São Paulo

São Paulo: comidinhas delícia na Vila Madalena

São Paulo | 26/06/15 | Atualizado em 31/07/18 | 2 comentários

Eu tenho algo a confessar: nunca gostei muito de São Paulo. Fui lá um punhado de vezes, visitei boa parte dos pontos turísticos, mas nunca tinha conseguido me encantar. Na última visita, no entanto, decidi passar a maior parte do tempo na parte que já era minha preferida, o bairro onde uma grande amiga recifense fez morada: Vila Madalena.

O resultado foi um fim de semana cheio de comilanças, que obviamente eu não podia deixar de dividir aqui <3 Começando pelos meus xodós: comidinhas daquelas de café, de padaria, de aconchego. Visitei alguns lugares fofos que também funcionam na hora do almoço e do jantar, mas cativam na comilança matinal. Olha só:

DeliParis

Minha parte preferida da culinária francesa é a que se encontra nas boulangeries (padarias): croissant, pain au chocolat, brioches, pães, quiches… Me empanturrava dessas coisas diariamente quando estudava em Lyon e é claro que amei conhecer a DeliParis, que traz muitas dessas receitinhas pra o coração da Vila Madá. O lugar não é dos mais charmosos do mundo, mas é bem agradável e oferece um cardápio com muitas opções, além de um bufê de café da manhã/brunch caprichado, que você vê nessa foto aqui:

IMG_2165

Além dos quitutes acima, o bufê inclui outras delícias como frutas, bolos, essa quiche aí embaixo e até crepes. Na vitrine, você encontra ainda macarons, doces e “viennoiseries”. Fiquei muito tentada a pedir o café da manhã, que custava R$ 39,90, mas tinha um almoço marcado pra duas horas depois, então não achei prudente… (Sim, às vezes eu me controlo com comida. Só às vezes).

deliparis

Pedi, então, um croissant com manteiga na chapa (R$ 8) e um café com leite (R$ 5,60). Tá ok que não é tão francês fazer o croissant assim, mas a massa é leve do jeitinho que eu costumava comer por lá e esse negócio de manteiga na chapa é tipo o toque brasileiro que faltava pra essa delícia ficar ainda mais INCRÍVEL. Sério, comeria o dia inteiro. Autocontrole, autocontrole…

IMG_2224

deliparis2

Ok, como eu me controlo pero no mucho, pedi também uma fatia (grandona) de tarte tatin. Achei que tinha direito, já que essa torta invertida de maçã caramelizada é uma das minhas sobremesas preferidas e nunca encontro ela no Recife… Justo, né? :B O preço (R$ 16,90) era salgado, mas valeu a pena <3

Pedi pra vir quentinha (também pode ser fria) e achei no ponto certo. Só faltava o sorvete de baunilha pra acompanhar, mas aí meu bolso estilou (sairia por R$ 21,90). Fiquei sonhando ainda em pedir pra viagem um pain au chocolat, minha obsessão, mas já tava cheia e achei meio tenso dar R$ 8 num negócio que custa 1 euro pelas bandas lá de cima.

Procurando hospedagem em São Paulo? Veja as melhores opções de hotéis, albergues e pousadas e faça sua reserva sem custos.

IMG_2220

O brunch da DeliParis funciona aos sábados, domingo e feriados das 7h às 14h30. Os preços não são dos melhores, mas se você juntar o café da manhã com o almoço dá pra dividir a conta como se tivessem sido duas refeições, né? :P Rola também de ir lá só almoçar e pedir uma quiche, que é bem grandinha e tem várias opções de sabores por R$ 24,90, ou um croque monsieur (R$ 24,90) ou croque madame (R$ 26,90), típicos e deliciosos sanduíches franceses.

R. Harmonia, 484

Lá da Venda

Armazém, café, restaurante, lojinha… O Lá da Venda é tudo isso misturado. Tudo com cara de caseiro, se baseando no discurso da valorização do “viver bem, de maneira simples e sustentável”. Passei lá no fim da tarde, mas vi que eles também têm bufê de café da manhã aos finais de semanas e feriados, por R$ 39 das 10h às 12h15.

Da bicicletinha na entrada ao primeiro ambiente cheio de coisas penduradas e espalhadas, o lugar, capitaneado pela chef Heloísa Bacellar, é realmente um charme!  Tem produtos pra levar pra casa e fazer suas próprias comidinhas, tem acessórios de cozinha e mesa bem lindinhos como canecas e bules esmaltados e tem panelas, bonecas de pano e outras tralhas variadas ^^

IMG_2067

ladavenda

No cardápio, uma das estrelas é o pão de queijo, escolhido diversas vezes como o melhor de São Paulo. Minha amiga amou, eu não achei nada de outro mundo, mas tá valendo pedir e conferir – até porque super combina com um cafezinho, né? Falando nisso, pedi pra beber outro clássico da casa: o cafezinho com coador. Você recebe na mesa um minicoador de pano com canequinha, o pó em um copinho e outra caneca com água quente pra mexer o pó e depois despejar no coador. Não sei se fiz algo errado, mas meu café ficou ralo… hehe. De todo jeito, achei o ritual uma graça.

Pedi ainda o bolo de chocolate que você vê na foto láá de cima: vem uma superfatia, como eles avisam no cardápio, e achei o preço bem justo (R$ 6). Pena que a massa parece levar muito cacau e pouco açúcar, e como a cobertura também não é das mais doces achei o resultado lindo, mas meio sem graça  – pelo menos pra formiguinha aqui.

IMG_2122

IMG_2115

O cardápio traz ainda pratos quentes, saladas, sopas, entradinhas, biscoitos,sorvetes artesanais, petiscos, vinhos, cervejas e cachaças. Achei os pratos caros (uns R$ 40), mas fiquei a fim de voltar pra explorar outras opções.

R. Harmonia, 161

Le Pain Quotidien

Conheci essa rede belga em Madri, uma das muitas cidades no mundo que abrigam unidades da Le Pain Quotidien, loja especializada em – adivinhem – pão. Os produtos são preparados com farinha orgânica e incluem uma grande variedade de pães com grãos que podem ser servidos numa cesta acompanhados de manteiga, geleia orgânica e pasta de chocolate por R$ 17,20. Outras pedidas que me deixaram tentada foram o muffin de banana e mirtilo (R$ 7,50), o cookie gigante de chocolate belga (R$ 12,40) e a torta de maçã (R$ 11,20).

IMG_2310

Tem também tortas, brioche, tartines e uma cesta de café da manhã que inclui pães, croissant ou pain au chocolat, suco de laranja e uma bebida quente (R$ 29,90), além de brunch com frios ou com salmão defumado por R$ 53,90 e R$ 58,90 respectivamente. E tem ainda ovos, omeletes com salada e pão, limonada caseira com hortelã ou framboesa, chocolate quente belga e mais um sem fim de coisas que fiquei doidinha pra provar.

IMG_2331

Sem falar nessa décor meio rústica, com esses pães lindosgostososmaravilhosos à mostra, mesas comunitárias (adoro esse conceito), quadros negros com dizeres fofinhos, coisa e tal. A clientela também parecia interessante: em uma hora, vi um punhado de mulheres estilosas (no meu conceito de estilosa, o combo conforto + personalidade. hehe) e ouvi pessoas falando alemão, inglês e francês.

IMG_2334

IMG_2322

Na seara alimentícia, acabei pedindo finalmente o querido pain au chocolat (por R$ 7,20, ainda caro, mas vale pelo efeito de teletransporte gustativo), o iogurte com mix de frutas (R$ 11,90 e achei bem ok, não pediria de novo) e um café com leite. Sobre esse último, uma observação: acho que minha parte preferida da Le Pain Quotidien é tomar café, porque ele vem numa tigela, te obrigando a segurar com duas mãos, o que é super aconchegante :B Cadê a filial do Recife, hein?

IMG_2312

painquotidien

IMG_2318

Rua Wisard, 146

Posts Relacionados

2 Comentários

    • Luísa Ferreira

      volto, miamor! <3

Deixe o seu comentário