Pernambuco

Olinda: Casa de Noca, ou “a melhor macaxeira do mundo”

Pernambuco | 06/11/13 | Atualizado em 07/02/18 | 6 comentários

Macaxeira, mandioca, aipim. O nome não vem ao caso. A questão é que essa raiz, chame-a como quiser, é uma delícia. E que na Casa de Noca, um restaurante em Olinda (PE), ela é preparada com algum segredo ainda não revelado que a fez ganhar a reputação de “melhor macaxeira do mundo”. Vendo o ambiente simplesinho, o cardápio mais simples ainda ou mesmo as fotos que eu tirei, você pode até duvidar do título. Mas pode confiar: a fama não surgiu por acaso.

A entrada. Aproveite enquanto você ainda consegue se movimentar, porque depois de tanta macaxeira vai ser difícil.

A entrada. Aproveite enquanto você ainda consegue se movimentar, porque depois de tanta macaxeira vai ser difícil

O restaurante. E minha amiga Renata ;)

O restaurante. E minha amiga Renata ;)

Não vou dizer que já rodei o mundo em uma saga macaxeirística pra confirmar que o título procede, mas uma coisa é certa: é difícil encontrar uma macaxeira tão macia e suculenta, do tipo que derrete na boca. Pra completar, ela vem acompanhada por carne de sol e queijo coalho assado, os dois também nos trinques. E nada melhor que uma cervejinha ou Coca Cola gelada pra fechar, né?

Leia também:

Guia completo sobre Pernambuco

O curioso é que na Casa de Noca, o cardápio é composto por três pratos: “prato para 2 pessoas”, “prato para 3 pessoas” e “prato para 5 pessoas”. Ou seja: não há nada além de macaxeira-carne de sol-queijo coalho. E você quer mais o quê? Naquele clima informal estilo boteco/mercado, o gostoso é se jogar na especialidade da casa mesmo e jogar muita conversa fora ;)

A foto não faz jus à montanha de macaixeiradelícia.

A foto não faz jus à montanha de macaixeiradelícia que tinha aí

O cardápio monotemático <3

O cardápio monotemático <3

Localizada numa ruazinha simpática do Bonfim, no Sítio Histórico de Olinda, a Casa de Noca é uma ótima parada comilônica no seu passeio pela cidade-irmã do meu Recife. O lado negativo é que a fama parece ter subido um pouco à cabeça da galera por lá, já que os preços são um pouco altos: o prato pra dois custa R$ 50, pra três R$ 70 e pra cinco R$ 90. Ainda assim, o rombo no orçamento não é grande; pedimos um prato pra três e dividimos entre quatro (eles foram legais e trouxeram quatro pedaços de carne, pra cabeças não rolarem), e foi mais do que suficiente. Mas é claro que, mesmo cheios, a gente comeu tudo. Só tome cuidado pra não sair rolando pelas ladeiras de Olinda.

Endereço: R. da Bertioga, 243, Bonfim, Olinda

De bônus, vai esse gato lindo que tava lá no muro paquerando com a gente ;)

De bônus, vai esse gato lindo que tava lá no muro paquerando com a gente ;)

Posts Relacionados

6 Comentários

  1. Rodolfo Nícolas

    Marcela vive me enrolando dizendo que vai me levar aí… sou doido para conhecer essa melhor macaxeira do mundo.

  2. Joaquim Macedo Jr

    Já, doidinho para ir e degustar.

  3. Rita de Cassia

    Eu, meu esposo e meu filho fomos fomos saborear essa delícia na Casa de Noca… voltaremos próximo ano.

Deixe o seu comentário