Áustria

O que fazer em Viena: roteiro básico – Parte 1

Áustria | 18/12/13 | Atualizado em 29/11/18 | 8 comentários

Já confessei que Viena me conquistou por causa de Jesse e Celine <3 Visitar alguns dos lugares que aparecem em Antes do Amanhecer – e permanecem iguais 20 anos depois ^^ – foi, pra mim, o ponto alto da viagem à capital austríaca (veja aqui o roteiro que fiz pelos pontos do filme).

De resto, a cidade não me impressionou tanto, talvez porque estava chovendo em boa parte do tempo e porque as atrações turísticas propriamente ditas consistem principalmente em palácios, o que não faz muito meu estilo ;) Ainda assim, Viena tem seus cantinhos charmosos e vale a visita, principalmente pra quem acha o máximo ver ao vivo toda a pompa do mundo da imperatriz Sissi e companhia.

Mapinha tosco pra você ter uma ideia de onde ficam os babados

Mapinha tosco do centro de Viena pra você ter uma ideia de onde ficam os babados

O que fazer em Viena

Boa parte dos lugares de um “roteiro básico” ficam pelo centro, que dá pra explorar a pé numa boa. Uma das principais atrações é a Catedral de São Estêvão (Stephansdom), que além de ser muito bonita fica rodeada pelo centrinho badalado da cidade. Pra chegar lá, você pode pegar um metrô até Stephenplatz ou usar e abusar dos seus queridos pés, dependendo de onde estiver hospedado.

Chegando na Stephansdom

Chegando na Stephansdom

Logo ali juntinho você bate na rua Graben, que é só pra pedestres. Ela e as outras ruas das redondezas têm várias lojas, bares, restaurantes, alguns artistas de rua e barraquinhas de comida (recomendo se jogar na currywurst, que conquistou meu coração desde que fui pra Berlim) e todo o furdunço típico dessas áreas nas grandes cidades. Meio movimentado e turístico demais pro meu gosto, mas basta sair um pouco do circuito principal pra encontrar pracinhas, fontes e outras surpresinhas agradáveis ^^

Vai pra Europa? Não se esqueça que o seguro viagem é obrigatório pra entrar lá!
Clique aqui e saiba como contratar o seu com desconto.

Graben, rua de pedestres badalada

Graben, rua de compras só pra pedestres

Ali por perto você encontra também a Franziskanerplatz, onde fica o simpático Kleines Café, que aparece em Antes do Amanhecer, e também a Porgy & Bess, uma casa de jazz bem conhecida (na Riemergasse 11). Olhando o grupo de Viena no site do Couchsurfing, descobri que tava rolando um festival de jazz de rua na Riemergasse enquanto eu tava lá. Foi massa! Vale a pena procurar programações do tipo. Já os amantes de música clássica podem visitar a Casa de Mozart, que também fica bem pertinho da Stephansplatz, na Domgasse 5. Se cansar, dê uma deitada na grama lá no Stadtpark, o parque da cidade, que fica a uns 15 minutos de caminhada (tem uma estação de metrô de mesmo nome).

Franziskanerplatz e o Kleines Café <3

Franziskanerplatz e o Kleines Café <3

Stadtpark

Stadtpark

Museus

Outro núcleo interessante na cidade – onde você também pode chegar andando a partir da Catedral – é a região dos museus, que inclui a Maria-Theresien Platz e o Museumsquartier. Pra chegar lá, você vai passar pelo palácio de Hofsburg, residência de inverno da Dinastia Habsburg. Nesse complexo de prédios que fica em volta da Heldenplatz ficam a Biblioteca Nacional e o Museu da Sissi, com mais de 300 objetos que pertenciam à celebre imperatriz.

Procurando hospedagem em Viena? Escolha entre diversas opções de albergues e hotéis na cidade ou saiba mais sobre o hostel onde me hospedei

Ali do lado fica a tal Praça Maria Tereza (Maria-Theresien Platz), ladeada por dois grandes prédios iguais: o Museu de História Natural (Naturhistorisches Museum) e o Museu de História da Arte (Kunsthistorisches Museum). Eu fiz uma viagem mais lowcost e contemplativa (hehe) e não fiz questão de entrar em nenhum deles, mas de qualquer jeito vale a pena passear por ali, porque a praça é um charme com seus grandes arbustos perfeitamente aparados e é um dos pontos principais da cidade.

De lá, não deixe de ir até o Museumsquartier, que pra mim foi o ponto alto dessa região. Fiquei umas boas horas no pátio, sentada em um dos bancos coloridos modernosos e curtindo o ambiente cheio de jovens descolados ;) Em volta do pátio tem museus (como o Leopold Museum), salas de concerto, cafés e vários pufes e redes pra você se jogar e bater um papo. Muito massa! É um espaço cultural bem vivo, feito pra estimular encontros, do tipo que dá vontade de replicar em todo lugar. Durante o ano, essa parte aberta recebe festivais de cinema, performances e outros projetos artísticos.

Museumsquartier :)

Museumsquartier :)

Museumsquartier, só amor e arte

Leopold Museum ao funto e a galera de boa no pátio

Voltando à vibe mais clássica, você pode andar pela rua circular Burgring/Universitätsring e passar pelo Parlamento Austríaco, que tem uma impressionante arquitetura grega e pode ser visto por dentro em uma visita guiada de uma hora, e pela prefeitura (Rathaus), um dos prédios mais bonitos que vi por lá, rodeado por um parquinho simpático.

O imponente Parlamento

O imponente Parlamento

Topo da prefeitura no fim da tarde ^^

Topo da prefeitura no fim da tarde ^^

Se você não entrar em nenhum dos museus, dá pra ver isso tudo em um dia numa boa, com tempo pra parar e comer, tomar café, contemplar a paisagem e quem sabe bater um papo com um(a) austríaco(a) gatinho(a). ;) Mas o passeio por Viena ainda não acabou! No próximo post, você confere mais coisas pra fazer um pouco mais ao sul dessa região e dicas pra chegar a outros dois palácios bonitões: o Belvedere e o Schönbrunn.

Leia mais:

O que fazer em Viena: roteiro básico – parte 2

Contrate seu seguro viagem com desconto na Mondial Assistance
Pesquise e reserve hotéis com os melhores preços no Booking
Alugue um carro nas melhores locadoras com a Rentcars e pague em até 12x
Procure a casa de câmbio com a melhor cotação da sua cidade 

Quando você usa esses links, o blog ganha uma pequena comissão pra se manter vivo e você não paga nada a mais por isso. <3 Saiba mais sobre as políticas de monetização do Janelas Abertas clicando aqui.

Pra conferir muito mais conteúdo sobre viagens todos os dias, siga o Janelas Abertas no Facebook, no Instagram e no Youtube. Espero você lá! :)

Posts Relacionados

8 Comentários

  1. Lyvia Poliana

    Oi Luisa, gostei muito do seu post! Também sou recifense e estou indo ao leste europeu esse mês! Vc saberia me dizer onde é melhor se hospedar para quem tem pouco tempo? Tks

  2. Lyvia Poliana

    Oi Luisa, gostei muito do seu post! Também sou recifense e estou indo ao leste europeu esse mês! Vc saberia me dizer onde é melhor se hospedar para quem tem pouco tempo? Tks

Deixe o seu comentário