França

Lyon: um passeio pela Colina de Fourvière e pelo Vieux Lyon

França | 10/11/12 | Atualizado em 30/06/19 | 4 comentários

E finalmente chega a hora de falar de Lyon! “Minha cidade preferida”, eu dizia quando tava lá e pouco depois de voltar. Hoje acredito que alguma outra ainda pode me conquistar tanto quanto, mas sei que as dez semanas que passei por lá vão ficar guardadas como uma das melhores lembranças da minha vida. 

Em outras viagens, o que me marcou mais foram as pessoas com as quais convivi. Nessa não foi muito diferente, exceto que a cidade em si assumiu pra mim uma personalidade tão forte quanto a dos amigos que fiz por lá. Quer saber por quê? Então dá uma olhada nos posts sobre ela aqui no blog.


Duas colinas, dois rios, um bairro com jeitão medieval, um grande centro comercial e econômico e um cenário gastronômico renomado. Esses são apenas alguns dos ingredientes que fazem de Lyon, a segunda maior cidade da França e capital da região Rhône-Alpes (Ródano-Alpes), um dos destinos mais deleitáveis no país do croissant.
Fundada em 43 a. c., a cidade é bem, bem velhinha. E ela era bem importante nessa época também, afinal, foi capital da província de Gália durante o Império Romano.

Leia mais:

Todos os posts sobre Lyon
Todos os posts sobre a França

E, como me indicou uma amiga (e Mirelle do 13 anos depois também), é mais ou menos desse período histórico que você pode partir pra explorar a cidade, começando o passeio com o pé direito. Basta ir até o Vieux Lyon (Lyon antiga), uma das partes mais charmosas da cidade. Mas calma, melhor deixar pra explorá-la na volta. Antes, pegue o charmoso funicular até a estação Minimes, subindo a Colina de Fourvière, onde a ocupação da cidade começou. 

Funiculaire

Saindo da estação, alguns passos são suficientes pra dar de cara com o Teatro Romano, construído no início do século 2 (pois é, não é só na Itália que você tropeça com essas ruínas incríveis aqui e ali). Suas arquibancadas de pedra convidam a subir até o topo e, para descansar, sentar-se lá mesmo e contemplar a vista – coisa que eu fiz várias vezes <3 Junto dele, o Museu Galo-Romano conta a história da região, com maquetes e achados resultantes de escavações. Um prato cheio pra quem gosta de arqueologia ;)

De lá, subindo mais um pouco, chega-se ao topo da colina. E é aí que está ela, um dos ícones da cidade e grande destaque em sua paisagem: a Basílica de Notre Dame de Fourvière.  Antes mesmo de entrar na imponente igreja, você vai perceber que começou bem esse roteiro. De lá de cima, o presente é uma bela vista da cidade quase toda.

Retomado o fôlego, é hora de descer de volta ao Vieux Lyon, onde outra impressionante demonstração do poder da Igreja Católica lhe aguarda. Trata-se da Catedral de Saint Jean (minha preferida!). Dali, seguindo pela Rua de Saint Jean, onde só circulam pedestres, explore as inúmeras lojas, padarias, confeitarias e restaurantes do bairro medieval e fofíssimo :)

Procurando hospedagem em Lyon? Clique aqui e veja as melhores opções para as datas da sua viagem

Cathedrale de Saint-Jean

No percurso pelas ruas de pedra, procure também por uma das marcas registradas de Lyon, os traboules, passagens secretas que ligam uma rua a outra por dentro dos prédios. Eles eram usados pelos artesãos da seda – que fizeram de Lyon a primeira cidade operária da França, no século 18 – e, mais tarde, por soldados na Segunda Guerra Mundial. 

Esse post é uma adaptação de um texto publicado como parte da matéria Lyon é uma delícia, de minha autoria, no caderno de Turismo do Jornal do Commercio no dia 25/10/2012.

Posts Relacionados

4 Comentários

  1. Gerson

    Lyon é um cidade charmosa, segunda maior da França, situada entre os Rios Ródano e Saône. Capital mundial da gastronomia, conta com uma movimentada vida cultural, desde festivais a museus.
    Na minha humilde e suspeita opinião, Lyon dá de dez a zero em Paris. Sim!

    Além de linda e charmosa, a cidade não é tão cheia, é mais acessível nos quesitos preço e locomoção e conta não só com um, mas com dois rios!

    • Luísa Ferreira

      Concordo, Gerson! :D

  2. Maria Teresa Marvila de Oliveira

    Oi Luisa,
    Também morei em Lyon e em várias outras cidades da França, vc fez o mesmo trajeto que eu hein? falo isso pq sou a que te fez perguntas sobre a UVA de Valladolid, concordo com vc a cidade pela qual me apaixonei na França foi Lyon, mas tamém se encantará por Nantes minha segunda mais preferida, Fiz francês na aliança francesa aq da minha cidade. Tenho fotos ai da basílica e concordo qd vc diz que Lyon da de dez a zero em Paris, eu achei que Paris só tem fama, as outras cidades são muito mais interessantes, assim como tb não gostei muito de Madrid e Barcelona, prefiro Valladolid, Segóvia, Salamanca, Ponferrada etc.
    Legal ter visto seu blog, está de parabéns. Eu não gosto muito de metrópolis, prefiro los pueblos kkkkk. Um grande abraço! Maria Teresa.

    • Já queria conhecer Nantes e agora fiquei com ainda mais vontade! :) Eu gosto de Barcelona e acho a “movida” de Madrid bem legal, mas também amo as cidades menores! :D Um abraço!

Deixe o seu comentário