Portugal

Porto: Explorando o Centro Histórico

Portugal | 16/10/14 | Atualizado em 30/05/18 | 8 comentários

É difícil explicar por que o Porto é tão especial. Eu gosto de Lisboa, mas pra mim essa cidade mais ao norte supera com folga a capital portuguesa. E olhe que eu fui pra lá com expectativas bem altas, o que normalmente não dá certo comigo :P Acho que o segredo tá na combinação da deliciosa atmosfera em volta do Douro, que conta muitos pontos comigo (sou aloka dos rios e pontes), o Centro Histórico charmosíssimo, as comidas e bebidas igualmente gostosas e baratas, a energia do povo nas ruas e os tantos pontos pra ver a cidade de cima (outra obsessão minha).

Fui lá com meu pai, em junho de 2013, e o verão deixou tudo ainda mais bonito, azul e ensolarado. Fica a dica: se for pra lá nessa época, não se esqueça do protetor solar! ;) Vi muitos e muitos gringos vermelhinhos e fiquei com a marca do short, hehe. A cidade é a segunda maior do país e tem muitas atrações, mas é fácil se locomover por lá – na maior parte do tempo a pé, e de resto você pode usar o metrô (que é super novinho e bonitinho, mas só tem duas linhas) ou ônibus.

Vai pra Europa? Não se esqueça que o seguro viagem é obrigatório pra entrar lá!
Clique aqui e saiba como contratar o seu com desconto.

Vou dividir os babados sobre ela em vários posts, ok? Já publiquei um sobre o São João, a festa mais tradicional de lá, e nas próximas semanas entram outros. Pra começar, o coração da cidade, aquela parte onde você fica com torcicolo de tanto olhar pras fachadas lindonas que parecem se debruçar umas sobre as outras: o Centro Histórico.

Pra explorar a região, você pode começar pela estação de metrô Bolhão, que fica pertinho da Capela das Almas, uma igreja bem especial que foi recomendada por uma amiga querida que morou por lá :) Ela é toda coberta de azulejos por fora, muito lindinha. Ali junto fica também o Mercado do Bolhão, onde eu não cheguei a entrar – mas acho que vale a visita, porque ambiente de mercado público sempre tem alguma coisa interessante, né?

capeladasalmas

Capela das Almas :) Foto: Petr Adam Dohnálek/Wikimedia Commons

Depois do Mercado, desça pela ampla Avenida Aliados ou pela Rua Santa Catarina, onde o comércio ferve durante a semana. Se você for pela Aliados, vai acabar chegando na Rua dos Clérigos. Por ali, você encontra a Torre dos Clérigos, que faz parte da igreja de mesmo nome e era, quando foi construída (por volta de 1750), o edifício mais alto de Portugal. Pra ter a primeira das muitas vistas legais da cidade, recomendo subir seus 200 e tantos degraus ;)

~IMG_9256

Vista feia da Torre dos Clérigos

~IMG_9264

Close na Sé ^^

Ali pertinho, na Rua Carmelitas, fica outro ícone da cidade: a Livraria Lello, que infelizmente tava fechada quando eu passei por lá :( Eleita muitas vezes como uma das livrarias mais bonitas do mundo, ela já se destaca pela fachada neogótica branquinha, delicada e até meio destoante ali no meio. E se você for fã de Harry Potter, o lugar pode ser familiar, já que dizem por aí que ela serviu de inspiração pra livraria onde ele comprou os livros pra ir pra Hogwarts ;) É que J.K. Rowling viveu no Porto e frequentava esse lugar lindo (sortuda).

Queria muito ter entrado, porque pelas fotos e por essa visita virtual em 360 graus o lugar parece incrível mesmo, com uma linda escadaria de madeira cheia de curvas. O único ponto negativo, dizem, é justamente a quantidade de turistas (não muito diferente da minha querida Shakespeare and Co., em Paris). Somos tantos que o dono da livraria pensa em cobrar ingresso para “pagar o desgaste do espaço” :/

Procurando hospedagem no Porto? Clique aqui e encontre hotéis e albergues com os melhores preços

800px-Fachada_da_Livraria_Lello_e_Irmão

Até do lado de fora a Lello é meio mágica, né? <3 Foto: Alegna 13/Wikimedia Commons

De lá, desça até a linda Estação de São Bento (Praça Almeida Garrett, metrô São Bento). Instalada no lugar de um antigo convento, ela é cheia daqueles azulejos lindos que você só vê em Portugal <3 E descendo um pouco mais, você encontra a Sé do Porto, catedral de estilo românico construída no século 12. O lugar merece a visita, mesmo que você não seja muito fã de entrar em igrejas como eu.

~IMG_9317

Estação de São Bento

~IMG_9330

Pátio da Catedral

~IMG_9243

Ruas portuenses <3

Saindo dela você pode descer logo pra Ribeira do Douro, mas outra opção é voltar pra Estação São Bento e seguir pela Rua das Flores, passando pela Igreja da Misericórdia, pela tradicional e lindinha Farmácia Moreno, pelo grandioso Palácio da Bolsa e pela Igreja de São Francisco, acho que a única em estilo gótico na cidade. É claro que você também pode perder um bom tempo se perdendo pelos becos e ruelas por ali <3 E a Ribeira? Ahhh, a Ribeira. Mereceu um post só pra ela!

~IMG_9166

Foto spoiler ;)

Posts Relacionados

8 Comentários

  1. Glicia Vilma Miranda

    Parabéns Luísa Ferreira! Você retratou bem a Cidade dos Tripeiros e das castanhas assando exalando sua fumaça pelas ruas. Morro de saudades do tempo que por ali vivi! Abraços.

    • Luísa Ferreira

      Que bom que você gostou do post, Glicia! Deve ser uma maravilha mesmo morar viver nessa terra ^^ Um abraço!

  2. Priscilla

    Sofrendo com esses teus posts sobre os lugares onde morei hahahaha QUE SAUDADES DESSE PAÍS!

    • hahaha que bom que gostasse dos posts, Priscilla! Saudade é fogo, né? O bom é saber que vivemos coisas massa!

  3. Aline Borges de Oliveira

    Gratidao pelas informaçoes… estou montando meu roteiro de dois dias, com parte as suas dicas! :)

    • Oi, Aline! Que legal, sempre bom saber que os posts foram úteis :D Boa viagem e obrigada pelo comentário! ^^

  4. Uma das cidades pelas quais me orgulho de ser português! Excelente artigo e fotos. Fico contente por teres gostado da cidade. Abraço desde Braga!

    • Que bom que você gostou do post, Pedro! Espero em breve poder explorar mais teu país :) Tou agora mesmo dividindo quarto num hostel com duas pessoas de Braga :) Obrigada pelo comentário e um abraço!

Deixe o seu comentário