França

Lyon é uma delícia: conheça a capital gastronômica da França

França | 19/11/12 | Atualizado em 28/09/19 | 7 comentários

Não é novidade: se tem uma coisa que franceses fazem bem é comer (nham!). Considerada patrimônio imaterial da humanidade, a gastronomia francesa tem como capital – proclamada em 1925, pelo crítico culinário Maurice Curnonsky – a cidade de Lyon. Isso mesmo, você não leu errado: de acordo com o chamado príncipe dos gastrônomos, nesse quesito a cidade está à frente até de Paris (rá, toma essa ^^).
E não é pra menos, afinal, a qualidade e variedade de produtos disponíveis nas proximidades de Lyon contribuem bastante pra reputação de sua cozinha. Entre outros, destacam-se os cogumelos da região de Bugey, vegetais do vale do Ródano, bife do Charolais e vinho da Borgonha. Essa riqueza de matérias-primas estimulou a tradição, favorecendo o desenvolvimento de excelentes mercados, açougues, pastelarias, fabricantes de queijo e, é claro, restaurantes.

A base da gastronomia lionesa foi estabelecida no início do século 18 pelas chamadas mères (mães) de Lyon, mulheres que trabalhavam pra famílias de classe alta e depois abriram seus próprios restaurantes. Desde então, os conhecimentos foram repassados de geração a geração, chegando a ambiciosos chefs contemporâneos, como o célebre Paul Bocuse, que dá nome a uma grande escola de culinária.

Vai pra Europa? Não se esqueça que o seguro viagem é obrigatório pra entrar lá!
Clique aqui e saiba como contratar o seu com desconto.

Bocuse é conhecido por estar presente ininterruptamente, há cerca de quarenta anos, no prestigioso Guia Michelin com a nota máxima de três estrelas. O feito é único, o que motivou que o sofisticado mercado Les Halles de Lyon também fosse batizado com o nome do chef. Nele é possível encontrar muitos dos melhores queijos, vinhos, trufas, doces e pães da região. Vale a visita, mesmo que a maioria das coisas não sejam pro seu bolso (como é meu caso! hehe).


E pra quem não puder pagar por uma refeição no restaurante do renomado chef, L’Auberge du Pont de Collonges, onde os preços dos pratos passam dos 60 euros (ouch!), existe a opção de ir ao Restaurante Pedagógico do Instituto Paul Bocuse, onde o menu é formado por criações dos alunos e paga-se cerca de 40 euros por dois pratos, ou a uma das cinco brasseries de Bocuse espalhadas por Lyon, que têm preços ainda mais pagáveis.

Mas não é só de alta gastronomia que é feita a mesa de um lyonês. Em visita à cidade, não deixe de fazer pelo menos uma refeição nos bouchons, restaurantes típicos de lá, nem que seja pra sentir o clima. A maioria fica no Vieux Lyon e é fácil reconhecê-los, já que costumam expor orgulhosamente na entrada placas com os dizeres: authentique bouchon lyonnais – em bom português, autêntico bouchon lyonês. O único em que eu comi (mais de uma vez, então nem preciso dizer que recomendo) foi o Le Laurencin :) Em março/abril/maio deste ano, o menu du jour (com entrada + prato + sobremesa) saía por 15 euros.

Procurando hospedagem em Lyon? Clique aqui e veja as melhores opções para as datas da sua viagem

No cardápio, costumam estar presentes pratos típicos como a andouillete (linguiça de miúdos de porco), o gratin dauphinois (batatas gratinadas) e a nada light salade lyonnaise, composta por alface, bacon, croutons e ovos poché (adoro!). Mas deixe espaço pras sobremesas: profiteroles, crème brulée, tarte tatin (uma torta de maçã delícia) e cia dificilmente vão lhe decepcionar. Pra quem não é besta e prefere economizar, o ideal é procurar a formule ou menu du jour.

Meu menu du jour: Salade lyonnaise, carne cujo nome não lembro e tarte tatin <3

Como se não bastasse, também é possível saciar a gulodice comprando queijos, pães e outras delícias de fabricação artesanal nos mercados ao ar livre, como o que é realizado no Quai St-Antoine, às margens do rio Saône. Passear em mercados é uma das minhas coisas preferidas quando viajo… Um deleite pra os olhos e pra o estômago. 

E você, já sabia que Lyon é considerada a capital gastronômica da França? Comeu algo incrível por lá? Conta aí nos comentários!

Esse post é uma adaptação de um texto publicado como parte da matéria Lyon é uma delícia, de minha autoria, no caderno de Turismo do Jornal do Commercio no dia 25/10/2012.

Contrate seu seguro viagem com desconto na Mondial Assistance
Pesquise e reserve hotéis com os melhores preços no Booking
Alugue um carro nas melhores locadoras com a Rentcars e pague em até 12x
Procure a casa de câmbio com a melhor cotação da sua cidade 

Quando você usa esses links, o blog ganha uma pequena comissão pra se manter vivo e você não paga nada a mais por isso. <3 Saiba mais sobre as políticas de monetização do Janelas Abertas clicando aqui.

Pra conferir muito mais conteúdo sobre viagens todos os dias, siga o Janelas Abertas no Facebook, no Instagram e no Youtube. Espero você lá! :)

Quer receber conteúdo exclusivo e gratuito sobre viagens?

Inscreva-se na lista de e-mails do Janelas Abertas e receba um e-book de 60 páginas com dicas para viajar só + check-lists para sua viagem + dicas inéditas a cada 15 dias.

Posts Relacionados

7 Comentários

  1. LUCIANA KYRILLOS

    Luisa,

    Seu blog é bem legal!!!
    Eu e meu marido também somos de Recife e estamos indo a Paris em agosto desse ano. Estamos pretendendo pegar um trem de Paris para irmos a Lyon para passarmos um dia e almoçarmos no L’Auberge Dupont de Collonges. Ficaremos perto do Arco do Triunfo e queríamos saber qual a estação de trem que pegaríamos em Paris e a que desceríamos em Lyon. Obrigada desde já pela sua atenção.

    • Oi, Luciana! Obrigada :) Que bom que você gostou do blog.
      Pra pesquisar os horários e estações (e comprar bilhetes) de trem na França, acesse este site: http://www.voyages-sncf.com/ :) Quando fui de trem de Paris a Lyon, saída Gare de Lyon e cheguei na Part-Dieu. Acredito que há trens pra lá que saem de outras estações em Paris, mas todos chegam na Part-Dieu, que é a principal lá de Lyon. São duas horas de viagem. Aproveitem!

  2. teresa cristina wanderely neves

    Adorei os comentários e principalmente as dicas…uma vez que, estarei indo à Lyon no início do outono. Além do que o meu principal foco… é a gastronomia local e típica da região. Ver os mercados públicos, feiras ao ar livre e restaurantes/cantinas/Bristol com culinária da região.

    • Luísa Ferreira

      Oi, Teresa! Que bom que você gostou :) O início do outono é uma época ótima. Espero que você goste muito da cidade e da gastronomia, é claro! :) Um abraço.

  3. Ana Luiza Pires

    Nossa, ótimo texto! Sábado vou participar de uma feira gastronômica na Aliança Francesa da minha cidade e meu tema é Lyon. Seu blog ajudou bastante! Eu to indo pra frança em jan/2015, vou ficar 3 meses em montpellier, quais outras cidades você recomenda que eu visite?

    • Luísa Ferreira

      Que bom que ajudou, Ana! :D Tou até precisando ajeitar a formatação e as fotos desses posts mais antigos, hehe. Ah, se joga pelo sul! Nice é linda e todas as cidades pequeninas da Côte d’Azur são incríveis, principalmente as que ficam entre Nice e Mônaco :) E dar um pulo em Lyon não seria nada mal ;) Passei um feriadão em Montpellier enquanto tava “morando” na França, gostei muito!

  4. Todas as receitas são ótimas, muito bom para praticar e fazer uma comida especial, um dia chegaremos lá.

Deixe o seu comentário

Não saia do Brasil sem seguro viagem!

Use o cupom de desconto JANELASABERTAS5 e economize.