Pernambuco

Comidinhas, décor e afeto no Recife: Lalá Café e Chá com Chita

Pernambuco | 26/01/15 | Atualizado em 07/02/18 | 10 comentários

Eu tenho um fraco por cafés com cara de casa. Aqueles lugares onde você tem vontade de sentar e passar o dia todo, sabe? Não curto tanto a vibe dos que têm franquias; prefiro sentir como se uma amiga querida tivesse me convidado pra um chá da tarde no quintal ^^ Felizmente, o Recife tá numa onda boa pra lugares desse tipo; acho que as pessoas têm dado mais valor ao que é feito com carinho <3 Mês passado, abriu no Espinheiro um lugarzinho mega lindo, o Lalá. Depois de visitar e me apaixonar, eu não podia deixar de fazer post – incluindo também outra casa mais antiga com uma vibe parecida, o Chá com Chita, que tem lugar cativo no meu coração. Vem, vem!

Leia também:

Guia completo sobre Pernambuco

Lalá Café e Loja Afetiva

O nome já dá a pista: o Lalá não é um café qualquer, nem é só mais uma lojinha de decoração. Ele é temperado com afeto e por isso o resultado é um espaço charmoso e aconchegante feito casinha de vó – o que era, aliás, o conceito de partida do projeto. E olha que não era um conceito nada abstrato: o Lalá surgiu em homenagem às duas avós de Izabela Hinrichsen. Elas amavam cozinhar e transmitiram esse carinho todo pra neta, que abriu o negócio junto com a mãe. O nome, aliás, é uma homenagem à Vovó Lalá (Lahire). Assim a gente já ama de partida, né?

2015-01-19 05.24.26 2

2015-01-19 05.24.46 2

E olhando essas fotos aposto que você amou ainda mais ;) Inaugurado logo antes do Natal no agradável bairro do Espinheiro, aqui no Recife, o Lalá foi a realização de um sonho. Bela (difícil chamar pelo nome todo alguém que cria algo assim tão fofo) é formada em publicidade e trabalhava em agência, mas alimentava há tempos a vontade de abrir o próprio negócio. Com a aposentadoria da mãe, a ideia saiu do papel, com direito a plantinhas, sofás de pallet, cadeiras de jardim e as paredes mais lindas do Brasil <3

Pra montar o cardápio, rolou uma grande mistura de tradição familiar com o apoio dos funcionários da casa, que estudam gastronomia, e muitas doses de sabedoria da barista Lidiane Santos, que deu consultoria e treinamento por lá. Entre as vedetes do menu tá o sanduíche de pernil da vovó, que leva cebola caramelizada (nham!) e é feito pela matriarca da mesma forma em que sempre fez pra família. Esse carinho todo sai por R$ 16,90 e divide a área dos salgados com pães de queijo, quiches, croissants, folhadinhos e outros sanduíches.

Outro item que chama atenção no cardápio é a sobremesa Colinho de Vó, um bolinho delícia de chocolate com cobertura quentinha de brigadeiro e sorvete de creme, que custa R$ 14. E tem também o brownie duplo com recheio de brigadeiro branco, esse bonitão aí embaixo, que é puro amor, pura gordice (mas se você estiver de barriga cheia do almoço como eu tava, recomendo dividir com alguém). Ah, ele foi R$ 11,90.

IMG_20150117_161534427_HDR

Pra beber, vale a pena provar os chás gelados (marroquino ou limão siciliano + framboesa, R$ 7,50) e sodas italianas (maçã verde, framboesa ou limão, R$ 7,90), servidos em potes daqueles de geleia (o povo tinha mania disso em Budapeste, acho uma graça!). Sem falar no Caffè Lalá, que vem com gelos de café em forma de coração, xarope de caramelo num conta gotas  e leite numa garrafinha – muita meiguice pra uma bebida só, né? (R$ 9,90). Outro destaque é o Capuccino Lalá, que leva creme de avelã e custa R$ 9,50.

E como se não bastasse, ainda tem a tal da “loja afetiva”, que resulta do garimpo de produtinhos lindos e descolados de vários artistas, designers e coletivos do Brasil todo. Tem óculos escuros, bijus, blusinhas, pôsteres, canecas, quadrinhos, copinhos de shot e mais um bocado de coisa que vai te deixar desejando ter três casas só pra ter lugar pra tudo.

2015-01-19 05.47.06 2

 

2015-01-19 05.25.27 1

 

2015-01-19 05.45.25 2

2015-01-19 05.46.53 2

2015-01-19 05.26.20 2

2015-01-19 05.47.19 3

O espaço é pequenino, mas aconchegante :) Os preços da lojinha são um pouco salgados pra meu bolso de jornalista, mas é tudo de muito bom gosto. E gosto é o que dá ao ver mais e mais gente começando negócios com cuidado nos detalhes, com paixão por trás mesmo. Ah, e Bela concorda: “As pessoas sentem quando a gente coloca a alma nas coisas. Quando o carinho é de verdade. Acho que o público sente uma empatia na hora e cria um laço com o lugar. A gente sempre buscou isso: não criar só clientes, mas laços afetivos mesmo”. E pelo que tenho visto, tão conseguindo :)

Serviço
Rua Barão de Itamaracá, nº 284 – Galeria Chalé
Aberto diariamente das 13h às 21h
Tel: 3426-6708

 

No Natal de 2013, quando sorteamos o amigo secreto da família e me pediram dicas de presente minha resposta foi simples: “alguma coisa do Chá com Chita”. Por isso, era meio absurdo eu nunca ter falado aqui desse café + loja de decoração que fica pertinho da minha casa e eu frequento desde que abriu, seis anos atrás. Um cantinho que vem mostrando, desde 2008, que essa história de “casa de vó” e de misturar décor com comida dá muito certo :)

Instalado em uma casa linda da década de 1940 na Avenida 17 de Agosto, em Casa Forte, o Chá com Chita tem muitas semelhanças com o Lalá ;) Pra começar, também é fruto de uma parceria entre mãe e filha: ele foi criado por Amanda Alcântara, formada em design de moda e administração, e Fátima Mendonça, uma enfermeira que adora cozinhar. Amanda mais à frente da loja – inaugurada primeiro – e Fátima do café – que surgiu pra agregar mais valor à lojinha e hoje até ganha em número de clientes, que se acomodam em mesinhas no terraço.
 IMG_2735

 

2015-01-19 07.59.08 1

Como era de se esperar, receitas de família também marcam presença no menu da casa, que é basicamente uma coleção de comfort food e tem como grande estrela um bolo de laranja Top 5 das Galáxias (meu ranking pessoal), que vem acompanhado de calda quente de laranja ou de chocolate e atrai, sozinho, boa parte da clientela. “A gente até tenta introduzir outras coisas, mas as pessoas são fiéis a ele”, conta Amanda. Devo confessar que desde a época da faculdade eu ~sou dessas~ que não têm coragem de ir lá e trocar esse bolo tão fofinho por outra coisa (ok, às vezes pelo de banana, que é quase tão fofinho e vem com açúcar e canela). Ah, o bolinho querido custa R$ 8,50 e o “bolo do dia” sai por R$ 7. Obs: a foto abaixo não faz jus a ele, juro!

Se seu paladar estiver pra salgados, vale a pena provar o sanduíche de queijo do reino (R$ 10) ou as quiches (R$7 e R$ 8). E se estiver se sentindo meio ~londrina~, se joga nos “chás completos” (combos que vêm com chá ou café, bolo do dia, torradas, requeijão, geleia, salgados e biscoitos e são vice-campeões no ranking de mais pedidos. Precinho: de R$ 22 a R$ 32). Pra beber, sempre vou de espumone (R$ 5 o pequeno, R$ 7,50 o grande) ou sucos de polpa (R$ 5), mas tem outras opções cafezísticas. E vale ressaltar: tudo é desenvolvido na casa, tomando bastante cuidado com os ingredientes.

IMG_2727

IMG_2723

E depois de comer, já sabe, né? Já vi a lojinha provocar pequenos suspiros em clientes desavisadas que saem do café, abrem a porta e dão de cara com um monte de itens decorativos, cada um mais lindo que o outro, vindos de um canto a outro do Brasil. Acaba que é difícil ir lá conversar, ler um livro ou até trabalhar, despretensiosamente, e sair sem uma sacolinha nas mãos :B Duvida? Olha só esses calendários, quadrinhos, almofadas, xícaras, moringas… :~

2015-01-19 07.59.29 1

2015-01-19 08.03.40 1

2015-01-19 08.04.53 1

2015-01-19 08.01.21 3

2015-01-19 08.01.42 1

2015-01-19 08.01.12 2

2015-01-19 08.01.04 2

Como disse uma menina dia desses no Instagram, se o amor pudesse querer ser outra coisa, ia escolher ser café com bolo ;) E eu sou do time por mais café com bolo, mais comidinhas feitas com carinho e, é claro, sempre mais amor.

Serviço

Avenida Dezessete de Agosto, nº 2133, Casa Forte
Tel: (81) 3267-6662
De Segunda a Sábado das 10h às 20h (loja) e das 14h30 às 20h (café)

Quer receber conteúdo exclusivo e gratuito sobre viagens?

Inscreva-se na lista de e-mails do Janelas Abertas e receba um e-book de 60 páginas com dicas para viajar só + check-lists para sua viagem + dicas inéditas a cada 15 dias.

Posts Relacionados

10 Comentários

  1. Marcos

    Apreciei bastante o café e a comida, mas sobretudo a composição do ambiente, os detalhes arquitetonicos, num espaço táo restrito, demostra a sensibilidade de quem o projetou. Todos estão de parabéns!!

    • Luísa Ferreira

      Concordo, Marcos! :)

  2. Gabrielle

    Valeu pelas dicas, Luiza.
    Adoro seu blog e suas dicas.
    Amo cafés (muito muito muito) e lugares “fofinhos” como esses (muito muito muito).
    Já estou marcando o dia para ir conhecer… :D

    • Luísa Ferreira

      Que massa, Gabrielle! :) Vai mesmo! ^^ Valeu pelo comentário :) Um abraço!

  3. Fábio de Melo

    Parabéns pelo Blog!
    Essa postagem, foi inspiradora! Lugar que nos pega pela mão como criança! Obrigado pela dica ;)

    • Luísa Ferreira

      Obrigada, Fábio! :D

  4. Wilma C de Freitas

    Saindo com as amigas, hoje p conhecer obg.

  5. Raiany

    Gostaria de saber se vocês tem chá oolong ou chá indiano? O ambiente parece ser bem agradável. Espero em breve apreciar o que o lugar tem de melhor.

    • Oi, Raiany! Por favor entre em contato com os estabelecimentos pra saber essas informações ;) Um abraço

Deixe o seu comentário

Inscreva-se na newsletter do Janelas Abertas

Receba dicas e recursos de viagem de graça!

  • E-book de 60 páginas com dicas para viajar só
  • Check-list para viagens internacionais
  • Check-list para arrumar a mala
  • Newsletter quinzenal com conteúdo exclusivo

É só se inscrever na lista: