Destinos

Wishlist: 19 países pra conhecer o quanto antes

Então é Nataaal, o que você feeez? (leia no ritmo da música). Todo ano é a mesma coisa: chega dezembro e não temos como fugir de Simone cantando e nos forçando a colocar na balança os últimos 12 meses. O que você fez esse ano? Que objetivos alcançou?  Pode ser brega, mas esse babado autoajudístico me faz pensar no futuro; mais especificamente, em como transformar sonhos em planos. E é claro que tinha que ter viagens nesse pacote, né?

Ô, mundão enorme… Não me apego tanto a números, mas resolvi parar pra marcar num mapa os países que conheci até agora e confesso que fico feliz por ver tanta área cinza a ser explorada. São como páginas em branco de um livro que ainda vou ler e escrever :)

 

Luisa’s Travel Map

Argentina, Áustria, Brasil, Chile, República Tcheca, França, Alemanha, Hungria, Irlanda, Itália, Mônaco, Holanda, Portugal, Espanha, Suécia, Suíça, Reino Unido, Estados Unidos e Vaticano.

Mas sem mais delongas, vamos ao objetivo desse post: elencar alguns dos destinos que quero conhecer num futuro próximo. É claro que a vida deve acabar me levando pra caminhos diferentes, como tem feito até agora – boa parte das 60 cidades que conheci até hoje não tavam nos planos e foram incríveis. Mas sonhar é o primeiro passo pra realizar, né? ;) Por isso, separei outros 19 países onde ainda não pisei e pretendo ir assim que possível. Quem sabe você não se anima a ir pra algum deles também – ou me dá dicas, se já conhecê-los?

(Abre parênteses: comecei esse post falando em “bucket list”, mas logo mudei. Não gosto dessa ideia de “100 lugares pra conhecer antes de morrer” – ou filmes pra ver, músicas pra ouvir, whatever. Sei lá quanto tempo falta pra eu morrer… Tenho mais é que realizar os sonhos assim que possível, né? Fecha parênteses).

México

Acho que todo mundo tá cansado de saber que o México é incrível, mesmo sem ter ido lá. A imensidão da capital, as águas clariiiinhas de praias como Akumal, Playa del Carmen, Cancun e Tulum, as Cavernas de Yucatán, as pirâmides de Chichén Itzá e Teotihuacán e é claro: as comidas! A culinária mexicana é minha favorita, mas até hoje só conheço a versão abrasileirada ou americanizada (ou alguns pratos adaptados por amigos mexicanos na Europa) e morro de curiosidade de provar a verdadeira, in loco ;) Tem boas informações sobre o país aqui, aquiaqui.

Colômbia

Praias caribenhas, ruas pitorescas de paralelepípedo em Cartagena, o agito de Bogotá, o café, a cumbia e uma galera super gente boa (ok, não trabalho com uma “amostragem” muito grande, mas gostei MUITO de todos os colombianos que já conheci). Quer saber mais? Clique aqui pra ver posts sobre Cartagena, Bogotá e Tunja e aqui pra conferir uma sugestão de roteiro pelo país. Ah, e nunca é demais ressaltar: apesar da má fama que ainda existe na cabeça de algumas pessoas, o país é seguro, como garante Carol, que viajou por lá sozinha :)

cartagena-Einer Rivera

Ruazinha de Cartagena. Foto: Wikimedia Commons – Einer Rivera

Bolívia

Potosi, Sucre, Salar de Uyuni… Muita gente nunca tinha ouvido falar nesses lugares até pouco tempo atrás, mas nos últimos anos as viagens por essa região (não raro combinando com um tour pelo Chile e Peru) têm se tornado cada vez mais comuns – pelo menos entre meus amigos e conhecidos. A verdade é que o Peru, que atrai muita gente por causa do Machu Picchu, nem tá no topo da minha lista latino-americana. Por isso, escolhi a Bolívia pra representar essa zona do nosso querido continente ^^ O salar, o cemitério de trens, as lagunas Blanca e Verde, o Lago Titicaca e a própria La Paz me conquistaram pelas fotos e relatos de quem já foi. Veja alguns aqui e aqui.

Cuba

Cresci ouvindo meu pai falar de experiências dele em Havana e sempre tive curiosidade de ver essas histórias se materializarem pelas ruas da capital. As praias paradisíacas, o povo hospitaleiro, a história da revolução, o sistema político, a “viagem no tempo” que é ver todos aqueles carros, edifícios e objetos antigos… Não faltam motivos pra ir lá e tentar entender a cultura cubana, né? Então dá uma olhada nas muitas dicas práticas compiladas lá no Viaje na Viagem.

havana-Jorge Royan

O charme de Havana. Foto: Wikimedia Commons – Jorge Royan

Nova Zelândia

Como boa ex-obcecada pelo Senhor dos Anéis (sdds, canal Terramédia no mIRC), é claro que eu já sonhei muito em visitar a Nova Zelândia. Praticar esportes radicais em Queenstown, fazer trilhas, acampar, conhecer vinícolas e comer muito na região de Marlborough, conhecer os gêiseres e a cultura Maori em Rotorua, passear pelo Hobbiton (o set de filmagens da trilogia O Hobbit, com as casinhas fofas do Condado) ou curtir a vida noturna, a gastronomia e os museus de Wellington… Difícil é decidir o que fazer primeiro! Ah, e o destino ainda é mara pra roadtrips: além das paisagens deslumbrantes, ele tem ótimas estradas e aluguéis de carros por preços razoáveis, segundo li por aí :) Tem informações legais sobre a Nova Zelândia aqui e aqui e o roteiro de uma viagem de 14 dias numa van pelo sul do país aqui.

Tailândia

A Tailândia tá entre os destinos dos sonhos de muita gente – apesar de nem sempre corresponder às expectativas, como no caso do pessoal do 360 meridianos, que já ressaltou alguns pontos negativos da passagem deles por lá. Pelo que li, é bem fácil cair em golpes e passar perrengues no país, mas com informação e paciência dá pra descobrir grandes tesouros. Essa aula de culinária “socialmente responsável” em Bangkok é um exemplo :) Acho que o grande contraste do colorido com o caos, do trânsito com os incríveis templos, da fé com o turismo desordenado e do tanto de gente que ama e odeia o país é o que mais provoca a curiosidade de ver e sentir tudo ao vivo. Fiquei ainda mais a fim de conhecê-lo depois que uma amiga inglesa morou por lá dando aulas de inglês ^^ Confira uma sugestão de roteiro aqui.

bangkok-floatingmarket-Paolobon140

Mercado Flutuante em Bangkok. Foto: Wikimedia Commons – Paolobon140

Indonésia

As “praias paradisíacas” da Indonésia são bem famosas – mais especificamente de Bali, a ilha mais conhecida por lá, apesar de existirem milhares de outras nesse arquipélago impressionante. Mas a quantidade de coisas pra fazer no país não se resume a tomar sol na praia no meio de um monte de turistas: mergulho, vulcões, templos hindus, meditação, surfe… Veja aqui alguns dos passeios pra fazer por lá. E, como sempre, se ligue nas dicas de quem já foi pra não entrar em roubadas :)

Vietnã

Passear de caiaque pela Baía de Halong, ver o teatro de marionetes de água de Hanói, passear pelos vilarejos, montanhas e campos de arroz e conhecer os vários templos são só algumas das atrações desse país cada vez mais popular entre os turistas – você encontra mais informações aquiCamboja e Laos costumam entrar também no “pacote” quando a galera vai pra lá, não por acaso ;) Veja aqui um roteiro pra os três países.

vietna-halongbay-Ravn

Baía de Halong. Foto: Wikimedia Commons – Ravn

Turquia

Dividida entre Ásia e Europa, a Turquia é um país fascinante. Além da capital, Istambul (o que dizer dessa cidade que nem conheço e já considero pakas?), e da região da Capadócia, que se tornou mais popular nos últimos tempos, dizem por aí que vale muito a pena conhecer Pamukkale, Éfeso e Bodrum.

Croácia

Já faz alguns anos que a Croácia se tornou um dos points mais badalados do verão europeu. Seu litoral é cheio de belezas naturais, justificando por si só o sucesso do país, mas a graça não para por aí. Tem também badalação, castelos, montanhas, muralhas medievais, lagos… Definitivamente, um dos países que mais me animam dessa lista :)  Clique aqui pra ver sugestões do que fazer em alguns dos destinos mais populares por lá: Dubrovnik, Split, Hvar, lagos de Plitvice e Zagreb.

dubrovnik-Bracodbk

Dubrovnik. Foto: Wikimedia Commons – Bracodbk

Eslovênia

Não faz muito tempo que aprendi a pronunciar “Ljubljana”, nome da capital da Eslovênia (é só falar como se os jotas fossem is), mas já tenho muita vontade de conhecer o país. O cartão-postal de lá é o Lago Bled, que fica na cidade de mesmo nome e inclui uma ilhota com igrejinha, castelo e uma cadeia de montanhas impressionante. Ah, e como a capital fica no centro do país, dá pra dormir lá e fazer bate-volta pra outros destinos no interior. As Cavernas de Postojna, por exemplo, ficam a uns 50km de Ljubljana (já treinou a pronúncia?) e são o maior complexo de cavernas visitáveis da Europa. Saiba mais sobre o país aqui.

Bósnia

A guerra, que acabou em 1995, deixou marcas ainda visíveis na Bósnia e Herzegovina, mas cada vez mais gente tem descoberto que o país vai muito além disso. A mistura de culturas de Sarajevo, as paisagens cênicas do interior, o charme de Mostar, os preços baixos e a hospitalidade do povo local são alguns dos pontos que fazem a viagem pra lá valer a pena, de acordo com quem já foi ;) Ter uma conhecida de lá me dá ainda mais vontade de descobrir o país com calma e tentar entender um pouco sua história. Espero não demorar!

mostar-Fer.filol

A famosa ponte de Mostar. Foto: Wikimedia Commons – Fer.filol

Sérvia

Por que ir pra Sérvia? Pelas montanhas, os churrascos, a “cena underground”, as kafanas (pubs ou tavernas), os splav (barcos-boate que ficam ancorados no rio Sava, em Belgrado) e a hospitalidade do povo – que a galera chega a comparar com os brasileiros. E o melhor: por muito tempo, os brasileiros precisaram de visto pra Sérvia, mas isso acabou em 2013 \o/ Uma boa fonte em português sobre a Sérvia é o blog Bem-Vindo à Sérvia, escrito por um carioca que mora lá há alguns anos e promove o turismo no país com foco em jovens.

Montenegro

Um dos países mais jovens do mundo, Montenegro é bonito, barato e ainda pouco explorado por boa parte dos turistas. Muita gente sai de Dubrovnik, na Croácia, pra um bate-volta na Baía de Kotor, em Montenegro, mas tem muito mais o que ver por lá. Águas cristalinas, montanhas, lagos e pequenas vilas dão charme ao país, que, segundo li em blogs como este aqui, é ótimo pra explorar de carro.

montenegro-blacklake-Nije bitno

Lago Crno. Wikimedia Commons – Nije bitno

Islândia

Quanto mais ouço falar da Islândia, mais tenho a impressão de que vou encontrar unicórnios por lá :P Minha vontade de conhecer esse território amplamente inabitado, com paisagens oníricas que vão de fontes termais e gêiseres a vales, cachoeiras, geleiras e montanhas só faz crescer. Sem falar na aurora boreal, que motiva a ida de muita gente pra lá e, apesar de as luzes não serem tão lindas ao vivo quanto nas fotos (pelo menos de acordo com este post), com certeza impressionam. Ah, e ainda tem umas curiosidades como os fatos de que eles comem carne de tubarão fermentada e podre, têm a capital mais ao norte do mundo e só têm uma estrada asfaltada no país todo. Pra quem não estiver convencido sobre a beleza do país, acho que olhar essas imagens aqui pode ajudar ;) Vale a pena conferir ainda estes posts que mostram uma viagem de carro por lá.

Marrocos

Eu já comprei uma passagem pra o Marrocos e não fui :( Nos idos de 2009, quando morava em Sevilha, apareceu uma passagem maravilhosa da Ryanair por uns 10 euros (com taxas! ida e volta! :O) pra Fez. Comprei, muito feliz e satisfeita, e só depois me liguei que não tinha dinheiro suficiente pra pagar por hospedagem, comida, essas besteirinhas assim :P Nem me arrependo de não ter ido naquela ocasião, mas até hoje sigo com a frustração por não conhecer esse país tão interessante. Gabriel, do Gabriel Quer Viajar, escolheu o Marrocos pra se iniciar na exploração de “países exóticos”, e acho uma boa; afinal, ele fica pertinho da Espanha, com uma cultura mais familiar ;) Meus amigos (os que de fato usaram as passagens, naquela viagem lá em 2009) passaram um pouco de perrengue com a comida, tiveram pedras jogadas no carro em que tavam fazendo um passeio guiado e foram parar na delegacia, e as meninas não se sentiram muito à vontade. Mas a quantidade de relatos positivos que ouvi de lá supera e muito esses probleminhas, e passar uma noite no deserto, numa das cabanas montadas no meio das dunas, é um dos meus sonhos – ai, ai, só de pensar no céu estrelado… <3 Veja aqui algumas informações úteis sobre o país.

marrocos-deserto-Jamou

Deserto marroquino. Foto: Wikimedia Commons – Jamou

África do Sul

Devia ter mais países africanos nessa lista, mas fui escrevendo e agora já cheguei perto do fim, hehe. Cape Town, o Cabo da Boa Esperança, Johanesburgo e o safari no Parque Nacional Kruger são figurinhas carimbadas nos roteiros pelo sul do continente, e não por acaso. Seria massa também passar por Zâmbia, Zimbábue e Botsuana, por exemplo, mas não tenho dúvidas de que a África do Sul já seria uma experiência incrível pra começar :) Tem boas informações sobre o país aqui e aqui.

Terra do Fogo

Ok, nesse item tou “roubando”, já que a Terra do Fogo faz parte da Argentina e do Chile, dois países que já visitei. Mas esse arquipélago, localizado na extremidade sul do nosso continente, é tão especial – até mesmo mítico, eu diria – que não podia deixar de fora da lista. Minha vontade de ir pra lá começou quando li essa reportagem massa  escrita por uma ex-editora minha (do Jornal do Commercio, onde trabalhei como repórter), que foi pra lá e pra Antártida (onde é fácil chegar partindo de Ushuaia, na Argentina, ou de Punta Arenas, no Chile). Esses “territórios de extremos”, como ela chama, parecem absolutamente fascinantes até pra quem não é tããão chegado em turismo “de aventura” ;)

terradofogo-baiadeushuaia-Leandro Neumann Ciuffo

Baía de Ushuaia . Foto: Wikimedia Commons – Leandro Neumann Ciuffo

E você, aonde quer ir em 2015 – ou o quanto antes conseguir? Me conta! :)

Posts Relacionados

20 Comentários

  1. A Tailândia é incrível, você só tem que fugir de algumas coisas… O Vietnã também, é um lugar muito diferente e muito interessante de viajar!

    Ah e a Bolívia é um dos meus lugares preferidos no mundo! As coisas parecem mais intocadas sabe? Tem paisagens lindas de morrer e uma cultura muito rica.

    Eu só viajei pra esses três da sua lista por enquanto, mas espero visitar todos um dia!
    Boas viagens pra você em 2015!

    • Luísa Ferreira

      Que massa, Amanda! Esses três tão entre minhas prioridades da lista ^^ Boas viagens pra você também! :D

  2. sabrina

    Eu quero muito ir para o canada estudar inglês, mas e tudo meio difícil e vai muita grana… :/

  3. Marcela Balbino

    Luuu, viajo agora em setembro para Bolívia. Entrei aqui no site para ver se tinham dicas e vi esse post…ouuunn <3
    te digo depois oq achei :)
    To bem empolgada. O México era meu destino numero 1, mas as condições para a Bolívia foram melhores.
    Ah, o Blog tá lindinho. Leve, pra cima, colorido. Amei :)

    • Luísa Ferreira

      Eita, que deli! Me diz mesmo <3 Vai ser mara! E que bom que gostasse :)) Valeu! beijo

    • Luísa Ferreira

      Opa! :) Massa, valeu! :D Vou dar uma olhada

  4. Adoro viajar, esse ano mesmo visitei varias ilhas do caribe.
    Quero conhecer o mundo todo, mas se eu tivesse que fazer um TOP 5 eu escolheria Romenia, Hungria, Belgica, Japao e Egito.

    Beijos, Nicole
    Dona do Why Not? e colunista do #Turistando no Portal Gleep

  5. Bárbara

    Bom dia!

    Posso dizer que você não vai se arrepender em conhecer Croácia, Bósnia e Montenegro. São países simplesmente incríveis! Não tenho palavras pra descrever a saudade que sinto dessa viagem. Um dica que eu posso dar é ir entre maio e junho, quando o clima já está uma delícia, mas os turistas ainda não estão por lá.

    • Oi, Bárbara! Valeu pelo comentário :D Dica anotada. E a vontade de ir conhecer essas lindezas só aumentou! :)

  6. Fernanda

    Olá! Cara, não deixe de ir ao Peru. Agregue-o à sua lista. Em setembro de 2016 fiz a Trilha Inca com meu marido e a transformação que me causou irá para toda a vida. Lima e Cusco são uma fofura. Ainda quero conhecer por lá as linhas de Nazca. Adorei suas dicas. Obrigada.

    • Oi, Fernanda! O Peru tá na lista sim; não no topo, mas com certeza tá – e esse comentário ajudou a subir algumas posições ;) Que bom que gostasse! Eu que agradeço :) Um abraço

  7. Oi Lucia, tudo bem? Parabéns pelo post muito útil que ajuda todas as pessoas que querem conhecer diferentes partes do mundo. Tive a oportunidade de conhecer Machu Picchu e a verdade foi uma das grandes experiências da minha vida, conhecer a cidade perdida dos incas.

    Parabens pelo blog, bjos!

    • Oi, Talitha! Que bom que você gostou do post :) Machu Picchu deve ser mesmo incrível. Um abraço! :)

Deixe o seu comentário