Dicas Práticas

Como fazer uma boa aplicação no Worldpackers

Dicas Práticas | 31/10/19 | Atualizado em 21/11/19 | 1 comentário

O Worldpackers é uma plataforma excelente pra quem quer viajar trocando trabalho por hospedagem. Eles reúnem vagas bem variadas em albergues, fazendas e outras empresas e projetos. No entanto, algumas das melhores oportunidades são muito concorridas. Quer saber como fazer uma boa aplicação no Worldpackers e ser aceito pelos anfitriões que lhe interessam?

Eu já viajei pela Worldpackers no Brasil e na Europa e sou Expert e Blogger da comunidade. Aqui neste post vou dar dicas importantes pra você mostrar que é o voluntário perfeito pra aquela oportunidade.

Quer viajar trocando trabalho por hospedagem pela Worldpackers? Ganhe 10 dólares de desconto no plano anual usando o código promocional JANELASABERTAS

Dicas para uma boa aplicação no Worldpackers

1. Escolha bem as vagas

Pra mim, uma boa aplicação no Worldpackers começa antes mesmo de você fazer a inscrição propriamente dita. Minha primeira dica é em relação à escolha da vaga.

Afinal, existem oportunidades pra exercer todo tipo função. Por isso, acho importante escolher com cuidado algo que realmente lhe interesse e que você se sinta capacitado pra fazer. Não adianta aplicar pra uma vaga que tem pré-requisitos específicos que você não se encaixa.

Não que você só possa se inscrever pra fazer coisas que já sabe! Uma das viagens que fiz de work exchange envolveu jardinagem e pintura, duas coisas que eu nunca tinha feito antes, e foi ótimo. Mas eu só me inscrevi porque o anfitrião dizia que não era preciso ter experiência.

Outro exemplo: se você só pode passar uma semana no lugar, mas o host deixa claro que só aceita viajantes por no mínimo um mês, também é provável que você não seja aceito.

Quanto mais aquela vaga combinar com você, mais fácil é você conseguir explicar isso pra o anfitrião. E, consequentemente, mais fácil ele ser convencido e lhe escolher.

Pra fazer essa escolha, recomendo não só ler atentamente a descrição da vaga, mas também o perfil do anfitrião. Confira também os comentários de outros viajantes que já ficaram lá, que é uma das principais vantagens de usar a Worldpackers.

Além disso, eu costumo dar até um Google no lugar pra ver ainda mais informações sobre ele. O perfil do Instagram de um hostel pode lhe dar uma ideia mais precisa da atmosfera do lugar, por exemplo.

2. Escreva sempre uma mensagem personalizada

Escolheu uma ou mais vagas que lhe interessam muito? É hora, então, da “regra de ouro da aplicação perfeita”: não copie e cole a mesma mensagem pra vários hosts.

Quando o texto é pronto e formatado para dar certo com qualquer anfitrião, fica clara a frieza, que é justamente o oposto do que se deve transmitir. É importante mostrar que você leu a descrição da vaga e o perfil do host e que está se inscrevendo porque tem real interesse em contribuir com aquele projeto.

Por mais que o work exchange não seja uma atividade remunerada, essa etapa é um pouco como numa entrevista de trabalho, sabe? Se você chega pra um empregador e diz “ah, quero essa vaga aqui só porque preciso do dinheiro” é bem menos provável que ele lhe contrate do que se você demonstrar que quer muito trabalhar naquela empresa.

Então, na hora de se apresentar, explique por que aquela vaga e local chamaram sua atenção. Por exemplo, se você ama gatos e quer ir pra uma fazenda que é cheia deles, pode falar isso.

Se você trabalhou por um verão fazendo drinques no bar do seu tio e a vaga é pra ser bartender, mencione isso. Se o projeto é de uma horta comunitária e você tá criando uma no seu prédio, fale isso também.

Resumindo: mostre por que essa oportunidade é especial pra você e por que você vai valorizá-la caso seja selecionado.

Leia também:
Todos os posts sobre troca de trabalho por hospedagem

3. Explique como pode contribuir

Para fazer uma boa aplicação no Worldpackers, fale também sobre como você pode contribuir com o anfitrião. Quais são os elementos do seu background, da sua vida atual, da sua personalidade ou dos seus planos futuros que combinam com o que o anfitrião está procurando?

Se você tem experiência com aquela atividade específica, fale sobre isso. E se for algum trabalho que você possa demonstrar, como construção de sites, design ou fotografia, mande o link pra um portfólio ou job anterior.

Mas sua contribuição não tem que se limitar a habilidades específicas. Afinal, muitos anfitriões estão dispostos a ensinar como fazer as atividades propostas.

É possível, então, falar sobre quais atributos da sua personalidade combinam com a experiência. Quer um exemplo simples? Se a vaga exige que você lide com o público, vale dizer que você é uma pessoa sociável.

4. Mostre quem você é

Além disso, vale falar de aspectos mais pessoais: explique por que está viajando e por onde passou antes ou vai passar depois. Compartilhe brevemente algumas experiências de vida que achar importantes, se já fez trabalho voluntário, o que estuda ou estudou, com o que trabalha ou trabalhou e quais são seus hobbies.

Afinal, a experiência da Worldpackers vai além de uma troca de trabalho por acomodação: trocam-se histórias e experiências também. Pense na sua história de vida e no que você tem a compartilhar.

Se você ama cozinhar e vai pra o exterior, que tal mencionar que pode fazer comida brasileira pra o pessoal provar?

5. Seja flexível (mas só se puder mesmo)

Uma coisa que nem sempre é possível, mas que muitos anfitriões valorizam é a flexibilidade. Se você puder ser flexível em relação às datas de chegada e partida e também às tarefas que vai desempenhar, vai ganhar mais pontos, porque facilita a vida do anfitrião.

Só não se esqueça de ser realista, né? Não prometa nada que não possa cumprir! E não aceite, também, que o anfitrião abuse da situação e exija muitas coisas diferentes do combinado.

Leia também:
Como evitar que a troca de trabalho por hospedagem vire exploração

6. Atenção à redação do texto

Você não precisa escrever uma obra-prima da literatura, é claro, Mas é importante falar de forma clara e ao mesmo tempo simpática. Além disso, evite ser prolixo. O anfitrião provavelmente não vai ter muito tempo pra ler um texto super longo.

Sempre que possível, use o idioma do anfitrião. Se não souber, escreva em inglês. E se tiver medo de acabar dizendo algo errado ou adotando um tom de voz que não queria por não ter intimidade com o idioma, vale pedir pra alguém dar uma revisada.

7. Preocupe-se também com seu perfil

Lembre-se que além da aplicação, o anfitrião também pode ver seu perfil completo na plataforma da Worldpackers.

Quanto mais informação ele tiver sobre você, mais fácil decidir se você é a pessoa certa para ajudá-lo. Vale a pena, então, tirar um tempinho pra fazer um perfil legal e colocar fotos que mostrem um pouco da sua personalidade e gostos.

8. Envie a aplicação no prazo adequado

Outro aspecto que faz diferença em uma aplicação no Worldpackers é o tempo de antecedência. Se inscrever pra uma vaga concorrida muito em cima da hora reduz suas chances, porque é mais provável que o lugar esteja lotado.

Por outro lado, se você escrever com muita antecedência é provável que o anfitrião ainda não tenha certeza sobre sua disponibilidade. Geralmente, uns dois meses são um intervalo legal.

Vai pra o exterior? Não se esqueça do seguro viagem. Clique aqui e saiba como contratar o seu com desconto!

9. Faça um esforço extra quando necessário

Existem também algumas vagas que são mais concorridas que a média. Você pode ter uma ideia disso observando se o host recebe muitas applications. Também avalie se é um destino popular e em alta temporada.

Nesse caso, vale fazer uma preparação extra pra se destacar dos outros candidatos. Você pode, por exemplo, gravar um vídeo se apresentando. Ou se a vaga for pra uma tarefa específica, como melhorar o site da empresa, você pode já listar alguns pontos que você melhoraria, por exemplo. Use a criatividade e mostre por que você é um ótimo candidato.

No fim das contas, o importante é lembrar que o work exchange é uma grande troca. O ideal é que ela seja sempre uma experiência que agregue a todos os envolvidos. Seja sincero, demonstre empolgação, mostre como você pode somar e se jogue!

Ainda tem dúvidas sobre como fazer uma boa aplicação no Worldpackers e conseguir o voluntariado dos seus sonhos? Pergunta aí nos comentários!

Crédito das fotos que ilustram o post: Unsplash – Creative Commons – Direitos de uso liberados

Posts Relacionados

1 Comentário

  1. Fabiana

    Tem diferença entre este site e o workaway? Algum dele é mais ou menos confiável do que o outro?

Deixe o seu comentário