso. <3 Saiba mais sobre as políticas de monetização do Janelas Abertas clicando aqui.

Pra conferir muito mais conteúdo sobre viagens todos os dias, siga o Janelas Abertas no Facebook, no Instagram e no Youtube. Espero você lá! :)

Posts Relacionados

0 Comentários

Deixe o seu comentário