Portugal

Lisboa: o que fazer em Belém

Portugal | 12/02/13 | Atualizado em 30/05/18 | 2 comentários

E pra terminar a série de posts sobre Lisboa, com vocês: Belém! Essa é a única região dos must turísticos na capital portuguesa que não dá pra visitar a pé. Ainda assim, é muito tranquilo chegar lá, porque o eléctrico 15 para bem na frente de uma das maiores atrações na área: o Mosteiro dos Jerônimos.

o Mosteiro não coube na foto ;)

o Mosteiro não coube na foto ;)

Não vou ficar de blablabla contando a história dele (afinal, Wikipedia ta aí pra isso), mas o monumento é bem bonito por fora – e pelas fotos, por dentro também, mas não entrei. O ingresso pra visitá-lo custa 7 euros (ou 10 combinado com o da Torre de Belém), mas se ligue: aos domingos e feriados, a entrada é livre até as 14h (assim como em muitas outras atrações e museus lisboetas). Os horários de funcionamento variam durante o ano e tão disponíveis aqui.

Roteiro de 7 dias em Lisboa e arredores: guia completo em formato digital

De lá, dá pra andar um pouco pro lado e chegar a outra grande atração – pra mim, gordjinha, a melhor de todas: a fábrica/loja dos Pastéis de Belém originais, que vende os famosos pastéis de nata (e outros quitutes) desde 1837. Amo tanto que cheguei a sair do aeroporto correndo em uma conexão de umas 4h, em 2010, só pra ir lá comprar um monte. hehe.

Lá sempre tá lotado e é possível fazer o pedido pra levar, no caixa que fica logo na entrada, ou entrar e procurar uma mesa – o que eu recomendo, por vários motivos: é bom comê-los quentinhos, a fila pra levar costuma ser grande, o espaço interno (enoooorme) é decorado por com azulejos portugueses bonitões. Recomendo pedir um capuchino delícia pra acompanhar.

Eles também têm menus de café da manhã e brunch e é possível fazer reserva pra grupos de 12 ou mais pessoas. Não esqueça de polvilhar açúcar e canela por cima :D

Procurando hospedagem em Lisboa? Clique aqui e encontre hotéis e albergues com os melhores preços

~IMG_3048

nhaaaaaam

Bucho cheio? Pois volte em direção ao Mosteiro e cruze o simpático Jardim da Praça Império e você vai chegar ao Padrão dos Descobrimentos, inaugurado em 1960 pra celebrar os 500 anos da morte do Infante D. Henrique (Henrique O Navegador).

O monumento tem a forma de uma caravela, evocando a expansão marítima. Se você esquecer todo o fator colonização-exploração que isso representa pra nós brasileiros, a gigantesca “escultura” é interessante, principalmente sob o pôr-do-sol. O espaço abriga também exposições e um miradouro e a entrada custa 3 euros.

~IMG_3088

Padrão dos Descobrimentos

Nesse momento você vai estar outra vez na margem do Rio Tejo (tão grandão e lindo!) e olhando pra esquerda verá a enorme Ponte 25 de Abril, inaugurada em 1966 e nomeada assim em homenagem à Revolução dos Cravos. Parecida com a famosa Golden Gate, em São Francisco, a ponte virou o caso de amor da minha amiga Fiona. Ela é gatinha mesmo, né? (A ponte, digo).

~IMG_3083

Fiona e seu novo amor

Pra direita do Padrão dos Descobrimentos, quem enfeita a paisagem é a Torre de Belém, que foi construída na época das “descobertas”, pra defesa da cidade. Desde então, funcionou pra controle aduaneiro e até como farol. Atualmente a visita custa 5 euros.

Vai pra Europa? Não se esqueça que o seguro viagem é obrigatório pra entrar lá!
Clique aqui e saiba como contratar o seu com desconto.

eu em versão 2009 e a Torre de Belém :)

eu em versão 2009 e a Torre de Belém :)

Leia Mais:

Lisboa – Centro histórico

Lisboa – Hostel e Walking tour

Lisboa – Alfama

Lisboa – Feirinhas e comidinhas

Contrate seu seguro viagem com desconto na Mondial Assistance
Pesquise e reserve hotéis com os melhores preços no Booking
Alugue um carro nas melhores locadoras com a Rentcars e pague em até 12x
Procure a casa de câmbio com a melhor cotação da sua cidade 

Quando você usa esses links, o blog ganha uma pequena comissão pra se manter vivo e você não paga nada a mais por isso. <3 Saiba mais sobre as políticas de monetização do Janelas Abertas clicando aqui.

Pra conferir muito mais conteúdo sobre viagens todos os dias, siga o Janelas Abertas no Facebook, no Instagram e no Youtube. Espero você lá! :)

Posts Relacionados

2 Comentários

  1. bea

    Lu, alguma dica da Itália??? E Praga??
    Amo as suas histórias.
    beijos

    • Oi, Bea! Obrigada ^^ Na Itália eu só fui em 2009 e não tenho muitas dicas específicas :( Mas sobre Praga pretendo escrever post! Vais quando? Beijo!

Deixe o seu comentário