Viajantes

WWOOF: Que tal fazer trabalho voluntário em uma fazenda orgânica?

Viajantes | 29/11/13 | Atualizado em 18/05/18 | 50 comentários

Existem muitas formas de viajar que estimulam a troca de conhecimentos e experiências. Eu vivo atrás dessas possibilidades e acredito que uma das mais legais e baratas é através do WWOOF (World Wide Opportunities on Organic Farms), uma rede de organizações nacionais que promovem o trabalho voluntário em pequenas fazendas ecológicas em várias partes do mundo. É uma forma bem barata de conhecer formas de vida alternativas e pessoas interessantes, além de viver de perto a cultura de outro país e praticar um idioma estrangeiro :)

É barato porque você mora com seu host e tem acomodação e comida grátis. Em troca, você trabalha por cerca de 4 a 6 horas por dia, ajudando com as tarefas do dia a dia, que podem incluir cortar lenha, cuidar do jardim, remover ervas daninhas, ordenhar vacas, fazer vinho, pão e queijo e mais um monte de etcéteras. A ideia é se familiarizar com métodos de agricultura orgânica e conhecer a vida num meio rural, em um país com costumes diferentes do seu.

Vai viajar pra o exterior? Não se esqueça do seguro viagem! Clique aqui pra descobrir como contratar o seu com desconto.

O esquema é simples: você entra no site do país escolhido, procura um host e paga uma pequena taxa pra ser membro (válida por um ano) e ter acesso aos dados de contato dele. Daí você combina os detalhes da sua ida e faz as malas! A duração da estadia é negociada entre você e o host, sendo que a maioria das pessoas fica por uma ou duas semanas. As organizações WWOOF não são responsáveis por esses detalhes, mas intervêm se rolar algum problema e ajudam a esclarecer dúvidas.

Eu ainda não fiz WWOOF, apesar de ter pesquisado um bocado sobre o projeto, depois que uma amiga fez e voltou encantada. Sou bem urbana, mas adoro essa proposta de incentivar um mundo mais consciente da nossa relação com a natureza e com hábitos de consumo mais responsáveis, e de quebra oferecer uma imersão cultural e linguística de baixíssimo custo :) Por isso, enquanto não posso vir aqui contar minha própria experiência, pedi pra outra amiga falar como foi pra ela WWOOFar por aí. Saca só:

Suna Anunciação, 24 anos, é olindense e estuda Engenharia Química na Universidade de Valladolid, na Espanha:

A minha experiencia foi em Locorotondo, uma cidadezinha na região da Puglia, sul da Itália, no salto da bota mais especificamente. Eu estava procurando uma família legal pela Itália, e já havia estado nessa região e me apaixonado pela natureza, as praias, o calor do verão, a culinária e a língua. Acabei encontrando uma senhora de origem húngara/alemã que havia se casado com italiano e tinha um pequeno sitio onde plantava tomates, olivas e outras coisas para consumo próprio. Como tenho uma grande amiga Húngara e ia diretamente da Hungria pra Itália, meio que pensei que era destino e escolhi esta cidade. Foi maravilhoso, passei o mês de agosto de 2011 todo lá, o mês mais quente do ano, e adorei.

Suna foi pra Locorotondo, uma cidadezinha na Itália. Foto: Suna Anunciação/Acervo Pessoal

Suna foi pra Locorotondo, uma cidadezinha na Itália. Foto: Suna Anunciação/Acervo Pessoal

Cheguei sem falar nada de italiano e saí me comunicando super bem! O italiano, marido da húngara, não falava inglês, então como eu passava o dia com ele, foi bem simples de aprender. A gente colhia tomates pra fazer molho, cuidava das oliveiras e da horta, mas como fazia muito calor ele preferia visitar os vários amigos artistas que ele tem, que durante agosto organizam vários tipos de eventos culturais. Ajudei a organizar desde um show de New Age a um festival de teatro que durava 24 horas direto começando na tarde da lua cheia mais bonita de agosto! Foi incrível!

Vai pra o exterior? Não se esqueça do seguro viagem, que é importante para evitar problemas sérios e prejuízos financeiros. Clique aqui e saiba como contratar o seu com desconto!

O WWOOF não é só trabalho... ;) Foto: Suna Anunciação/Acervo Pessoal

O WWOOF não é só trabalho… ;) Foto: Suna Anunciação/Acervo Pessoal

Sempre que podia, eu ia à praia que ficava perto da casa deles. Eles viviam bem no centro da cidadezinha de Locorotondo e o sítio ficava na cidade de Cisternino, que está logo ao lado e cheia de construções especificas daquela região, chamadas trulli. Depois dessa experiência e de ter conhecido tanta gente bonita com ideologias diferentes e apaixonantes, cresci muito como pessoa e com certeza se tiver tempo no futuro quero fazer outro WWOOF, e aconselho o programa a todo mundo que quer aprender uma nova língua e viver algo bem legal e diferente!

Contrate seu seguro viagem com desconto
Pesquise e reserve hotéis com os melhores preços no Booking
Alugue um carro nas melhores locadoras com a Rentcars e pague em até 12x
Procure a casa de câmbio com a melhor cotação da sua cidade 

Quando você usa esses links, o blog ganha uma pequena comissão pra se manter vivo e você não paga nada a mais por isso. <3 Saiba mais sobre as políticas de monetização do Janelas Abertas clicando aqui.

Pra conferir muito mais conteúdo sobre viagens todos os dias, siga o Janelas Abertas no Facebook, no Instagram e no Youtube. Espero você lá! :)

Posts Relacionados

50 Comentários

  1. RFK

    Ahhhh, meus vinte e poucos anos….

  2. RFK

    Ahhhh, meus vinte e poucos anos….

  3. Gabrielle Capilupi leal

    Oi luiza, tudo bem? Adorei o post. Estou encantada com a idéia de viajar e conhecer pessoas através do woof. Gostaria muito de conversar com alguem que ja foi principalmente para italia. Você poderia me colocar em contato com sua amiga para trocarmos informações?

    • Oi, Gabrielle! Que bom que você curtiu. Também tou doida pra fazer WWOOF :) Vou repassar teu e-mail pra ela, tá? Um abraço!

      • Mariana Pecci

        Oi Luisa, poderia encaminhar o meu email para a Suna também? Obrigada!

  4. Gabrielle Capilupi leal

    Oi luiza, tudo bem? Adorei o post. Estou encantada com a idéia de viajar e conhecer pessoas através do woof. Gostaria muito de conversar com alguem que ja foi principalmente para italia. Você poderia me colocar em contato com sua amiga para trocarmos informações?

    • Oi, Gabrielle! Que bom que você curtiu. Também tou doida pra fazer WWOOF :) Vou repassar teu e-mail pra ela, tá? Um abraço!

  5. Gio

    Ola Você poderia me colocar em contato com sua amiga, obrigada !!! e-mail

  6. Gio

    Ola Você poderia me colocar em contato com sua amiga, obrigada !!! e-mail

  7. Débora David Nasciutti

    Olá. Gostaria que passasse meu contato para sua amiga. No site está tudo em ingles e estou com dificuldades para entender como funciona o programa. Quero me programar pra ir para a espanha e italia. Preciso ver quais gastos vou ter. Abraços

    • Oi, Débora. Vou passar sim. Vou ver se ela pode responder, tá? Mas no site do WWOOF de outros países tem informações em outras línguas (e você tem que se registrar com a organização do país que escolher). Olha o da Espanha, por exemplo: http://ruralvolunteers.org/WHOSTS/
      Um abraço!

  8. Débora David Nasciutti

    Olá. Gostaria que passasse meu contato para sua amiga. No site está tudo em ingles e estou com dificuldades para entender como funciona o programa. Quero me programar pra ir para a espanha e italia. Preciso ver quais gastos vou ter. Abraços

    • Oi, Débora. Vou passar sim. Vou ver se ela pode responder, tá? Mas no site do WWOOF de outros países tem informações em outras línguas (e você tem que se registrar com a organização do país que escolher). Olha o da Espanha, por exemplo: http://ruralvolunteers.org/WHOSTS/
      Um abraço!

  9. Olá Luisa, ótimo post, ajudou muito, ainda mais eu que estou pesquisando sobre agora. Estava com receio em relação ao idioma, de nao me aceitarem, em um determinado lugar por não falar italiano, francês, o básico do básico de inglês, mas em relação a sua amiga, acha que poderia passar o contato dela pra mim também? Obrigada!

    • Vou passar o teu pra ela, tá?
      O ideal é você ir pra algum lugar onde arranhe pelo menos o básico, mas existem muitas opções de países pra escolher :) Um abraço!

  10. Felipe Meirelles

    ola tudo bem, descobri essa oportunidade de ir para a italia quando minha mae conheceu uma familia de italianos aqui no brasil que trabalham assim, queria saber mais como foi sua experiencia estou com muita vontade de ir ficar uns 6 meses se eles deixarem hehe abraco

  11. Thiago bellotto

    Oi, tudo bem? Adorei achar um post que fale disso, já que estou planejando fazer algo do tipo! Só tenho uma duvida que ainda não achei em FAQ: afinal, tu és paga para trabalhar lá? Ou é completamente sem remuneração? Claro, com tudo pago, comida, hospedagem, etc. Desde jã, obrigado!

    • Oi, Thiago! Respondendo por Suna: normalmente, no WWOOF as pessoas trabalham só em troca de comida e hospedagem mesmo :) Um abraço

  12. Samanta

    Queridos,

    Boa Tarde!

    Tentei realizar meu cadastro no WOOF porém exige cartão de crédito e eu não tenho.
    Existe boleto ou débito?

    Atenciosamente,
    Samanta

    • Luísa Ferreira

      Oi, Samanta! Infelizmente não sei te responder. O ideal é você escrever para o pessoal do próprio WWOOF; eles devem poder te ajudar :) Boa Sorte! Um abraço.

  13. Ana

    Oi, adorei a ideia WWOOF, pode passar meu email pra sua amiga, para poder ter mais informações?!

    Ana

    • Luísa Ferreira

      Oi, Ana! Posso sim. Não sei se ela vai conseguir te responder logo, mas em outros blogs também tem outros relatos sobre o assunto :D Também pretendo fazer WWOOF ano que vem e vir contar mais por aqui ^^ Um abraço!

  14. Marcelo Lucena

    Excelente post!!

    Gostaria muito do contato da sua amiga, pois quero fazer WWOOF na Itália também.

    Obrigado!

    • Luísa Ferreira

      Que bom que você gostou, Marcelo :) Vou passar teu e-mail pra ela!

  15. Ronaldo Antunes Macedo

    me leva tambem ?

  16. Israel colares de souza

    Oi, amei esse post, e queria ficar bem mas ligadinho nesse wwoof, e queria saber como faço pra entrar em contato com esse website ??

    • Oi, Israel! Que bom que você gostou do post; obrigada! Pra entrar em contato com o pessoal do WWOOF basta acessar http://www.wwoof.net/welcome-to-wwoof/ e escolher o país que mais interessa a você, clicando no link dele na parte que diz “WWOOF Nations Around the World”. Um abraço!

  17. Bruno Jorge

    Por favor gostaria de entrar em contato e ter mais informações estou muito interessado em participar . meu e-mail para contato : brunojverde90@gmail.com

    • Oi, Bruno! Pra fazer WWOOF você deve entrar no site do país escolhido e se cadastrar :) Boa sorte!

  18. Flavia

    Oi! Qual o tipo de visto foi necessário tirar para realizar essa experiência?

    beijos!!

    • Oi, Flavia! Depende do país e da duração da sua estadia, mas em geral dá pra ficar como turista mesmo. Um abraço!

  19. Karoline Magalhães

    Olá, amei o post, pode por favor enviar o meu e-mail para a sua amiga? Gostaria de conversar com ela…
    Beijão

  20. tais monteiro

    Oii estou procurando um trabalho fora do pais alguem pode mim ajudar obrigado

  21. antonio carlos calcidoni

    gostaria de saber mais sobre voluntariado na italia como vc foi. como posso ter detalhes. obrigado.

  22. antonio carlos calcidoni

    tem idade máxima para voluntariado na italia?

  23. Amanda Oliveira

    Oi luiza, tudo bem? Adorei o post. Estou encantada com a ideia de viajar e conhecer pessoas através do woof. Gostaria muito de conversar com alguém que já foi principalmente para Itália. Você poderia me colocar em contato com sua amiga para trocarmos informações?

    Desde já agradeço.

    Amanda Oliviera

  24. Talita Rodrigues

    Oi Luiza! Você indica esse tipo de experiência pra quem embarca do Brasil? Ou é mais indicado pra quem já está em outro país, estudando por exemplo? (Entendi que esse foi o caso de sua amiga.) E o custo de ida com passagem é por conta própria, certo?

  25. TATIANE VIEIRA

    Olá Luisa, adorei muito seu post! Você poderia me colocar em contato com sua amiga para trocarmos informações? Poderia me passar o email dela?
    Abraços!
    Tatiane

  26. Thaís Dias

    Oi Luisa! Como vai? Gostaria de ir fazer o wwoof mas queria ter algum contato para que eu possa estar mais ciente de tudo que possa acontecer. Gostaria de saber tambem se é possível ir mesmo sem falar outra língua. Se souber de alguém que também está pensando em ir mande meu contato para eles porque assim poderíamos ir juntos. Desde já agradeço

    • Oi, Thaís! Primeiro você tem que se cadastrar no site do WWOOF do país desejado e lá você pode procurar as fazendas disponíveis, e acredito que pode entrar em contato com pessoas que já trabalharam nelas também :) Nesse outro post falei da minha experiência pelo Workaway, que é parecido, e nele você encontra também links pra outros posts sobre o assunto: https://www.janelasabertas.com/2017/07/31/work-exchange-franca/

      Dá pra ir sem falar outra língua, sim; você pode viajar pelo Brasil, pra Portugal ou pode ir na cara e na coragem pra outro país, desde que a organização anfitriã esteja de acordo. No Workaway que fiz na França, o casal que me recebeu falou que já recebeu um argentino que não falava nada de inglês e muito pouco de francês (idiomas que eles falam) e, com esforço da parte dele e paciência do casal, ele conseguiu desenrolar enquanto tava por lá :) Boa sorte!

  27. marcia

    Poderia me encaminha o e-mail para Suna? Obrigada!!

  28. Bruna Ruschel Ewald Vega Garcia

    Bom diaa! você pode pedir para a responsável entrar em contato comigo? obrigadaaaaaa

  29. Juan Morales

    Hola Viajo para Sao Paulo el 08 de Marzo, quiero hacer trabajo voluntario en una fazenda orgánica, quiero aprender de la cultura, disfrutar de los paisajes

    • Hola Juan! Te recomiendo que lo busques en WWOOF, Workaway y Worldpackers :)

Deixe o seu comentário