Alemanha

Berlim: Tempelhof, o aeroporto transformado em parque

Ah, Berlim. Essa cidade mágica onde um aeroporto que já foi o mais importante da Europa virou um parque enorme e assim permaneceu graças à resistência da população. <3 Já falei aqui que a capital alemã arrasa nessa história de dar um novo uso a espaços inativos, mas nada como um bom exemplo prático, né? E um dos mais famosos – não por acaso – é o aeroporto Tempelhof.

Tempelhof5

A história

O aeroporto foi construído no começo da década de 1920, mas antes disso o espaço já tinha sido usado pelo exército da Prússia. A Lufthansa foi fundada lá em 1926, e em 1930 passavam por ele mais passageiros do que em qualquer outro aeroporto europeu.

Desde então o lugar foi palco pra muita história. Ele serviu, por exemplo, como base pra ponte aérea que levava alimentos a Berlim Ocidental, quando os soviéticos bloquearam todas as rotas terrestres pra lá, em 1948. Por quase um ano, as potências ocidentais abasteciam os habitantes transportando mais de 2 milhões de toneladas de comida e outros itens essenciais em aviões a partir de Tempelhof.

A mobilização popular

Desativado em 2008 e transformado em parque em 2010, o Tempelhofer Feld é composto, em sua maior parte, por um amplo espaço vazio. E tome espaço, viu? O terreno é enorme: são 386 hectares, incluindo os prédios (pra você ter uma ideia, Mônaco tem 200). E é valioso, né? Por isso, em 2011 o poder público planejou criar prédios comerciais e residenciais em parte da área. Prometeram que algumas dessas residências seriam populares, mas o povo não acreditou na história.

Vai pra Europa? Não se esqueça que o seguro viagem é obrigatório pra entrar lá!
Clique aqui e saiba como contratar o seu com desconto.

Reclamando de promessas vazias, sem garantias, a iniciativa 100% Tempelhofer Feld coletou assinaturas suficientes pra forçar a prefeitura a fazer um referendo. Como resultado, 64,3% das pessoas decidiram manter o parque do jeitinho que está. Bom exemplo pra muitas outras cidades, né?

Tempelhof17

Tempelhof8

Procurando hospedagem em Berlim? Clique aqui para comparar preços e reservar os melhores hotéis, albergues e apartamentos

O parque hoje

Atualmente, o Tempelhofer Feld é o maior parque público de Berlim. O interessante é que não foram feitas muitas modificações na sua estrutura: andando por lá, não tem como não perceber que o lugar era um aeroporto. Tem as pistas de pouso e decolagem, tem um aviãozinho que era usado pelos bombeiros, tem placas da época e tem também murais informativos com textos em inglês e alemão sobre a história do aeroporto. Vale a pena parar pra ler e conferir outros fatos curiosos. ;)

Tempelhof7

Tempelhof6

Os prédios que serviam como terminais abrigam, hoje, algumas instituições públicas e empresas, e os hangares têm servido de lar pra milhares de refugiados, em estruturas construídas pelo poder público. O espaço também recebe eventos e shows, incluindo o festival Lollapalooza.

Se você aparecer por lá num dia de clima agradável, especialmente nos finais de semana, vai encontrar muita gente correndo, andando de patins, bicicleta ou skate, fazendo yoga, empinando pipa, brincando com crianças ou tirando um cochilo na grama. Também tem áreas específicas pra cachorros se exercitarem, além de um campo de futebol e um espaço pra churrasco, que fica lotado no verão.

Tempelhof4

Tempelhof15

Sem falar na parte mais bonitinha: os jardins comunitários, adornados por estruturas de madeira, móveis improvisados com pallets, sofás velhos e até sapatos transformados em vasos de plantas – como você provavelmente já viu em várias fotos.

Tempelhof9

Tempelhof10

Tempelhof11

Tempelhof12

Tempelhof13

Tempelhof14

Os arredores

O Tempelhofer Feld fica relativamente central e tem fácil acesso. São três entradas: Columbiadamm, Tempelhofer Damm and Oderstrasse. Você pode chegar lá de metrô (U-Bahn), trem urbano (S-Bahn) e ônibus. O que eu fiz foi pegar o metrô da linha U6 até a estação Tempelhof, entrar no parque e atravessar até a saída Oderstrasse – com vários desvios e paradas no caminho, é claro, pra conhecer o parque e curtir o dia lindo que tava fazendo. :)

Saindo de lá, passei por algumas ruas bem simpáticas de Schillerkiez, com lojas, cafés e bares charmosos como a galeria Skallywag, a pizzaria + sorveteria Pazzi x Pizza e o Schillerbar, que dizem ser um ótimo lugar pra café da manhã, lanche ou drinques. Sem falar em surpresas como uma cabine telefônica cheia de livros pra você pegar, deixando outros em troca.

tempelhof-arredores1

tempelhof-arredores3

tempelhof-arredores4

tempelhof-arredores2

Quer mais? Use o parque como ponto de partida pra um passeio pelo bairro descolado de Neukölln, que mencionei nesse outro post. Aproveite por mim! <3

Contrate seu seguro viagem com desconto
Pesquise e reserve hotéis com os melhores preços no Booking
Alugue um carro nas melhores locadoras com a Rentcars e pague em até 12x
Procure a casa de câmbio com a melhor cotação da sua cidade 

Quando você usa esses links, o blog ganha uma pequena comissão pra se manter vivo e você não paga nada a mais por isso. <3 Saiba mais sobre as políticas de monetização do Janelas Abertas clicando aqui.

Pra conferir muito mais conteúdo sobre viagens todos os dias, siga o Janelas Abertas no Facebook, no Instagram e no Youtube. Espero você lá! :)

Tags:

Posts Relacionados

4 Comentários

  1. RFK

    Arrasou mais uma vez, Luísa! Matéria excelente! Educativa e curiosa que deu a maior vontade fe visitar. ?

  2. Ruben Dario Aguero

    Olá !!
    Ainda é possível entrar no edifício do antigo aeroporto ??

    • Oi, Ruben! Quando eu fui lá, os prédios abrigavam instituições públicas e empresas, e os hangares serviam como lar pra refugiados. Não tentei entrar, mas acredito que é possível, sim :)

Deixe o seu comentário